PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Essa mania de ter sempre razão vai acabar matando a gente

Não vai ser por território, petróleo ou por hegemonia econômica. A terceira guerra mundial vai brotar da cada vez mais ferrenha disputa pelo título de dono da verdade. Bombas e mísseis cairão sobre os que ousam não concordar com a sentença sacramentada como certa por quem recorre ao ataque para defender seu ponto de vista. Se não bastar o argumento bem elaborado, estará permitido lançar mão de foices e fuzis para saciar o ego daqueles que, incomodados com a divergência, exterminarão na força bruta as discordâncias do caminho. Por fim, restará ao vencedor erguer em praça pública o troféu de senhor da razão.

Essa é apenas uma tola profecia apocalíptica, mas nem tão distante das agressões verbais e ofensas raivosas que têm permeado a internet, os debates televisivos e as salas de jantar. Pode ser que minha memória, tendenciosa a dourar o passado, esteja me traindo. No entanto, não me recordo de conviver durante a infância com essa agonia desenfreada que desestabiliza quem não consegue dar a última palavra. A maioria das discussões era diluída por uma piada qualquer ou um afazer doméstico que dispersava o foco do tema controverso. Hoje, basta um singelo questionamento ao outro para que se inicie uma interminável maratona de duelos.

Discutir é bom. Aliás, só assim a gente abre um pouco essa mente acomodada. Mas discutir só é bom quando estamos tão interessados em ouvir quanto em falar. Há a impressão de que, iniciada a defesa da própria tese, revê-la à medida que as ponderações opostas se mostram mais sensatas é render-se à humilhação. Dar o braço a torcer cada vez dói mais. É como se estivessem em jogo a inteligência e o poder. Perder a discussão equivaleria a perder a própria honra.

E isso serve para a famigerada batalha política que tem nos maltratado e para os embates familiares sobre a hora ideal para o filho dormir. Serve para os desentendimentos sobre conflitos étnicos e sobre a cor da parede do quarto. Ser contrariado machuca no âmago. Nós nos desacostumamos a ter o desejo negado e os ideais rebatidos. No momento da objeção, cai por terra a fantasia de que podemos ter o que quisermos ou conduzir o mundo da forma que nos for mais aprazível. E aí começa uma luta à exaustão para retomar essa gostosa sensação de ter nas mãos controle e soberania.

Ironicamente, nunca se falou tanto em tolerância. E nunca houve tanta picuinha por besteira. Estamos viciados em polemizar. Inclinados a rivalizar, na marra. Às vezes por pura pirraça. Parece um passatempo divertido, mas é só um jeito de prejudicar o miocárdio. Reza a lenda que o homem mais velho do mundo passou a vida dizendo “tudo bem, você está certo” a quem procurava briga. Perdia a discussão, ganhava tempo para completar o livro de palavras cruzadas, regar as plantas e curtir uma soneca.

Não que valha a pena construir a trajetória dizendo “sim” para o mundo e “não” para si mesmo. Defender as próprias vontades é questão de sobrevivência. Mas quando está em jogo apenas o triunfo da vaidade, compensa deixar para lá… Virar as costas para o ringue, poupar desgaste irrelevante, fazer um chá de camomila e degustá-lo com um pacote de bolachas assistindo ao filme preferido. (Sim, não é biscoito. O certo é bolacha. Mas não vamos discutir).

21/07/2017 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário

Pesquisadores garantem: beber café é o melhor para viver mais

Boas notícias para todos os fanáticos por café: seu vício pode fazer você viver mais! De acordo com novas pesquisas, as chances de uma vida prolongada podem ser maiores se você consumir café.

“É claro que o café pode ser incorporado a uma dieta e a um estilo de vida saudáveis”, diz a cientista Veronica Setiawan, uma das pesquisadoras por trás da descoberta.

Os benefícios do consumo de café já vêm sendo defendidos por pesquisadores. Agora, há mais evidências dos efeitos positivos em tomar uma xícara de café. Dois novos estudos americanos, publicados no Annals of Internal Medicine, revelam que o café pode nos ajudar a viver mais tempo.

“Nós não podemos dizer que beber café prolongará sua vida, mas vemos uma associação. Se você gosta de tomar café, beba! Se você não é um bebedor de café, então você precisa considerar se deveria começar”, diz Setiawan.

Um dos estudos analisou de perto 520 mil pessoas, entre bebedores e não bebedores de café, em dez países europeus. Outro estudo, que também analisou a bebida e a mortalidade, seguiu 185 mil pessoas por um período de 16 anos.

De acordo com a EurekAlert, as pesquisas mostram que pessoas que bebem uma xícara por dia correm um risco 12% menor de morrer prematuramente. Mais importante: para as pessoas que bebiam pelo menos três xícaras por dia, o risco era 18% menor em comparação com quem não bebia café.

“O café contém muitos antioxidantes e compostos fenólicos que desempenham um papel importante na prevenção do câncer. Embora este estudo não mostre causalidade ou aponte para o que os produtos químicos no café podem ter esse ‘efeito elixir’, é claro que a bebida pode ser incluída dentro de um estilo de vida saudável”, acrescenta Setiawan.

Acredita-se que o café reduz o risco de acidentes vasculares cerebrais (AVC), diabetes, doenças pulmonares e renais, doenças cardiovasculares e doenças no sistema digestivo.

Esta é uma ótima notícia para todos os fanáticos por café. Eu acho que uma xícara por dia realmente mantém um médico bem longe!

21/07/2017 Posted by | Anti-Envelhecimento, Saúde | Deixe um comentário

Homem aponta a câmera para o gelo – e registra algo inimaginável

Apesar de ser um especialista em natureza, por muito tempo o fotógrafo americano James Balog não acreditou nas mudanças climáticas.

Na realidade, por quase 20 anos, ele desafiou os cientistas que denunciavam o aquecimento global.

“Não achava que os humanos fossem capazes de alterar conceitos básicos da física e da química deste planeta enorme. Não parecia provável, não parecia possível,” disse Balog.

Foi só em 2005 que Balog se deu conta de que algo estava fora da ordem, enquanto examinava de perto como as mudanças climáticas afetam a natureza.

Durante uma expedição fotográfica ao Ártico, organizada pela National Geographic, ele pôde ver em primeira mão o enorme estrago.

Fazia exatamente dez anos que havia estreado o filme de Balog, “Chasing Ice” (“Em busca do gelo”) e ele decidiu documentar o derretimento das geleiras com um exercito de câmeras.

Foi assim que Balog capturou uma das cenas mais espetaculares jamais filmadas.

Em menos de uma hora e 15 minutos, Balog e seu equipe viram um pedaço de geleira – que tinha o mesmo tamanho da parte sul da ilha de Manhattan – desaparecer no oceano.

O evento histórico foi registrado no Livro Guinness dos Recordes e mostra claramente como é séria a situação climática na Terra.

Até onde se tem conhecimento, este foi um desastre geológico ainda sem comparação. Infelizmente, tudo indica que não será o último.

Assista aqui ao vídeo impressionante:

Em novembro de 2016, a temperatura no Ártico estava 20 graus mais alta do que a média, o que é muito mais quente do que todas as pesquisas haviam previsto.

Infelizmente, vamos nos deparar com um desastre, se não reduzirmos a zero as emissões de gases causadores do efeito estufa até 2070. Mas, por um ângulo mais positivo, ainda temos a possibilidade de fazer isto virar realidade.

21/07/2017 Posted by | Atitudes, Mensagens | Deixe um comentário

Você energiza tudo aquilo que dá atenção

Somos criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo o que pensamos e sentimos!

O funcionamento de nossas células está diretamente ligado aos pensamentos que criamos, sendo constantemente modificados por eles.

A qualidade do funcionamento de nossas células é diretamente proporcional a qualidade das ondas de pensamentos que criamos.

E a qualidade das ondas de pensamentos que criamos está ligado a eles se forem produzidos por baseados no medo, ou no amor.

Se foi produzida baseada no medo, foi produzida pelo ego; suas ondas são baixas e distorcem as ondas harmônicas que entram em contato.

Se foi produzida baseada no amor, então foi produzida por um ego subjugado pela auto-aceitação divina, alinhado à produção de energia magnética do coração, servindo somente à essas ondas cardíacas e sendo instruído pela consciência superior.

Um surto de depressão, por exemplo, pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.

A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.

A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego, projeta tristeza por toda parte no corpo – a produção de neurotransmissores por parte do cérebro é reduzido, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.

A boa notícia é que todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa mudar o seu foco de atenção e a fonte de produção de suas ondas de pensamento, permitindo que sua consciência superior opere em seu sistema através do amor, usando o ego somente como o seu instrumento de apoio.

Acessar a consciência superior e alia-la às ondas de energia cardíaca, para manifestar o funcionamento e a imunidade biológica que realmente você deseja ter, é o primeiro passo para começar a refinar e purificar a saúde em todos os seus 4 corpos.

Você quer saber como esta seu corpo hoje? Lembre-se então do que pensou ontem!

Quer saber como estará seu corpo amanhã? Então olhe seus pensamentos hoje!

Lembre-se:

Ou você abre seu coração agora, ou algum cardiologista o fará por você!

Deepak Chopra

20/07/2017 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário

Dia da Caridade

Hoje comemora-se o Dia da Caridade.

Não importa qual é a sua crença religiosa. Todas as crenças tratam a caridade como uma virtude importante.

Considerada como uma das maiores virtudes, a caridade é muito importante na vida de uma pessoa e faz muito bem para alma.

Ajude ao próximo com amor e carinho!

19/07/2017 Posted by | Lembranças do Dia | Deixe um comentário

Por que as pessoas inteligentes preferem menos amigos?

Muitos de nós já nos perguntamos, vez ou de outra, o que faz uma vida bem vivida.

Ser cercado pela família e um monte de amigos?

Pode ser cercado por um punhado seleto de pessoas em sua vida?

Você já observou uma pessoa realmente inteligente em sua vida e os amigos com os quais se cerca?

E a quantidade de pessoas ao seu redor?

Acontece que as pessoas mais inteligentes preferem menos amigos e aqui está o porquê.

O que faria a maioria das pessoas feliz

Uma nova pesquisa, publicada no British Journal of Psychology, trata de questões sobre o que exatamente define uma vida bem vivida. Acontece que, os estilos de vida “de caçadores” de nossos antepassados formam a base do que nos faz felizes agora.

A pesquisa entrevistou aproximadamente 15.000 pessoas entre as idades de 18 a 28 anos de idade.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas que vivem em áreas densamente povoadas relataram menos satisfação com a qualidade de sua vida. A próxima conclusão sugere que quanto mais frequentes nossas interações com amigos próximos, mais melhoramos a nossa felicidade autorelatada.

Pessoas inteligentes são uma exceção

No entanto, existe uma exceção. Para aqueles com quocientes de inteligência mais elevados, essas correlações drasticamente diminuem. “O efeito da densidade populacional na satisfação com a vida era, portanto, mais de duas vezes maior para os indivíduos de baixo QI”. Assim, quanto mais inteligente você é, menos está satisfeito com a vida se socializando com os amigos com mais frequência. Mas por quê?

Pessoas inteligentes estão focadas em objetivos de longo prazo

As pessoas com QI mais elevado e capacidade de usarem sua inteligência, são menos propensas a gastarem tempo socializando. Por quê? As pessoas inteligentes estão focadas em objetivos de longo prazo. São obrigadas, e talvez um pouco mais orientadas a usarem sua inteligência para criarem algo maior do que elas mesmas.

Por exemplo, pense em alguém que você conhece que fez pós-graduação ou começou seu próprio negócio. Ao perseguir suas ambições e objetivos, esse alguém teve de minimizar interações sociais para permanecer na tarefa de alcançar seu objetivo. Uma pessoa inteligente, na busca de alcançar algo maior e melhor do que ela mesma, pode considerar a interação social como uma distração, algo que a afasta de objetivos a longo prazo, o que, por sua vez, podem afetar seu bem-estar geral.

Quando buscando um objetivo a longo prazo, o indivíduo mais inteligente prefere ficar em casa e trabalhar no sentido de seus sonhos e ambições, em vez de sair em um sábado à noite com alguns amigos. Não é que ele não valoriza a amizade, mas quando está à espreita de alcançar a grandeza, julga a socialização como distração.

Como as pessoas inteligentes se desenvolveram de forma distinta durante a evolução do cérebro humano

O cérebro humano evoluiu para atender as demandas do nosso ambiente ancestral na savana. A densidade da população era baixa e subsistíamos por um estilo de vida caçador-coletor. Durante estes tempos, ter contato frequente com os amigos ao longo da vida era necessário para a nossa sobrevivência e posterior reprodução da nossa espécie.

Nos dias de hoje, a nossa vida mudou drasticamente, assim como nossas interações com o outro. As pessoas inteligentes podem ser mais capazes de lidar com os novos desafios que a vida moderna nos lança. Ou seja, essas pessoas têm uma melhor capacidade de resolverem problemas evolutivos e novos e mais facilidade de lidarem com novas situações.

Quando você é mais inteligente, é mais capaz de se adaptar às coisas e tem mais facilidade em fundir suas predisposições ancestrais com o mundo moderno.

Pessoas inteligentes valorizam relacionamentos de uma maneira diferente

As pessoas inteligentes valorizam amizades e relacionamentos como qualquer outra pessoa, mas tendem a ser mais seletivas com a forma como gastam o seu tempo. Não é que elas não valorizam amizades e socialização, é que também valorizam os seus interesses pessoais.

Luiza Fletcher

19/07/2017 Posted by | Comportamento, Psicologia | Deixe um comentário

Amigos

Aquele que busca amigos sem defeitos, fica sem amigos.

18/07/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Autenticidade: tudo começa com você

Toda vez que você é desonesto consigo mesmo, você coloca obstáculos ao seu Fluxo.

Toda vez que você é desonesto com os outros, você coloca barreiras no Fluxo entre você e eles.

Mentiras criam separação energética. Separação entre você e sua própria fé, e separação entre você e os outros.

Separação e resistência ao Fluxo causam desconforto profundo em você.

Alguns de vocês têm medo de mostrar-se em sua verdade, porque tem medo da rejeição.

Mas não ser fiel a si mesmo é, de fato, a rejeição de si mesmo.

Não mostrar-se em sua verdade é, em certo sentido, rejeitar os outros.

A mesma coisa que você teme é perpetuada pela sua falta de autenticidade.

Mostrar-se de maneira autêntica, é fundamental para todos os seres humanos neste momento. Ao fazer isso, você vai dar aos outros a oportunidade de se conectarem com você de uma maneira verdadeiramente significativa.

Dá aos outros a oportunidade de mostrar-lhes o Amor Incondicional, que abre o caminho para você começar a aceitar e a amar a si mesmo, também.

Também permite que você crie para si os encontros perfeitos e se libere de quaisquer obstáculos entre você e a vida que você estava destinado a viver.

É isto que as energias estão apoiando neste momento, e por causa disso, qualquer escolha que não esteja em consonância com a sua verdade se tornará mais e mais impossível de suportar.

Caros, não há nada mais glorioso do que você mostrar-se autenticamente, na sua verdade, em sua perfeição imperfeita.

É estar liberando e unindo, exatamente o que sua alma está ansiando para fazer.

É onde está a sua maior força, porque é abraçando a sua verdade que o leva a reconhecer-se como um aspecto individualizado da Fonte.

A autenticidade abre o caminho para a aceitação e unidade, serviço e suporte, que é exatamente o que você e seu mundo mais precisam, e como todas as outras coisas, tudo começa com você.

18/07/2017 Posted by | Autoconhecimento | 1 Comentário

Dia Nacional do Homem

No dia 15 de julho próximo passado, comemorou-se o Dia Nacional do Homem.

Esta data foi inspirada no Dia Internacional do Homem (19/11), e tem o objetivo de conscientizar a população masculina sobre os cuidados que devem tomar com a sua saúde, e seu comportamento.

No Brasil, o Dia do Homem foi criado por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores, e é celebrado no país desde 1992.

Nós sabemos que não existe um “homem perfeito”, mas buscar o auto aperfeiçoamento pode tornar a sua vida mais realizada.

Para ser um homem melhor, você pode ter de fazer algumas mudanças no seu modo de pensar, agir e interagir com as outras pessoas.

Abaixo relacionamos alguns pontos para reflexão:

SEJA FIEL AOS SEUS VALORES

Faça um esforço consciente para definir quais são os seus principais valores, aqueles princípios que permanecem sinceros e inalterados, e aja de acordo com eles, independente de quaisquer inconveniências que possam surgir no caminho.

  • Ter uma base moral fortalecida fará com que você possa ser fiel a si mesmo com mais facilidade, mesmo quando a vida ficar difícil. De tempos em tempos, comprometer-se aos seus valores pode exigir coragem, mas o esforço valerá a pena.

TREINE-SE PARA SER REALISTICAMENTE POSITIVO

Ser idealista ao extremo pode evitar que você lide bem com a realidade da vida, enquanto ser otimista permitirá que você reconheça essa realidade e espere por um resultado melhor.

  • Desafie os pensamentos negativos. Em vez de presumir que as coisas darão errado, tenha ciência dessa possibilidade, mas pense no que você precisa fazer para evitar falhas. Vá atrás dos seus objetivos. Pense com antecedência e faça planos para o futuro. Pergunte a si mesmo o que você quer conquistar e, com base nisso, estabeleça os objetivos adequados. Quando você os tiver em mente, concentre-se em torná-los realidade.
  • De certa forma, precisamos mesmo viver o momento e aproveitar a vida pelo que ela é. Não deixe que as graças da sua vida desapareçam por estar concentrado demais no futuro para prestar atenção no presente.
  • Por outro lado, se você não conseguir estabelecer esses objetivos para si mesmo, pode ficar facilmente estagnado, o que pode fazer com que a vida pareça menos realizada do que realmente é.

MANTENHA-SE FIRME SOB QUALQUER PRESSÃO

O estresse é inevitável. No entanto, quando você se encontrar em uma situação que o deixe irritado ou ansioso, treine-se para manter a calma e controlar essas emoções em vez de deixá-las soltas.

  • Em vez de ter uma reação impensada e instintiva, acalme-se e pense de modo racional. Reaja de acordo com a razão, não com a emoção.
  • É claro que isso não significa que você não possa sentir emoções. Pelo contrário: aceitar o fato de que você as tem pode ser difícil para alguns homens; no entanto, quanto mais cedo você fizer isso, mais fácil será controlá-las em vez de deixar que elas controlem você.

RESPONSABILIZE-SE PELO SEU PRÓPRIO COMPORTAMENTO

Quando as coisas derem errado e a culpa for das suas atitudes, aceite a responsabilidade e siga em frente. Do mesmo modo, quando as coisas derem certo por causa de algo que você fez, aceite o crédito merecido..

  • Não culpe os outros pelos seus fracassos e não se concentre nos comportamentos negativos demonstrados pelas pessoas quando estiver avaliando o que deu errado em determinada situação. Você não controla o que os outros fazem a você; só é possível controlar as próprias atitudes. Assim, faz sentido que você se concentre nelas quando for avaliar o passado e seguir em frente.

AGUCE A MENTE

Busque o conhecimento ativamente e mantenha o cérebro nas melhores condições possíveis.

Ler é uma ótima maneira de fazer isso, mas você também pode manter as habilidades mentais aguçadas resolvendo quebra-cabeças ou encarando novos desafios.

DEIXE A MENTE DESCANSAR

Embora seja importante aguçá-la, é fácil exagerar se você não der a si mesmo uma chance de se afastar do mundo e relaxar de vez em quando.

  • Passar tempo com os seus amigos pode ser uma parte importante desse processo de relaxamento, mas você também deve reservar um tempo para ficar só. Quando isso acontecer, desconecte-se ao máximo do mundo. Desligue o computador e o celular. Passe um tempo isolado e dê a si mesmo a chance de se recarregar.

CUIDE DO CORPO

Lembre-se sempre dos três pilares de uma vida saudável: uma dieta de qualidade, exercícios regulares e horas suficientes de sono.

  • Você não precisa viver à base de saladas e shakes de proteínas para ter uma dieta saudável. Pelo contrário: as melhores dietas são as mais equilibradas. No entanto, você pode ter de resistir à tentação de ingerir “alimentos inadequados” com frequência. O ser humano não consegue viver só de bacon e barras de chocolate.
  • Tente se exercitar pelas manhãs, assim que acordar. Você pode ir à academia, caso isso seja de seu interesse. Se não, pode ainda fazer leves caminhadas ou ficar animado com alguns polichinelos.

MANTENHA UMA APARÊNCIA BEM ARRUMADA

A sua aparência tem um papel importante na primeira impressão dos outros sobre você.

Embora os rituais de beleza das mulheres possam ser um tanto complexos, tudo o que você precisa fazer (como homem) é manter uma higiene básica e vestir roupas limpas e bem arrumadas, que se adequem às ocasiões.

Nada impede, muito pelo contrário, que você cuide da sua pele e do seu corpo. Hoje o mercado está repleto de produtos específicos para os cuidados pessoais do homem

  • Se tiver pelos faciais, mantenha-os raspados, assim com os pubianos. Isto é fundamental para manter uma boa higiene.
  • Vista roupas limpas e de boa aparência, e garanta que sejam adequadas para a ocasião.

MANTENHA-SE INFORMADO

Atualize-se sobre o mundo à sua volta. No entanto, em vez de preencher a mente com informações relativamente inúteis, concentre-se nas pessoas e nos eventos que realmente importam. Isso pode exigir que você sacrifique um pouco do tempo que dedica a esportes ou jogos para aprender mais sobre o estado atual das políticas estrangeiras, ou o efeito econômico gerado pelos últimos desastres naturais.

  • Você precisará entender o mundo em que vive se quiser funcionar nele da melhor maneira possível.
  • É claro que isso não significa que você não possa se dedicar a hobbies e interesses. Essas coisas são importantes, já que ajudam você a relaxar e recarregar as energias. Basta aprender a priorizar a atenção e a aproveitar os hobbies sem deixar que eles controlem a sua vida.

LIMPE OS LOCAIS ONDE VOCÊ VIVE E TRABALHO

Há um motivo por trás da notória fama de desleixados atribuída a homens solteiros. Desafie esse estereótipo e mantenha o seu espaço pessoal em uma condição de relativa limpeza. Não é necessário ser perfeito, mas você provavelmente deva se certificar de que pode, ao menos, olhar para baixo e ver o chão, em vez de pilhas de roupas sujas e embalagens vazias.

SEJA RESPONSÁVEL COM O DINHEIRO

Dívidas podem ser um peso enorme, e ter várias delas fará com que as instituições financeiras se recusem a fazer empréstimos caso você precise bancar as mensalidades de escola/faculdade, carros novos e moradias melhores. Em resumo, ser uma pessoa financeiramente irresponsável impedirá que você avance na vida.

  • Não gaste o dinheiro que você não tem e economize o dinheiro que recebe. Investir com sabedoria ou guardar uma parte do salário na conta bancária poderá dar a você uma boa estabilidade financeira em épocas difíceis.

EXPERIMENTE ALGO NOVO

O segredo de ter uma vida interessante é fazer coisas interessantes. Desafie-se a aprender algo novo ou a conhecer um lugar que nunca tenha visitado.

  • Encontre uma coisa que lhe interesse e aprenda mais sobre ela. Isso pode envolver fazer algo mental (como estudar um novo idioma) ou algo físico (como aprender a lutar krav-magá).

PENSE ANTES DE AGIR

Embora a “síndrome da língua maior que a boca” possa afetar tanto os homens quanto as mulheres, os homens têm uma fama de se encrencarem mais por isso.

Não importa se isso é ou não justo; você deve sempre se esforçar para pensar por alguns segundos sobre as coisas que pretende dizer ou fazer antes de seguir adiante

  • Ter a “cabeça quente” costuma ser uma característica masculina; no entanto, isso não é algo sábio. Embora você não deva ter medo de tomar atitudes, reconheça que alguns impulsos não são necessariamente bons. Uma breve avaliação deve ser suficiente para que você determine se é ou não seguro prosseguir.
  • Por exemplo: se a sua primeira reação for insultar um colega de trabalho ou subordinado por um pequeno erro cometido, será bom para todos se você parar, questionar o seu impulso e escolher uma maneira melhor de lidar com o problema.

ADOTE UMA ATITUDE ALTRUÍSTA

Busque as melhores atitudes para todas as pessoas envolvidas, mesmo que você tenha de se sacrificar um pouco para isso. Ao demonstrar a sua disposição para colocar os outros antes de si mesmo, passará a mensagem de que você é confiável.

  • A compaixão não vem tão facilmente para muitos homens, e é fácil perder as outras pessoas de vista quando você se concentra somente nos próprios objetivos. Mesmo assim, é importante persistir nos seus esforços para alcançar as necessidades (óbvias e não tão óbvias) das outras pessoas.
  • É claro que isso não significa que você deva sacrificar o respeito próprio. Há uma linha tênue entre se sacrificar pelos outros e deixar que os outros abusem de você. Enquanto a primeira é uma opção, a segunda é forçada sobre você e, geralmente, as pessoas a aceitam sem questionamento.

AJA COM SINCERIDADE

Trate as pessoas com a mesma atitude genuína com a qual você gostaria de ser tratado. Seja fiel a si mesmo e permita que essa sinceridade seja exposta em meio às suas interações diárias.

  • Tente não fazer nem dizer coisas da boca para fora, mesmo que você esteja tentando apaziguar os sentimentos de alguém ou aliviar uma situação desagradável. Ser flagrado dizendo algo insincero fará com que as pessoas deixem de confiar em você, o que pode fazer com que ter um relacionamento pessoal e profissional bem-sucedido com os outros seja difícil.
  • Aqui, tome duas atitudes: pare de contar “mentiras brancas” e cumpra todas as promessas que fizer (a menos que uma emergência verdadeira e inevitável o impeça de fazê-lo).

CUMPRA AS OBRIGAÇÕES FAMILIARES

Você pode ter de exercer vários papéis na sua família ao longo da vida: filho, irmão, marido ou pai; você pode ter relacionamentos importantes com parentes mais distantes; pode ver os amigos como uma família, embora não haja laços de sangue. Independentemente da situação, é preciso que você se certifique de que possa cumprir as responsabilidades exigidas pelo seu “papel”.

  • Tanto os homens quanto as mulheres precisam se envolver com as suas famílias de modo igual. No entanto, embora isso seja uma expectativa imposta sobre as mulheres, a sociedade não costuma fazer o mesmo com os homens. Por exemplo: uma mãe de família que trabalhe pode ser questionada quanto à forma com que ela equilibra a carreira e a família, enquanto um pai de família que trabalhe não passa por isso.
  • Ao se esforçar para cumprir as obrigações em família, você poderá melhorar os seus relacionamentos, além de aprimorar o seu caráter moral. As famílias são postas à prova ao longo de toda a vida, e tratar bem os parentes lhe ensinará a tratar as pessoas externas com o mesmo carinho.

TRATE AS MULHERES COM RESPEITO  

Ao contrário da crença popular, babacas não conquistam mulheres, pelo menos, não quando a mulher tem um mínimo de respeito próprio.

Se você ainda não agir assim, deverá parar de tratar as mulheres como objetos e começar a vê-las como seres humanos.

DÊ O PRIMEIRO PASSO  

Em qualquer situação social, deve haver uma pessoa que diga: “Vai”. Não tenha medo de assumir esse papel. Comece fazendo escolhas e criando planos e supere as objeções conforme elas surgirem, em vez de se preocupar com elas de antemão.

  • O “mundo romântico” oferece o exemplo mais óbvio. Se você quiser chamar uma mulher para sair, chame-a. Você pode ser rejeitado; no entanto, mesmo que isso aconteça, a rejeição pelo menos libertará a sua atenção e permitirá que você procure pessoas em outro lugar.
  • Como um exemplo não romântico, considere a dinâmica entre você e os seus amigos. Em vez esperar que eles o convidem para as coisas, comece a ir atrás deles e fazer os convites por conta própria.

ACEITE AS PESSOAS COMO ELAS SÃO

Nem todas as pessoas se dão bem umas com as outras, mas você provavelmente poderá tolerar a maioria delas se puder vê-las sob uma lente objetiva.

  • Ninguém tem uma história exatamente igual à sua ou está vivendo as mesmas circunstâncias que você; assim, ninguém pensará exatamente como você pensa. Ademais, cada pessoa está em um estágio diferente do crescimento pessoal. Se examinar o seu passado, você provavelmente poderá se lembrar de um período da sua vida do qual não se orgulha.
  • Quando aprender a aceitar os pontos fortes e fracos das outras pessoas, você poderá começar a influenciá-las com uma preocupação genuína, em vez de apenas fazer críticas severas.

DEMONSTRE GRATIDÃO

Tornar-se um homem melhor requer muito trabalho, e você deve se orgulhar das próprias conquistas. No entanto, também deverá reconhecer a ajuda que receber dos outros. Seja grato internamente por esse auxílio e, sempre que possível, compartilhe essa gratidão externamente com as pessoas.

17/07/2017 Posted by | Ética, Bem Estar, Boa Aparência, Cuidados Pessoais, Desenvolvimento Pessoal, Elegância, Equilibrio, Estilo, Etiqueta, Homem de Caráter, Lembranças do Dia, Saúde | Deixe um comentário

Você atrai o que você é

Quem nós pensamos que somos está intimamente ligado a como nos consideramos tratados pelos outros. Muitas pessoas se queixam de que não recebem um tratamento bom o bastante. “Não me tratam com respeito, atenção, reconhecimento, consideração. Tratam-me como se eu não tivesse valor”, elas dizem. Quando o tratamento é bondoso, elas suspeitam de motivos ocultos. “Os outros querem me manipular, levar vantagem sobre mim. Ninguém me ama.”

Quem elas pensam que são é isto: “Sou um pequeno eu’ carente cujas necessidades não estão sendo satisfeitas.” Esse erro básico de percepção de quem elas são cria um distúrbio em todos os seus relacionamentos. Esses indivíduos acreditam que não têm nada a dar e que o mundo ou os outros estão ocultando delas aquilo de que precisam. Toda a sua realidade se baseia num sentido ilusório de quem elas são. Isso sabota situações, prejudica todos os relacionamentos. Se o pensamento de falta – seja de dinheiro, reconhecimento ou amor – se tornou parte de quem pensamos que somos, sempre experimentaremos a falta.

Em vez de reconhecermos o que já há de bom na nossa vida, tudo o que vemos é carência. Detectarmos o que existe de positivo na nossa vida é a base de toda a abundância. O fato é o seguinte: seja o que for que nós pensemos que o mundo está nos tirando é isso que estamos tirando do mundo. Agimos assim porque no fundo acreditamos que somos pequenos e que não temos nada a dar.

Se esse for o seu caso, experimente fazer o seguinte por duas semanas e veja como sua realidade mudará: dê às pessoas qualquer coisa que você pense que elas estão lhe negando – elogios, apreço, ajuda, atenção, etc. Você não tem isso? Aja exatamente como se tivesse e tudo isso surgirá. Logo depois que você começar a dar, passará a receber. Ninguém pode ganhar o que não dá. O fluxo de entrada determina o fluxo de saída. Seja o que for que você acredite que o mundo não está lhe concedendo você já possui. Contudo, a menos que permita que isso flua para fora de você, nem mesmo saberá que tem. Isso inclui a abundância. A lei segundo a qual o fluxo de saída determina o fluxo de entrada é expressa por Jesus nesta imagem marcante: “Dai, e dar-se-vos-á.

Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada, sacudida e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.” A fonte de toda a abundância não está fora de você. Ela é parte de quem você é. Entretanto, comece por admitir e reconhecê-la exteriormente. Veja a plenitude da vida ao seu redor. O calor do sol sobre sua pele, a exibição de flores magníficas num quiosque de plantas, o sabor de uma fruta suculenta, a sensação no corpo de toda a força da chuva que cai do céu. A plenitude da vida está presente a cada passo. Seu reconhecimento desperta a abundância interior adormecida. Então permita que ela flua para fora. Só fato de você sorrir para um estranho já promove uma mínima saída de energia. Você se torna um doador. Pergunte-se com frequência: “O que posso dar neste caso?

Como posso prestar um serviço a esta pessoa nesta situação? Você não precisa ser dono de nada para perceber que tem abundância. Porém, se sentir com frequência que a possui, é quase certo que as coisas comecem a acontecer na sua vida. Ela só chega para aqueles que já a têm. Parece um tanto injusto, mas é claro que não é. É uma lei universal. Tanto a fartura quanto a escassez são estados interiores que se manifestam como nossa realidade. Jesus fala sobre isso da seguinte maneira: “Pois, ao que tem, se lhe dará; e ao que não tem, se lhe tirará até o que não tem.

Eckhart Tolle

17/07/2017 Posted by | Desenvolvimento Pessoal, Espiritualidade, Psicologia | Deixe um comentário