PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Livre do Stress

 Com a agitação que vivemos no dia a dia, falta tempo e muita paciência para lidar com os fatos que não estão sob nosso controle. A correria de trabalho, as horas perdidas no trânsito e obrigações familiares tem forte influência sobre a saúde do nosso corpo e mente. Por isso, é preciso ficar atento… conheça as atividades, os alimentos e medidas necessárias que não devem ficar de fora do seu cotidiano para reduzir o nível de estresse.

“O estresse, reação do organismo a influências nocivas de ordem física, psíquica ou infecciosa, capazes de perturbar o equilíbrio interno do ser humano, é considerado como a doença dos tempos modernos. Dentre os fatores mais importantes como a correria do dia a dia, a instabilidade profissional, o trânsito caótico e a violência dos grandes centros desencadeiam um turbilhão de pensamentos diversificados; a mente não consegue acompanhar esse acúmulo de informações, o corpo reage de maneira prejudicial à saúde física e emocional, causando o conhecido estresse”, explica a psicoterapeuta e diretora do Instituto de Terapia Avançada AMO, Maura de Albanesi.

Características do estresse…
 Dores de cabeça;
 Cansaço e esquecimento;
 Tristeza e angústia;
 Batimentos cardíacos acelerados e aflição;
 Mau humor e choro sem motivo;
 Medo e pânico;
 Músculos doloridos ou mãos frias e úmidas.
 Alterações no apetite.
Para manter uma vida saudável e equilibrada, é preciso cultivar hábitos que contribuam para o bom funcionamento físico e emocional do corpo. Isso porque o estresse pode ser responsável por inúmeras doenças, como aumento de pressão arterial, colesterol, gastrite, úlcera e até infartos e derrames.

“Uma dieta balanceada aliada a uma rotina de atividades prazerosas (como um novo hobby, aprender dança de salão, uma boa leitura, enfim, tudo que seja agradável para cada indivíduo) com certeza irá suprir todos os nutrientes necessários para nos alimentar e também equilibrar o emocional”, comenta a nutróloga, cosmiatra e professora de Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Mercedes Granja.

Hábitos que você deve ter…
 Organizar seus dias com horários para dormir, se alimentar, trabalhar e aliar o tempo de lazer;
 Tirar meia hora no começo de cada dia para tomar um bom café da manhã, pois é nesse período que o corpo necessita de energia extra para iniciar seu funcionamento
 Exercícios físicos regulares, durante 30 minutos, de 4 a 6 vezes na semana;
 Atividades alternativas como ioga, meditação ou massagens relaxantes;
 Tentar descobrir que situação ou fato mudaram o seu humor em um determinado momento e fazer uma auto-análise, diminuindo mentalmente a importância do ocorrido;
 Banhos de imersão e chás herbais (camomila, erva doce, capim-cidreira e hortelã).

Curiosidade…
Você sabia que existe relação entre os alimentos e a saúde? Ou seja, uma boa dica é manter uma dieta balanceada. Conheça os alimentos ricos em substâncias bioativas e probióticos, que equilibram as reações metabólicas do organismo. Aposte na tabela abaixo!

Alimentos

Funções no organismo

Abacate A combinação das gorduras regulariza a produção do hormônio cortisol, que se encontra elevado nas situações de estresse físico e emocional.
Carboidratos Os carboidratos são absorvidos rapidamente pelo organismo, provocando o aumento da liberação de insulina, que aumenta a produção e a atividade da serotonina, substância que causa bem-estar. Podem ser encontrados nas massas, batatas, arroz e pães.
Chocolate Rico em polifenol, substância que traz benefícios à saúde, como a redução da pressão alta e o aumento dos níveis de serotonina no cérebro, hormônio relacionado ao prazer. Porém, é importante prestar atenção nas quantidades consumidas deste alimento, pois o excesso pode causar efeitos maléficos ao organismo; é indicada a ingestão de seis gramas diárias de chocolate amargo, o equivalente a trinta calorias.
Maracujá Fruta de onde é extraída a passiflorina, fitoterápico popular que combate o nervosismo. Deve ser ingerida ao natural em vez do suco.
Proteínas e seus aminoácidos As proteínas e aminoácidos aumentam a produção dos neurotransmissores serotonina, dopamina e a noradrenalina, responsáveis pelo bem-estar e equilíbrio emocional. São fontes destas substâncias o grão-de-bico, feijões, ervilha, carnes, peixes, ovos, leite e derivados.
Pistache Semente muito consumida no Oriente Médio, rica em vitamina B1 (tiamina) que aumenta a produção dos neurotransmissores e em fitosterol que atua no aproveitamento da glicose sanguínea como energia disponível para as células.
Vitamina C Frutas cítricas, além da acerola, caju, goiaba, pimentão verde, salsa, kiwi, couve e morango, são responsáveis por combater os radicais livres que muitas vezes desequilibram a produção dos neurotransmissores cerebrais, tornando o organismo mais suscetível às instabilidades emocionais decorrentes do estresse.
Vitaminas do complexo B A mais importante para o combate ao estresse é o ácido fólico, encontrado nos brócolis, cogumelos, tomate e rúcula. A vitamina B6 atua aumentando o aproveitamento dos carboidratos na formação dos neurotransmissores e pode ser consumido na banana, abacate, batata e do milho. Encontrada em ostras, mariscos e carne vermelha magra, a vitamina B 12 combate a anemia, o cansaço e o desânimo desenvolvidos pelo estresse.
Minerais Os minerais como o magnésio, selênio e cobre, presentes no grupo das oleaginosas, melhoram bastante o aporte e energia para o cérebro, aumentando sua capacidade e combatendo a apatia. Portanto, as amêndoas, castanhas, amendoins e as sementes, em geral, não podem faltar à mesa de quem quer melhorar o humor.
Anúncios

29/06/2011 Posted by | Bem Estar | Deixe um comentário

Lançamentos

 Gran Reserva Montecristo No 2 – Um dos lançamentos mais esperados do ano, o Gran Reserva de Montecristo No. 2 tem uma produção limitadíssima. São apenas cinco mil caixas com 15 unidades dentro, mostrando toda a exclusividade desse charuto. Até hoje apenas a marca Cohiba tinha uma vitola com a classificação Gran Reserva, título que garante sabor único, hermonioso e consistente, como descreve a própria Habanos S.A. Os charutos tem vitola 52, 15,6 cm de comprimento e são feitos com as melhores folhas de tabaco da plantação de Vuelta Abajo do ano de 2005, uma experiência verdadeiramente especial para os apreciadores!

Cohiba 1966 – Para celebrar os 45 anos da marca preferida de Fidel Castro, a Cohiba lançou a Edición Limitada Cohiba 1966. Com 16,5 centímetros e vitola 52, o charuto tem sabor complexo e terroso, e foi produzido com as primeiras folhas de tabaco da produção do ano passado de Vuelta Abajo, passando por três fermentações em barris que garantem um aroma mais suave.

Partagas Serie D No 5 – Com mais de 160 anos de tradição no mundo do tabaco, a marca Partagas lança seu Partagas Serie D No 5, apelidado de ‘Half Corona’. Com capa escura e oleosa, o charuto tem sabor poderoso, profundo e adocicado. Por ser mais curto – ele tem 11 cm de comprimento e vitola 50 – o D-5 é ideal para fumadas mais rápidas e já busca a posição de preferidos de novos apreciadores do prazer de fumar um bom puro.

Todos os charutos estarão disponíveis nas melhores tabacarias entre a partir de julho.
www.habanos.com

29/06/2011 Posted by | Tabaco | Deixe um comentário

Vinhos Bag-In-Box

No começo foram as rolhas sintéticas e as capsulas Stelvin, mais conhecidas como screw caps ou tampas de rosca. Elas surgiram com o objetivo de diminuir o tremendo prejuízo que as vinícolas mundiais vinham sofrendo com a contaminação das rolhas de cortiça pelo TCA. Esse composto químico que inutiliza qualquer vinho, mesmo os mais caros, se caracteriza pela persistência do odor e gosto de mofo no copo. Indiretamente a nova vedação também acabou diminuindo os custos pela eliminação da rolha tradicional em vinhos mais baratos. No início houve restrições quanto ao uso dessa modalidade de fechamento, mas não por razões técnicas. O principal argumento era a falta do charme e ausência do ritual que envolve o desarrolhar de uma garrafa em certas ocasiões. Com o tempo a novidade acabou sendo bem aceita até para vinhos de qualidade superior.

Mais recentemente apareceu no mercado brasileiro outra novidade: vinhos em caixas de papelão corrugado. Ao contrário da vedação esse método de embalagem tem sido mais difícil de aceitar, pois desde o século 18 os vinhos sempre foram engarrafados. Aos que imediatamente rejeitam a ideia por associá-la a outros produtos como leite e sucos, é preciso esclarecer que não se trata de uma caixa tipo Tetra Pak e sim uma engenhosa invenção para ser adotada em algumas situações até com vantagens sobre a garrafa. A embalagem chamada Bag-in-Box consiste, como o próprio nome diz, de uma bolsa numa caixa. A bolsa é feita com diferentes camadas de filme plástico flexível onde o vinho é contido sem contato com o ar. À medida que é servido por uma torneirinha na parte inferior da caixa, a bolsa vai se desinflando em torno do conteúdo remanescente.

Como o oxigênio não atinge o vinho, qualquer que seja sua quantidade na bolsa, a oxidação é mínima e o vinho pode ser consumido sem perda da qualidade original por até seis semanas depois da abertura. A capacidade das caixas é superior ao conteúdo das garrafas normais, sendo três e cinco litros as mais comuns. Seu formato retangular permite empilhamento, são fáceis de manusear e além de tudo recicláveis. Muitos produtores estão preferindo esse tipo de solução para vinhos mais simples, pois o preço é 30% inferior ao da garrafa de vidro. Além de leves e mais seguras para transportar, também não estão sujeitas ao TCA. Para resfriar rapidamente vinhos brancos, a bolsa pode ser retirada da caixa e colocada em balde de água gelada. Na temperatura correta retorna à caixa para ser servido.

Como a bolsa não é totalmente hermética, os vinhos Bag-in-Box não servem para guarda e devem ser consumidos dentro do tempo prescrito na embalagem, normalmente até nove meses. Porém, isso não impede que seja utilizado com sucesso em várias situações. Em casa, por exemplo, como vinho para o dia a dia, mais de uma caixa pode ser “aberta” simultaneamente para servir pequenas doses ou maiores quantidades em festas familiares. Os restaurantes mais simples poderão servir vinhos em taça sem risco de oxidação, ao contrário dos que permanecem nas garrafas abertas. Nas cozinhas – neste caso sem restrições de padrão – contarão sempre com vinhos frescos para uso na panela em receitas mais sofisticadas. Outras ocasiões também devem existir, mas longe de afetar o mercado dos tradicionais vinhos em garrafa.

29/06/2011 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário

Seu corpo fala

Como já aprendemos na escola ou em documentários de TV, muitos animais praticam a dança do acasalamento para chamar atenção do sexo oposto. O ser humano não tem exatamente isso, mas existe a linguagem corporal que muitas vezes diz mais do que qualquer palavra ou cantada. Afinal, os gestos refletem o que se está sentindo ou como nos comportamos em determinadas situações, principalmente quando se fala em relacionamentos. 
Mas a linguagem corporal não é única e numerável, ela sofre influências culturais, estaduais, sociais e ambientais. Saber e perceber esses fatores culturais, sociais, comportamentais e psicológicos criam uma boa base de leitura corporal. Sem qualquer raciocínio lógico, ela é uma ferramenta de comunicação que pode ser tão poderosa quanto o poder da palavra, simplesmente porque ela cria uma ligação com informações ocultas.
A leitura corporal é mais acentuada no sexo feminino. O homem busca ser o receptor da linguagem corporal e as mulheres buscam ser as emissoras. Psicólogos especialistas em relacionamento já fizeram muitas análises sobre isso. Alguns se arriscam a dizer que as mulheres possuem 52 gestos que demonstram interesse em um homem, enquanto os homens teriam apenas 10 indícios. Esta realidade é mais intensa na vida social e inibida na vida profissional que limita a linguagem corporal involuntária. A leitura corporal é usada em situações criticas ou arriscadas, onde as decisões sofrem fortes influências da falta de informação. Muitos especialistas definem a leitura corporal como a linguagem esquecida que busca uma comunicação com alguém que não conhecemos, mas nos avalia, nos conquista e sempre resulta em duas frases; “eu te amo” ou “você está contratado”.

Tem pessoas que acreditam e se interessam por todos esses estudos, que rendem muitos títulos de livros. Outros que dizem que já tentaram usar esse conhecimento e não deu certo. E outros que só de ouvir falar, já falam que é besteira.
Mas como é um assunto no mínimo intrigante, vale a curiosidade de pelo menos dar uma lida nessas tais dicas e interpretações. Lembrando que é sempre necessário o bom senso, afinal, vão ter vezes que a mulher vai mexer no cabelo, mas não vai significar nada, era só porque estava incomodando o rosto dela.

Confira o que podem significar alguns dos gestos e movimentos inconscientes que emitem sinais indicando as chances de conquista durante o ritual de sedução:

O QUE AS MULHERES FAZEM.

ESTOU INTERESSADA/ CONTINUE FALANDO
Ela passa os dedos pelos cabelos dela
Olhar lateral
Contato visual interrompido por ela, olhando primeiro para baixo e depois para o lado
Corar ao perceber que está sendo observada
Ficar encarando você
A postura dela muda
Ajeita-se toda hora
Vira o corpo em direção a você
Inclina a cabeça
Imita os seus gestos
Copia a sua postura
Pupila dilata, olhos brilham
Passa a língua pelos lábios
Abaixa o drinque
Distância inferior a 1 metro
Não deixar que o Intervalo de silêncio ultrapasse 3 segundos
Ela se toca de maneira delicada
Faz carícia em outros objetos
Cruza e descruza as pernas
Balança os sapatos na ponta dos dedos
As mãos nunca tocam o rosto
Toca em você por qualquer razão

NÃO ESTOU INTERESSADA/ CAIA FORA / MUDE A ESTRATÉGIA

Nunca olhar para você
Contato visual interrompido por ela, olhando para outro lado rapidamente
A postura não muda
Não se ajeita
Vira o corpo em outra direção
A cabeça permanece vertical
Olhos ficam normais
Cara neutra e educada
Mantém a boca fechada
Tensa e estressada
Mantém o drinque alto
Quando se toca, o faz se apertando ou beliscando
Aperta ou bate em objetos
Pernas permanecem cruzadas
Toca o resto
Nunca toca em você
Inclina-se para trás
Braços cruzados, na defensiva, colocando uma barreira

O QUE OS HOMENS FAZEM

– Ele vai abrir as pernas quando estiver sentado na sua frente para permitir a visão da área peniana.
– Coloca as mãos no quadril dando ênfase ao físico, sugerindo que ele está de bem com o próprio corpo.
– Vai fazer a posição de cowboy: dedos presos no cinto, apontando para a genitália, pernas abertas na mesma distância dos ombros e cabeça inclinada para o lado.
– Ele vai tocar no rosto muitas vezes enquanto olha para você, numa combinação de excitação, vaidade e auto-erotismo
– Vai começar a girar o copo ou a lata que estiver à mão.
– Vai se espremer na ponta da cadeira para ficar mais perto de você
– Enquanto estiverem andando ele vai dirigir os seus passos ao colocar o mão no seu cotovelo, como uma forma de tomar conta de você

Isso tudo são apenas suposições que podem funcionar ou não, afinal, as pessoas são diferentes e não existem muitas regras. Mas qualquer ajuda sempre vale a pena para testes e quem sabe, ótimos resultados. O principal segredo é se sentir confiante e não duvidar do seu poder de sedução, nunca.

26/06/2011 Posted by | Sexo | Deixe um comentário

Vencendo a si mesmo

Nossos sonhos não são apenas sonhos.
Podemos vencer, desde que nossa vitória seja sempre sobre nós mesmos.

Podemos competir, desde que seja sempre com o objetivo de crescimento, de consciência, de paciência e de luz. Como nenhum ser humano é igual ao outro, logo não há como competir com ninguém de fora, porque não existe ninguém igual a você ou a mim, ou a qualquer outro. Cada ser humano é único na existência. Portanto, você e eu podemos competir, mas dentro de nós mesmos, com aquela parte nossa insidiosa, estranha, chamada então pelos orientais de ego. Aquela parte inferior de nossa personalidade, que teima em levar o nosso humor para baixo, que teima muitas vezes em carregar o nosso coração para as águas turvas da obsessão e da depressão.

Essa é a competição que interessa para cada um de nós: Vencer a nós mesmos!
A grande vitória é essa. Sem essa vitória tudo o mais é derrota. Porque é possível vencer os outros esmagando-os, mas isso não é vitória. Isso é aquilo que os homens da Terra fazem buscando galardões, medalhas, posição e poder. Entretanto, onde está nisso a felicidade?

Sucesso, poder, nada disso é felicidade. Felicidade é estado íntimo, é contentamento, é equilíbrio, é amor. E quem poderá dar para você o que só você mesmo pode alcançar por equilíbrio e estado íntimo de consciência? Portanto, sua batalha nunca foi e nunca será com ninguém, mas apenas com você mesmo aí dentro.

O poder não existe, na verdade o que existe é a ilusão do poder. O que existe realmente é você aí dentro, eterno, imperecível. E que precisa tomar posse dos potenciais divinos que você carrega latentes dentro de você mesmo.
Assumir sua posição de consciência imortal, mesmo dentro do corpo temporário, mas ainda consciência imortal, sempre…

Sua vitória é sobre você mesmo. E não adianta pisar nos outros tentando o poder. Não adianta passar os outros para trás, pois no final será você mesmo o derrotado da historia. A única vitória que interessa é a vitória sobre você mesmo. Essa batalha é sua, e ninguém poderá vencer o caminho que é só seu. E que é dentro de você, sempre será.

E por toda a eternidade por onde você for, você estará acompanhado de você mesmo aí por dentro. Portanto, para estar em boa companhia no futuro, melhore agora; cresça agora; e caminhe com dignidade. Sempre para a frente, buscando o melhor, ainda com defeitos sim, mas tentando trabalhar isso, tentando ir para frente, pois o grande vencedor é aquele que vence a si mesmo!

26/06/2011 Posted by | Autoconhecimento | Deixe um comentário

Cuidados com a saúde devem ser reforçados no começo do inverno

Com o começo do inverno na terça-feira (21), nós devemos  estar preparados para o frio mais intenso e suas consequências para a saúde.

De acordo com o meteorologista Hamilton Carvalho, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) a característica do inverno no Brasil muda de acordo com a região.

“No Nordeste o inverno é chuvoso. Já no Sul, Sudeste e Centro-Oeste o clima é frio e sem chuvas. Porém, o Centro-Oeste sofre ainda pelo clima seco que afeta a região”.

A diminuição da umidade relativa do ar, a queda da temperatura e os ventos frios são os principais causadores de gripes, resfriados e alergias nesta estação.

Para Ricardo Martins, professor de pneumologia da UnB (Universidade de Brasília), o principal cuidado é se agasalhar, manter uma boa alimentação e ingerir mais líquidos em localidades onde o clima é seco. “É importante que as pessoas usem sempre agasalhos para manter a temperatura do corpo em um nível ideal, mesmo na prática de exercícios. Os alimentos ajudam na temperatura corporal e também é importante o uso de vacinas contra a gripe”.

Também são recomendados outros cuidados, como evitar lugares fechados, úmidos e com grande aglomeração de pessoas. “Esses lugares devem ser evitados principalmente por pessoas que apresentam doenças respiratórias, pois a época é característica deste tipo de doença”.

26/06/2011 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Literatura em Festa

Consolidada no calendário mundial como um dos mais importantes eventos de literatura, a Feira Literária de Paraty (FLIP) chega a sua nova edição fazendo uma homenagem ao autor brasileiro Oswald de Andrade, um dos idealizadores da Semana de Arte Moderna de 22. 29 autores de 13 nacionalidades se reúnem de 6 a 10/7 para discutir poesia, ciência, religião, jornalismo literário, crítica musical, quadrinhos, contos, arte contemporânea e história.

Diferente da edição do ano passado, que foi marcada pelo traço acadêmico, a FLIP 2011 investe forte na ficção. O crítico Antônio Cândido faz a conferência de abertura do evento, falando sobre Oswald de Andrade, e um dos principais nomes internacionais que prestigiam a feira literária é o escocês David Byrne. Músico da banda Talking Heads e escritor, Byrne vem ao Brasil falar sobre seu último livro, ‘Diários de Bicicleta’, e sobre essa ‘vida dupla’ no mundo do entretenimento.

Outros destaques incluem o escritor norte-americano James Ellroy – um dos principais autores de livros policiais, com sucessos como Dália Negra e Los Angeles Cidade Proibida – que escolheu a FLIP para lançar seu novo livro. Nas Tendas de Autores participam importantes nomes da literatura brasileira, como João Ubaldo Ribeiro e Ignácio Loyola Brandão, além da presença do italiano Antonio Tabucchi, o americano David Remnick, o português Valter Hugo Mãe e a argentina Póla Oloixarac, entre outros.

Nos tradicionais debates promovidos pela feira, a mesa ‘O humano além do humano’, conta com a presença do neurocientista Miguel Nicolelis e do filósofo Luiz Felipe Ponde, discutindo divergências e confluências entre ciência, filosofia e arte. O show de abertura traz José Miguel Wisnik, Celso Sim e Elza Soares, e o encerramento será marcado pelo espetáculo ‘Macumba Antropófoga’, encenado pelo Tetro Oficina Uzina Uzona. Obrigatório para os amantes das letras!

Serviço:
Para informações sobre a FLIP, acesse www.flip.org.br
Para a compra de ingressos, acesso www.ticketsforfun.com.br

22/06/2011 Posted by | Cultura | Deixe um comentário

Sexo: o que os homens e as mulheres querem?

Sexo é, sem dúvida alguma, um dos assuntos que mais despertam o interesse das pessoas. Se fizermos uma rápida busca pela palavra na Internet, nos depararemos com quase 65 milhões de resultados, isso apenas na língua portuguesa. Vídeos de sexo, notícias sobre sexo, dicas sobre sexo, informações científicas sobre sexo… Tudo isso indica que as pessoas estão muito interessadas no tema.

Embora esteja diretamente associado ao prazer, o sexo frequentemente é fonte de desentendimentos. Esses desentendimentos costumam ser bastante relatados . Em sua grande maioria, trata-se de mensagens mulheres que se queixam de homens que “só querem sexo”. Para estas mulheres, a proposta, deles, de ter relações sexuais no primeiro encontro (ou em um dos encontros iniciais) é interpretada como falta de interesse em um relacionamento sério. Em seu pensamento, se eles querem fazer sexo, é porque não querem ter um compromisso. Será?

Usando a expressão da escritora Thalita Rebouças, homens e mulheres são “feitos de tipos de massinha diferentes”. Isso não significa, no entanto, que os dois gêneros sejam completamente diferentes e que o entendimento entre ambos não seja possível. Significa apenas que homens e mulheres têm maneiras distintas de pensar diferentes assuntos, sendo o sexo um destes. Aproveito e faço uma ressalva importante: quando me refiro a “homens” ou a “mulheres”, evidentemente estou fazendo generalizações. Não quero sugerir que todos os homens ou todas as mulheres pensem da forma X ou Y. As pessoas são diferentes e têm modos diversos de pensar, independentemente de seu gênero. Acontece, no entanto, que estamos inseridos dentro de uma mesma cultura, em que homens e mulheres têm determinados papéis, e por isso a cada gênero são ensinados certos tipos de valores.

Feita a ressalva, voltemos ao nosso assunto. Homens e mulheres têm modos distintos de pensar o sexo e de lidar com ele. Mas se os pensamentos são tão diferentes, como pensam homens e mulheres sobre o sexo? Vejamos.

As mulheres e o sexo Em geral, para a mulher, o sexo está atrelado ao sentimento. Para ter relações sexuais com um homem, é preciso sentir algo por ele, ter algum envolvimento, ter ao menos iniciado algum tipo de relacionamento mais sério. Para muitas mulheres, fazer sexo é dar um passo além em uma relação, torná-la mais profunda. Por esta razão muitas preferem não ter relações sexuais em um primeiro encontro. Se não conhecem bem o homem com quem estão saindo, não parecem ter um bom motivo para fazer sexo com ele.

Os homens e o sexo Para os homens, a coisa não se passa bem assim. Outro dia ouvi uma frase que tem muito a ver com o assunto e que faz todo sentido: “mulheres conhecem melhor e então fazem sexo. Homens fazem sexo para conhecer melhor”. Ou seja, o caminho é diferente, mas o fim é o mesmo. Grande parte dos homens não associa sexo a sentimento como as mulheres. Isso não significa que o sexo deles seja desprovido de sentimento, de modo algum. A questão é que eles não consideram o sentimento como um “pré-requisito” para fazerem sexo como muitas mulheres consideram. Para eles, o “pré-requisito” é desejar ter prazer, prazer este que pode levar ou não a um relacionamento mais sério.

O que fazer com as diferenças? Entendidas, em linhas bem gerais, as diferenças básicas entre o pensamento masculino e o feminino sobre o sexo, fica a dúvida: o que fazer para chegar a um entendimento? Para haver entendimento, é preciso que ambos os lados desejem se entender. E se entender não é equivalente a pensar igual. Vejo que a coisa se complica quando homens acham que mulheres devem pensar como eles, e vice-versa. Um lado pode até entender o do outro, o que não significa que o modo de enxergar essa ou qualquer outra questão vá necessariamente se modificar. Assim sendo, minha sugestão, para homens e mulheres, é que tentem ao menos entender o modo de o outro de pensar. Quando me refiro a entender, quero dizer que é preciso se colocar no lugar da outra pessoa e tentar se aproximar do modo como ela percebe o sexo. Não se trata, portanto, de julgar o outro de acordo com seus próprios parâmetros, pois esse seria um julgamento preconceituoso. Fora essa sugestão mais geral, tenho ainda outras específicas a cada gênero. Vamos a elas.

Para os homens Tenham a consciência de que, quando disserem ou insinuarem que desejam ter relações sexuais nos encontros iniciais, vocês podem ser interpretados pelas mulheres como pessoas interessadas apenas em sexo. Se a intenção for essa mesmo, não há nada a fazer. Caso contrário, é preciso ter sutileza e demonstrar, de todas as formas possíveis, que você não deseja somente uma transa e nada mais. É importante mostrar também que sexo não é sinônimo de falta de respeito e que você a respeitará caso ela queira e caso não queira ter relações. Obviamente nada disso deve ser mostrado ou dito apenas da boca para fora, sem que suas ações correspondam ao que você expressa.

Para as mulheres O fato de os homens não atrelarem sexo a sentimento não quer dizer que eles sejam todos uns insensíveis, interesseiros ou tarados. Pelo contrário, eles podem ser extremamente carinhosos, sensíveis e respeitosos na hora do sexo, que pode até dar origem a um relacionamento. Se eles querem ter relações sexuais nos encontros iniciais, isso não significa nem que eles querem apenas sexo e nem que o sexo vai fazer com que eles queiram se casar. Nem um extremo, nem outro. Uma coisa importante, de que muitas mulheres se esquecem, é que sexo faz parte da relação entre duas pessoas. Não é, portanto, um mero “acessório”. Por isso, é importante saber se há afinidade na cama. Afinal de contas, de que adiante estar apaixonada se, no sexo não há sintonia? Sendo assim, Sugiro que tentem não tratar o assunto como um tabu ou como algo secundário.

Finalmente… Dito tudo isso, espero que todas essas ideias que apresentei aqui sirvam para que homens e mulheres possam refletir sobre sua própria maneira de perceber o sexo e de lidar com ele na prática. Espero que se lembrem de tudo isso quando fizerem contatos no site e também nos encontros que marcarem. Boa sorte a todos e todas!

22/06/2011 Posted by | Sexo | Deixe um comentário

Citações da Semana # 26

“Para ser um homem é ser responsável … É sentir, ao estabelecer uma pedra, o que se está contribuindo para a construção do mundo.” -Antoine de Saint-Exupery
 
Em suas memórias 1939 Sand Wind, e Estrelas , o autor e aviador francês (que também escreveu O Pequeno Príncipe ) escreveu a linha acima sobre seu amigo Henri Guillaumet, também um aviador, e “um entre os homens ousados ​​e generosos que tinha tomado sobre si a tarefa de espalhar a sua folhagem em horizontes ousado e generoso “. Guillaumet foi um dos pilotos mais famosos de sua época, o acidente de avião na Argentina que causou Guillaumet ser temporariamente MIA (que quase o matou) solicitado Saint Exupery para procurá-lo, e mais tarde para escrever o livro a partir do qual esta linha vem .
 
 “A primeira mulher que amamos é o todo da feminilidade”. -Honore de Balzac
 
Sua Le Lys dans la Vallée ( O Lírio do Vale ; 1835), fazia parte de La Comédie humaine , o ciclo de romances em que ele é mais lembrado. Balzac usou a sua amante de uma só vez e patrono Laure Antoinette de Berny como inspiração para os juros da história de amor primário. Depois que ele escreveu sobre a morte de sua persona fictícia, de Berny morreu também, deixando o escritor esmagado e desanimado.
 
“O homem é a criatura de interesse e ambição … Mas toda a vida de uma mulher é a história dos afetos. O coração é o seu mundo.” Washington Irving-
 
No conto o autor do século 19 americano “The Broken Heart”, ele escreveu que um homem “busca pela fama, pela fortuna de espaço no pensamento do mundo, eo domínio sobre seus semelhantes.” E o amor “é apenas o embelezamento de sua infância, ou uma música canalizada nos intervalos dos atos.” Uma mulher, ao contrário, “envia suas condolências a aventura, ela embarca toda a sua alma no tráfego de afeto, e se náufragos, seu caso é sem esperança – porque é uma falência do coração.”
 
“Os homens de ação, sobretudo aqueles cujas ações são guiadas pelo amor, viver para sempre … A ação é a dignidade da grandeza.” Jose Marti-
 
Este poeta do século 19, estadista revolucionário, e jornalista é uma das figuras mais influentes na história da moderna Cuba, e da literatura latino-América. “Através de uma lei maravilhosa de compensação natural,” Marti escreveu: “aquele que dá de si mesmo cresce, e aquele que se volta para dentro e vive de pequenos prazeres, tem medo de compartilhá-los com os outros e só pensa avariciosamente de cultivar seus apetites perde sua humanidade e torna-se a solidão em si. Ele carrega em seu peito todos os monotonia do inverno. Ele se torna, de fato e na aparência de um inseto. “
 
 
 

22/06/2011 Posted by | Citações | Deixe um comentário

Licor Centenário

Benedictine é um dos mais famosos licores do mundo. Sua tradição, devido principalmente aos quinhentos anos de existência, também é mantida pelo aroma e sabor inigualáveis da bebida. Originalmente foi elaborado em 1510 por um monge beneditino veneziano que vivia no castelo fortificado dos Duques da Normandia em Fecamp. O licor continuou existindo por quase trezentos anos, até desaparecer na época da Revolução Francesa. Mais tarde, em 1863, um negociante de vinhos chamado Alexandre le Grand descobriu a receita original e voltou a produzir o licor que utiliza na sua composição cerca de 27 ervas e especiarias.

A receita é um segredo bem guardado, porém sabe-se que entre outros ingredientes contém hyssop – uma erva medicinal amarga e aromática – erva-cidreira, canela, chá, tomilho, coentro e noz-moscada. Após a infusão das ervas e especiarias em álcool, o licor passa por uma série de destilações antes de ser envelhecido em barricas de carvalho por dois anos. Quando terminado, o Benedictine apresenta uma cor característica de açafrão, sutil fragrância e grande finesse. Dificilmente outro licor combina essa origem monástica humilde com um produto de sabor tão refinado. O Champagne é outro bom exemplo de bebida requintada também criada por um monge beneditino.

Na Europa o Benedictine continua sendo um dos mais requisitados de todos os licores, mas no Novo Mundo mais pessoas o bebem engarrafado como B & B, uma combinação de Benedictine e Brandy. Esta inovação apareceu ao redor de 1937, quando um dos descendentes de le Grand ficou impressionado por um coquetel feito pelo barman chefe do famoso Club 21, em Nova York. Há poucos drinques mais agradáveis após o jantar que Benedictine ou B& B, ideais para beber puros ou sobre cubos de gelo como num coquetel.

Fazendo jus ao nome ‘le Grand’, Alexandre projetou um elegante palácio rococó para abrigar a destilaria. Quem viaja pela Normandia deve considerar uma visita ao palácio em Fecamp, que recebe mais de 100 mil visitantes por ano. Durante um tour guiado pode-se ver alambiques de mais de 150 anos ainda em uso, a sala das barricas onde o licor é envelhecido e a moderna galeria de arte que contém uma das maiores coleções mundiais de Juan Miró. De igual interesse são os posters, alguns dos quais anteriores a 1853.

22/06/2011 Posted by | Bebidas | Deixe um comentário