PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Mais ativos e inteligentes

Mais ativos e inteligentes

Exercícios físicos aumentam o volume do cérebro, estimulam a sensação de bem-estar e alteram, para melhor, o modo como pensamos e sentimos

A maioria das pessoas se sente bem depois de correr ou mesmo fazer uma caminhada leve. Há várias hipóteses, levantadas pela ciência e pelo senso comum, que explicam esse fato: o exercício físico ajuda a esquecer pequenas frustrações diárias, reduz a tensão muscular e estimula a produção de endorfinas. Mas talvez a maior razão de nos sentirmos tão bem quando o coração bate mais rapidamente e bombeia sangue por todo o corpo é que isso ativa o cérebro e seus intrincados circuitos – o que, segundo estudos recentes, é o maior benefício do exercício físico. O desenvolvimento de músculos e o condicionamento do coração e dos pulmões podem ser considerados apenas efeitos colaterais diante do potencial que a atividade física tem de nos tornar mais bem humorados e inteligentes.

Alguns benefícios da atividade física para o cérebro

1. Previne acidente vascular cerebral: o aumento da capacidade cardiorrespiratória reduz a pressão sanguínea do corpo em repouso, o que diminui o risco de acidentes vasculares cerebrais (AVC). A movimentação sintetiza proteínas, como o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF, na sigla em inglês), que estimula a produção de células endoteliais, que compõem o revestimento interno de vasos sanguíneos, tornando-os mais resistentes. O exercício desencadeia também a liberação do gás óxido nítrico, que dilata os vasos para permitir a passagem de um maior volume de sangue.

2. Reduz risco de demência: pesquisadores do Instituto Karolinska, na Suécia, acompanharam 1.173 pessoas com mais de 75 anos por quase uma década. Nenhuma delas tinha diabetes, mas as que possuíam altos níveis de glicose apresentaram uma probabilidade 77% maior de desenvolver Alzheimer. Conforme envelhecemos, os níveis de insulina caem e a glicose tem mais dificuldade para chegar às células e abastecê-las. O excesso de glicose não absorvida cria resíduos nas células, como os radicais livres, que danificam os vasos sanguíneos, colocando-nos em risco de desenvolver Alzheimer. No organismo em equilíbrio, a insulina age contra o acúmulo de placas amiloides, mas seu excesso contribui para o aumento das placas e a inflamação, danificando os neurônios ao  redor.

3. Melhora o humor: a maior produção de neurotransmissores, como a serotonina, e o aumento do número de sinapses previnem a atrofia do hipocampo, associada à depressão e ansiedade. Vários estudos relacionam a prática de atividade física regular à melhora do humor. Além disso, exercícios ao ar livre ou mesmo na academia de ginástica são boa oportunidade para interagir socialmente e fazer novos amigos; as relações sociais são importantes para a manutenção do humor e da autoestima, principalmente depois dos 60 anos.

4. Aumenta a motivação: a atividade física ativa a produção de dopamina, neurotransmissor responsável pelas sensações de prazer e motivação. Iniciar um programa de exercícios, aliás, é um desafio que demanda planejamento e autocontrole.

5. Promove a neuroplasticidade: atividades aeróbicas fortalecem as conexões neuronais e estimulam as células-tronco recém-nascidas a se dividir e se transformar em neurônios funcionais no hipocampo, o que previne o atrofiamento dessa área do cérebro relacionada à memória. Um cérebro ativado pelos exercícios favorece a neuroplascidade e a neurogênese, que é a formação de novos neurônios.

– John Ratey e Eric Hagerman

The most active and intelligent

Physical exercise increases brain volume, stimulate the sense of well-being and change for the better the way we think and feel

Most people feel good after running or even do a light walk. There are several hypotheses raised by science and common sense, that explain this fact: exercise helps to forget small daily frustrations, reduces muscle tension and stimulates the production of endorphins. But perhaps the biggest reason we feel so good when the heart beats faster and pumps blood throughout the body is that it activates the brain and its intricate circuitry – which, according to recent studies, is the greatest benefit of physical exercise. The development of muscles and conditioning the heart and lungs can be considered only on the potential side effects that physical activity must become more humorous and intelligent.

Some benefits of physical activity for the brain

1. Prevents stroke: increased cardiorespiratory reduces the blood pressure of the body at rest, which reduces the risk of cerebral vascular accidents (stroke). The movement synthesized proteins, such as vascular endothelial growth factor (VEGF, in its English acronym), which stimulates the production of endothelial cells, which form the lining of blood vessels, making them more resistant. The exercise also triggers the release of nitric oxide gas, which dilates blood vessels to allow passage of a larger volume of blood.

2. Reduces risk of dementia: researchers at the Karolinska Institute in Sweden followed 1,173 people over 75 years for nearly a decade. None of them had diabetes, but who had high glucose levels had a 77% greater likelihood of developing Alzheimer’s. As we age, the levels of insulin and glucose fall is more difficult to reach the cells and supply them. The unabsorbed excess glucose creates waste in cells, such as free radicals, which damage the blood vessels, putting them at risk of developing Alzheimer’s disease. In the body in balance, insulin acts against the accumulation of amyloid plaques, but their excess contributes to the increase in plaque and inflammation, damaging neurons around.

3. Improves Mood: a higher production of neurotransmitters such as serotonin and to increase the number of synapses prevent hippocampal atrophy associated with depression and anxiety. Several studies have linked the practice of regular physical activity to improved mood. Additionally, outdoor exercise or even at the gym are good opportunity to interact socially and make new friends; social relationships are important for the maintenance of mood and self-esteem, especially after age 60.

4. Increase motivation: physical activity activates the production of dopamine, a neurotransmitter responsible for feelings of pleasure and motivation. Start an exercise program, incidentally, is a challenge that requires planning and self-control.

5. Promotes neuroplasticity: aerobic activity strengthens the connections and stimulate neuronal stem cells newborn to divide and develop into functional neurons in the hippocampus, which prevents the atrophy of this area of ​​the brain related to memory. A brain activated by exercise promotes neurogenesis and neuroplasticity, which is the formation of new neurons.

Anúncios

29/11/2012 Posted by | Bem Estar, Saúde | Deixe um comentário

Hotel California

Do meu songbook, Hotel California com The Eagles.

Com uma letra puxada para o abstrato, surgiram muitas teorias em relação à letra da música. Uma delas, dizia que “Hotel California” foi a denominação dada ao “Camarillo State Hospital”, um sanatório localizado no município de Ventura, entre Los Angeles e Santa Bárbara, que esteve em operação de 1936 a 1997. Durante o seu apogeu entre as décadas de 1950 e 1960, o Hospital estava na vanguarda do tratamento de pessoas com problemas mentais.

Devido à proximidade com a mídia de Los Angeles, foi referido em filmes, televisão e música. Alguns famosos que sofreram de doenças mentais, tuberculose ou desintoxicação por drogas ou álcool, estiveram lá para se recuperar. Charlie Parker escreveu, enquanto esteve se desintoxicando do vício de heroína, “Relaxing in Camarillo”.

“Camarillo” foi destinado a se transformar em uma prisão, contudo, por interesse da comunidade, hoje é a Universidade do Estado da Califórnia. A maioria dos edifícios do Complexo foram preservados e restaurados, inclusive a torre com sino das missões, original de 1930, que é referenciado nesta música, entre outros.

Outra mentalidade para interpretação da letra da canção é considerada por muitos: o hotel como referência ao consumo de drogas, relacionando-o principalmente através da frase “you can check out any time you like, but you can never leave”(você pode encerrar quando quiser, mas nunca abandonar)

A música foi premiada em 1978 com um Grammy Awards na categoria “Record of the Year”.

http://www.youtube.com/embed/kYf4kqnAWos

27/11/2012 Posted by | Songbook | Deixe um comentário

Reconhecer

Reconhecer

“O homem que sabe reconhecer os limites da sua própria inteligência está mais perto da perfeição.”

– Johann Goethe

Recognize

“The man who knows how to recognize the limits of your own intelligence is closer to perfection.”

27/11/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

50 Tons de Cinza || Guia Erótico

50 Tons de Cinza || Guia Erótico

Baseado no sucesso do livro “50 Tons de Cinza” montamos um guia erótico para você que quer se aventurar nesse mundo de algemas, tapinhas e sadomasoquismo.

Cena #1 – Banheira quente

Tomar banhos longos, quentes e sexy com Christian é algo que Anastasia adora. Quer copiar? Coloque um pouco de sabonete líquido nas mãos e comece a lavar o seu parceiro. Ensaboe a nuca, o pescoço e deslize suas mãos por todo o corpo dele. Quando chegar ao pênis, segure-o e faça movimentos de baixo para cima. Quando já estiver no ponto, coloque-o fundo na sua boca (até onde conseguir) e pressione os lábios com força. Lentamente, diminua a pressão, fazendo movimentos circulares com a língua por toda a extensão do pênis. Para finalizar, alterne com sucção… Ele vai explodir!.

Cena #2 – Música para os ouvidos

Um dos momentos mais hot entre o casal é a cena do iPod. Para imitar, vende seu namorado e ponha os fones de ouvido nele. Dê play na música Spem in Alium, de Thomas Tallis – a escolhida de Grey. Amarre as mãos dele com uma gravata para que ele não possa tocá-la. Devagar, deixe-o nu e passe lentamente um lenço – ou qualquer objeto que dê uma sensação gostosa – por todo o corpo dele. A graça é não contar ao parceiro o que pretende fazer ou usar. Como ele não sabe o que vem a seguir, qualquer toque vai deixá-lo excitado. Beije suas orelhas, barriga, coxas e termine com um caprichado sexo oral. A combinação da música com as provocações vai deixá-lo maluco!

Cena #3 – Prazer duplo

Um dos maiores receios de Anastasia era usar o plug anal. Mas, depois de provar, ela acabou descobrindo uma grande fonte de prazer. Quando o clima já estiver bem hot, coloque o brinquedo na mão do parceiro e peça para ele introduzir o plug em você, fazendo movimentos de entra e sai. O legal é continuar a brincadeira mesmo durante a penetração, ok? Duas palavras para você: orgasmo duplo.

Cena #4 – Show particular

Grey adora tocar piano nas madrugadas. E, numa delas, Ana acabou tendo uma de suas melhores transas. Está ouvindo o namorado tocar um instrumento? Coloque uma lingerie sexy e vá ao encontro dele – que logo perderá a concentração. Tire toda a roupa dele, sente-se em uma cadeira e, com as pernas abertas, peça para ele beijá-la (não, não na boca). Quando você estiver chegando perto do orgasmo, sente-se no colo dele e faça movimentos para cima e para baixo. Se ele não for fera em nenhum instrumento, vale colocar uma música alta e repetir a cena mesmo assim.

Cena #5 – Rapidinha em alto-mar

Tudo bem que Christian tem o próprio barco e pode levar Ana a um passeio romântico quando quiser. Mas dá para repetir a experiência mesmo que o parceiro não tenha seu iate particular. Como vocês provavelmente não estarão sozinhos, terão que ser rápidos. Deem uma fugidinha para um lugar tranquilo, como o banheiro ou alguma sala com a porta destrancada. Faça um striptease e não deixe que ele toque em você até que termine. Agora é sua vez de tirar a roupa do parceiro. No final, tudo o que precisam fazer é escolher uma posição que seja adequada (e gostosa) – que tal encostar na parede e deixá-lo levantar você enquanto a penetra? A adrenalina de serem pegos no ato é muito excitante!

– Andrezza Duarte, jornalista

50 Shades of Grey // Erotic Guide

Based on the success of the book “50 Shades of Grey” erotic assembled a guide for you who want to venture into this world of handcuffs, slapping and sadomasochism.

Scene # 1 – Hot Tub

Take long baths, hot and sexy with Christian is something that Anastasia loves. Want to copy? Put a little liquid soap on hands and start washing the cat. Lather the nape of the neck and slide their hands all over his body. When you reach the penis, hold it and make moves upwards. When you are already at the point, put it back in your mouth (get far) and press lips tightly. Slowly decrease the pressure, making circular motions with his tongue across the length of the penis. Finally, switch with suction … It will explode!.

Scene # 2 – Music to your ears

One of the most hot moments between the couple is the scene of the iPod. To mimic, sells her boyfriend and put the headphones on him. Give play music Spem in Alium by Thomas Tallis – the choice of Grey. Tie his hands with a tie so he can not touch her. Slow down, let it pass slowly naked and a scarf – or any object that gives a good feeling – throughout his body. Grace is not tell the cat what to do or use. Because he does not know what comes next, any touch will leave you excited. Kiss her ears, belly, thighs, and ends with a neat oral sex. The combination of music with the provocations will drive you nuts!

Scene # 3 – Double Pleasure

One of the biggest fears of Anastasia was using the butt plug. But after proving she discovered a great source of pleasure. When the weather is already very hot, place the cat toy in hand and ask him to introduce the plug on you, making movements in and out. The cool thing is to keep the game even during penetration, ok? Two words for you: double orgasm.

Scene # 4 – Particular show

Grey loves playing piano in the mornings. And one of them, Ana ended up having one of his
best fucks. You hear her boyfriend play an instrument? Put a sexy lingerie and go to meet him – soon lose concentration. Take off all her clothes cat, sit in a chair and with her legs open, ask him to kiss her (no, not in the mouth). When you’re getting close to orgasm, sit on his lap and make movements up and down. If he is not beast in any instrument, it put loud music and repeat the scene anyway.

Scene # 5 – Quickie on the high seas

Okay that Christian has his own boat and can take a romantic stroll Ana anytime. But you can repeat the experience even if the cat does not have his private yacht. As you probably are not alone, they will be quick. Make a scape to a quiet place, like the bathroom or any room with the door unlocked. Make a striptease and do not let him touch you until it finishes. Now it’s your turn to strip down Cat. In the end, all they need do is choose a location that is suitable (and delicious) – such that lean against the wall and let it stand while you penetrate? The adrenaline of being caught in the act is very exciting!

27/11/2012 Posted by | Estilo, Sexo | Deixe um comentário

A Gente

A gente

“A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos.

A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro.

A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos…

Tudo bem!

O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum, é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos.

Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.”

Chico Xavier

We

“We can live in a house more or less, more or less a street, a city more or less, and even have a government more or less.

We can sleep in a bed more or less, eat a bean more or less, have a more or less transport, and to be obliged to believe more or less in the future.

We can look around and feel that everything is more or less …

Alright!

What we can´t even, never, no way, love is about, dreaming about, more or less be friends, dating more or less, more or less have faith, and believe more or less.

Otherwise we run the risk of becoming a person more or less. “

25/11/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

5 Verdades que os pacientes precisam saber

5 Verdades que os pacientes precisam saber

Hoje o usuário de saúde está constantemente bombardeado com informações, e a internet colabora para que as pessoas tenham acesso a uma série de argumentos que muitas vezes são até conflitantes: O vinho ajuda a prevenir ou predispõem ao câncer? Que alimentos uma pessoa deve comer e quais evitar para uma determinada doença? etc.

Na verdade, existem muitas questões que ainda são controversas, porém há algumas verdades que têm uma grande quantidade de evidências por trás delas e que seus pacientes precisam conhecer.

1. Os antibióticos não ajudam em um resfriado comum.

Resfriados comuns são causados por vírus, e os antibióticos agem contra as bactérias, o qual é um tipo totalmente diferente de organismo. Todos nós já passamos por resfriados e sabemos que eles são desagradáveis com espirros, tosse, dores no corpo, febre, mal-estar geral. Todos nós também sabemos que os resfriados vão embora por conta própria, já que esse vírus se autolimita e tem um ciclo de vida curto.

Porém, algumas pessoas juram que tomar antibióticos no começo do resfriado vai ajudá-las, mas cientificamente isso não é verdade. Para essas pessoas lhes aconselho não se automedicar, porque além de não estar se beneficiando em nada, podem até se prejudicar podendo desenvolver uma resistência antibiótica. Se a pessoa tem um resfriado, deve beber muito líquido e tomar antigripais nos horários recomendados para reduzir seus sintomas, mas se em três dias os sintomas pioram, deverá consultar seu médico.

2. A tomografia computadorizada não vai descartar uma doença para a dor de cabeça.

Uma dor de cabeça assim como um resfriado, é desagradável. A cabeça pulsa e a pessoa pode sentir que não consegue continuar com suas atividades diárias. Porém toda dor tem características específicas, que seu médico pode-lhe explicar, para suspeitar de alguma doença ou para descartar outras.

Saiba que, a grande maioria das dores de cabeça é devida a tensão ou enxaqueca. Pelo que a dor irá desaparecer com o tempo, descanso e o tratamento adequado. A tomografia computadorizada só vai mostrar o que a pessoa não tem, e na grande maioria dos casos, não vai ajudar a fazer o seu diagnóstico e certamente não vai fazer sentir-se melhor.

3. Cada exame tem efeitos colaterais potenciais.

Os pacientes muitas vezes pedem aos seus médicos exames para descobrir o que está errado, da mesma forma, alguns médicos mandam exames para poupar tempo de falar com os pacientes e fazer o diagnóstico em uma segunda consulta. O problema é que a maioria dos exames só nos revela o que o paciente não tem, e não o que ele realmente tem. Estudos têm mostrado que, na verdade, sentar-se com o paciente e fazer uma boa anameses, dá o diagnóstico mais preciso do que qualquer exame auxiliar.

Cada exame tem efeitos colaterais potenciais, por exemplo: tomografias e raios X envolvem radiação, e sabemos que cada exposição a irradiação aumenta o risco de contrair câncer. Outros exames envolvem administrar meios de contraste, que poderia causar danos nos rins. E mesmo uma simples coleta de sangue pode levar a complicações como infecção no local da picada e hematomas. Isso não quer dizer que o paciente não deve fazer os exames, é apenas um lembrete de que os exames não sempre são a resposta, e que a pessoa deve saber quais são os riscos e os benefícios de todos os exames.

4. Mudanças de estilo de vida fazem uma enorme diferença.

Estudo após estudo mostra que o contribuinte mais importante para diminuir o risco de doenças do coração, por exemplo, é o seu estilo de vida. O paciente pode tomar comprimidos para diminuir a pressão arterial, reduzir o colesterol, e controlar o diabetes, mas comer uma dieta saudável, com baixa gordura saturada e fazer exercício constantemente irá beneficiar seu organismo significativamente.

Da mesma forma, o tabagismo, por exemplo, aumenta grandemente o risco de câncer e de contrair doenças respiratórias, cardíacas, gastrointestinais, etc. Porém se você parar de fumar, depois de alguns meses, o risco de câncer e doenças começa a diminuir. Tudo isso requer muito esforço em melhorar o estilo de vida e exige muito mais investimento de tempo e energia do que tomar um comprimido, porém é a maneira mais eficaz de realmente fazer a diferença na saúde.

5. A aspirina é um dos poucos medicamentos que tem sido demonstrado através dos anos e realmente irá ajudá-lo, na sua doença cardíaca.

A indústria farmacêutica faz que acreditemos que uma droga de última geração, mais recente ou mais cara é a melhor para prevenir ataques cardíacos e derrames, mas, na verdade, a aspirina é um dos pouquíssimos medicamentos que tem provado o seu benefício. Reduz o risco de acidente vascular cerebral e infarto, e alguns estudos demonstram que pode mesmo ser preventiva contra o câncer.

Se uma pessoa começar a sentir dor no peito, pode primeiro tomar aspirina antes de qualquer outra coisa, porque é um medicamento que irá ajudar no caso de um ataque cardíaco, e buscar prontamente atendimento médico. Lembre que, nem todo mundo pode tomar aspirina, Alguém pode ser alérgico, ou ter uma doença onde a aspirina é contraindicada.

Este é mais um lembrete de que o medicamento mais novo ou o mais caro, nem sempre é o melhor, para isso consulte sempre seu médico.

Edgar Luna, médico

5 Truths that patients need to know

Today you health is constantly bombarded with information, and the internet works so people have access to a number of arguments that are often conflicting up: Wine helps prevent or predispose to cancer? What food a person should eat and which to avoid for a particular disease? etc..

In fact, there are many issues that are still controversial, but there are some truths that have a large amount of evidence behind them and their patients need to know.

1. Antibiotics do not help a common cold.

Common colds are caused by viruses, and antibiotics act against bacteria, which is a totally different type of organism. All we’ve been through colds and know that they are unpleasant with sneezing, coughing, body aches, fever, general malaise. We all also know that colds go away on their own, since this virus imposes a limit and has a short life cycle.

However, some people swear that taking antibiotics at the beginning of the cold will help them, but scientifically it is not true. For these people advise them not to self-medicate because besides not be benefiting at all, may even harm may develop antibiotic resistance. If the person has a cold, you should drink plenty of fluids and taking cold medicine at the times recommended to reduce their symptoms, but in three days the symptoms worsen, you should consult your doctor.

2. Computed tomography will not rule out a disease for headache.

A headache and a cold, unpleasant. The head throbs, and the person may feel unable to continue with their daily activities. But all pain has specific features, which your doctor can explain to suspect any disease or to rule others.

Know that the vast majority of headaches are due to tension or migraine. So the pain will fade with time, rest and proper treatment. The CT scan will only show that the person has not, and in most cases, will not help make the diagnosis and certainly will not make you feel better.

3. Each exam has potential side effects.

Patients often ask their medical tests to find out what is wrong in the same way, some doctors send surveys to save time to talk with patients and make a diagnosis in a second query. The problem is that most tests only tell us what the patient has, not what he really has. Studies have shown that actually sit down with the patient and make a good anameses, gives a more accurate diagnosis than any auxiliary examination.

Each exam has potential side effects, eg, CT scans and X-rays involve radiation, and know that every exposure to radiation increases the risk of getting cancer. Other tests involve administering contrast media, which could cause kidney damage. And even a simple blood sample can lead to complications such as infection at the bite site and bruises. This does not mean that the patient should not take the exams, it’s just a reminder that the tests are not always the answer, and that the person should know what are the risks and benefits of all tests.

4. Lifestyle changes make a huge difference.

Study after study shows that the most important contributor to decrease the risk of heart disease, for example, is your lifestyle. The patient can take pills to lower blood pressure, reduce cholesterol and control diabetes, but eating a healthy diet with low saturated fat and constantly exercising your body will benefit significantly.

Similarly, smoking, for example, greatly increases the risk of contracting cancer and respiratory diseases, cardiac, gastrointestinal, etc.. But if you quit after a few months, the risk of cancer and disease begins to decrease. All this requires a lot of effort in improving the lifestyle and requires a lot more investment of time and energy than taking a pill, but it is the most effective way to really make a difference in health.

5. Aspirin is one of the few drugs that has been shown through the years and will really help you, in your heart disease.

The pharmaceutical industry makes us believe that a drug of last generation, newest or most expensive is the best for preventing heart attacks and strokes, but, in fact, aspirin is one of the few drugs that has proven its benefit. Reduces the risk of stroke and heart attack, and some studies show that it may even be preventive against cancer.

If a person starts to feel chest pain, aspirin can first before anything else, because it is a medicine that will help in case of a heart attack, and seek medical attention promptly. Remember that not everyone can take aspirin, anyone can be allergic, or have a disease where aspirin is contraindicated.

This is another reminder that the newest drug or the most expensive is not always the best, it always consult your doctor.

25/11/2012 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Dez dicas para aproveitar bem a festa de fim de ano da firma

Dez dicas para aproveitar bem a festa de fim de ano da firma

Com a proximidade das festas de fim de ano, a consultora de etiqueta Danielle Stipp Melamed desenvolveu um manual com dicas para você poder aproveitar o happy hour sem correr risco de ser o personagem principal dos tradicionais “micos” natalinos. Ela aconselha:

Aproveite o clima descontraído para se aproximar das pessoas, conhecer melhor os colegas de trabalho e até fazer bons negócios. Mas cuidado: você estará sendo observado! Qualquer erro pode ser fatal! — afirma.

Veja algumas regrinhas básicas para que a festa de fim de ano não seja desastrosa para a sua imagem:

1) Evite a fofoca – É péssima ideia aproveitar o happy hour para desabafar sobre o que o incomoda na empresa ou sobre os colegas que você não gosta. Evite falar da vida alheia.

2) Cuidado com a bebedeira – Não fique bêbado! Para evitar a embriaguez, para cada copo de álcool, beba o equivalente de água. Não queira descobrir o seu limite ao álcool quando estiver com colegas de trabalho. O vexame será lembrado eternamente e você poderá pagar caro, até com o emprego. Você quer ser o assunto da segunda-feira?

3) Saiba escolher a bebida – Se você não bebe, não precisa faltar ao happy hour. Escolha uma bebida não alcoólica e aproveite a companhia dos colegas. Se gosta de beber, escolha bebidas leves, como vinho ou cerveja. Passe longe dos destilados.

4) Limite – Não é aconselhável consumir uma garrafa de vinho ou um engradado de cerveja, mesmo que você esteja acostumado. Duas taças ou duas latas são suficientes. Você não vai querer ganhar fama de pé de cana, não?

5) Nada de puxar saco – Se o chefe estiver presente, mostre a sua personalidade, mas sem excessos. Nada de bajulação.

6) Onde se ganha o pão não se come a carne – Não caia na tentação de dar em cima da colega de trabalho. Mantenha o profissionalismo, ainda que a loura seja muito gostosa.

7) Não fale só de trabalho – Nada de discussões profundas de trabalho. Deixe isso para o dia seguinte. É melhor e mais divertido falar sobre amenidades, esportes, viagens etc. Você não vai querer ser o mala da mesa, não?

8) Aprecie com moderação – Não ataque descontroladamente os salgadinhos. Se estiver com muita fome, é melhor pedir prato individual ou sanduiche.

9) Profissional preparado vale por dois – Não esqueça os cartões de visita. É deselegante anotar o telefone e o email no guardanapo.

10) Circule – Fale com todas as pessoas. Não fique restrito à uma panelinha. Procure uma posição estratégica para não ficar gritando de uma ponta da mesa para a outra. Se estiver muito longe, levante-se e vá conversar com outros colegas.

11) Pague a sua conta – Não conte com o cartão corporativo do presidente da empresa. Se não for uma cortesia, pague a sua consumação. Sempre deixe um pouco mais que o suficiente para cobrir a sua despesa.

12) Seja generoso – Se um colega não consumiu, sugira que não entre no racha.

13) Morre ali – O que acontecer no happy hour fica no happy hour! Nada de fotografar com o celular um colega em situação constrangedora. Não seja cruel. Rede social, nem pensar!”

Danielle Stipp Melamed, consultora de etiqueta

Ten tips to make good use of the year-end party firm

With the proximity of Christmas and New year, the label consultant Danielle Stipp Melamed developed a manual with tips so you can enjoy happy hour without risking the main character of the traditional “monkeys” Christmas. She advises:

Enjoy the relaxed atmosphere to approaching people, know better coworkers and to do good business. But beware: you are being watched! Any mistake can be fatal! – States.

Here are some basic rules for the year-end party is not disastrous to your image:

1) Avoid gossip – is bad idea enjoy happy hour to vent about what bothers you about the company or colleagues you dislike. Avoid talking about the lives of others.

2) Beware of drunkenness – Do not get drunk! To avoid drunkenness, for every glass of alcohol, drink water equivalent. Do not want to find your limit for alcohol when with coworkers. The grievance will be remembered forever and you can overpay up to the job. You want to be the subject of Monday?

3) Learn to choose the drink – If you do not drink, do not have to miss happy hour. Choose a soft drink and enjoy the company of colleagues. If you like to drink, choose soft drinks, such as wine or beer. Pass away the spirits.

4) Limit – It is not advisable to consume a bottle of wine or a beer crate, even if you’re used to. Two cups or two cans are sufficient. You will not want to gain fame standing cane, no?

5) Nothing pull bag – If the boss is present, show your personality, but without excess. No flattery.

6) Where do you get the bread does not eat meat – do not be tempted to give up on the co-worker. Maintain professionalism, even though the blonde is very hot.

7) Do not talk just work – Nothing depth discussions of work. Leave it for the next day. It is better and more fun to talk about amenities, sports, travel etc.. You will not want to be the trunk of the table, no?

8) Enjoy in moderation – not wildly attack the chips. If you’re very hungry, it’s best to ask individual dish or sandwich.

9) Professional preparation is worth two – Do not forget your business cards. It’s inelegant note your phone and email on the napkin.

10) Circle – Talk to all people. Do not be restricted to a clique. Look for a strategic position to not be shouting from one end of the table to the other. If you are too far away, get up and go talk to other colleagues.

11) Pay your bill – Do not count on the corporate card of the company president. If not a courtesy, pay its consummation. Always leave a little more than enough to cover your expenses.

12) Be generous – If a colleague skipped, suggest that not between the cracks.

13) There Dies – What happens at happy hour is happy hour! Nothing to shoot with a colleague on the phone embarrassing. Do not be cruel. Social network, no way! “

24/11/2012 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário

A Importância da Vida

A Importância da Vida

Deus usa a solidão para ensinar a convivência.

Usa a raiva para mostrar o infinito valor da paz.

Usa o tédio para ressaltar a importância da aventura e do abandono.

Deus usa o silêncio para ensinar sobre a responsabilidade das palavras.

Usa o cansaço para que se possa compreender o valor do despertar.

Usa a doença para ressaltar a benção da saúde.

Deus usa o fogo para ensinar sobre a água.

Usa a terra para que se compreenda o valor do ar.

Usa a morte para mostrar a importância da vida.

Paulo Coelho

The Importance of Life

God uses loneliness to teach coexistence.

Uses anger to show the infinite value of peace.

Uses boredom to emphasize the importance of adventure and abandon.

God uses silence to teach about the responsibility of the words.

Uses fatigue so you can understand the value of awakening.

Uses the disease to emphasize the blessing of health.

God uses fire to teach about water.

Using the earth to be understood that the amount of air.

Uses death to show the importance of life.

24/11/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

Se ele não acertou na medida, é só questão de ensinar

Se ele não acertou na medida, é só questão de ensinar

Ele não beija você nem acaricia ou explora seu corpo durante o relacionamento sexual. Chato, muito chato …

Aqui vale a dica de fazer nele o que quer que ele faça em você. Acaricie os cabelos dele, arranhe suas costas, beije a orelha, o pescoço e até os mamilos. Use e abuse das palavras e gemidos: “Sua boca no meu corpo me deixa louca!”. Ele vai entrar na seu ritmo.

Não estimula seu clitóris (ou toca nele de um jeito que não dá prazer). Problemão, hein!

Não existe outra maneira além de ensinar o beabá. “Se um homem sabe masturbar uma mulher, aprendeu com outra mulher”. Conduza a mão dele pelo clitóris, mostrando como gosta que os movimentos sejam feitos e a pressão exata de cada um. Ou masturbe-se na frente dele, é excitante e funciona!

Ele só faz movimentos curtos de vaivém e não se preocupa em varias as posições. Que tédio!

Se é ele quem está por cima, tente controlar a velocidade e a profundidade da penetração segurando o quadril dele com as mãos. Troque de posição com jeitinho, virando para o lado, mexendo as pernas. Aproveite para dizer “Vem cá, faz mais de lado, é tão gostoso!”

Ele é apressadinho e não espera você atingir o orgasmo. E o pior: justo quando estava tão perto …

Calma, até para isso tem solução! Se notar que ele está chegando lá, reduza o movimento, dê um beijo nele, faça carinho e sussurre: “Espere só mais um pouquinho, eu estoru quase lá e fico louca quando chego ao orgasmo com você”.

Ele pula as preliminares e vai direto na penetração

Você toma as rédeas das preliminares, assumindo o comando e deixando-o louco, esperando a penetração. Faça uma massagem gostosa nele, vende seus olhos, dê beijos em seu corpo e mostre como você se delicia com isso. Combinem que na próxima vez é ele quem faz!

Não estimula o seu ponto G (talvez nem saiba onde fica)

“Se você conhece seu corpo e sabe onde tem prazer, é mais fácil indicar para o parceiro, que fica bem perdido se o assunto é o ponto G.” Experimente alguma posições ao mesmo tempo em que pergunta para ele “Como você acha mais gostoso, assim ou assado?” Depois, sugira: “Agora vamos fazer o contrário?”

Não é chegado em sexo oral (ou não faz de um jeito gostoso)

Apele para a vontade dele de se o guru do sexo e abra o jogo: fale como você atinge o orgasmo mais fácil com sexo oral. Se ele estiver beijando seu corpo, tente conduzir, de leve, a cabeça dele para baixo. Experimente um jogo erótico do eu-faço-se-você-fizer!

Ele não fala uma palavra durante o sexo, não diz se está gostando e isso é importante para você. E agora?

A dica é ameaçar o parceiro em tom sexy. Fale coisas do tipo “Está gostando?” Ah, acho que não, vou parar…” Quando ele pedir para continuar, rebata: “Então diz que está bom, me chama de gostosa, me convence a ficar aqui”.

Ele vira para o lado e dorme após o sexo. Caramba, que coisa irritante!

Os sexólogos explicam o porquê disso: “Depois do relacionamento sexual, o homem relaxa para valer. Já a mulher fica ligada. Isso é bastante comum” Mas dá para segurar o parceiro acordado mais um pouco: coloque uma música, elogie a performance dele, peça (com jeitinho) um cafuné conte como você curte ficar abraçadinha…

Ele não aceita brinquedinhos eróticos e não dá chance para fantasias na cama

Prepare o terreno. Num momento descontraído, diga que uma amiga comprou um brinquedinho e está adorando. Observe a reação dele. “Evite surpresas aqui. Ele pode ficar tímido ou achar que o desempenho está ruim”.

Conselho extra: Fale com muito jeitinho!

Está certo: se a gente não falar, ele nunca vai saber. Mas a forma como se diz é o grande segredo para evitar desconfianças e inseguranças da parte dele. Use sempre palavras positivas para estimulá-lo e evite críticas. Em vez de soltar um “você não sabe tocar direito”, prefira um “seu toque me deixa louca, ainda mais quando é bem aqui”, indicando sua região de prazer. Com jeitinho, vai!

Men´s Health Magazine (USA)

If he missed as it is just a matter of teaching

He does not kiss you or caresses or explore your body during sexual intercourse. Annoying, very annoying …

Here goes the hint to make him what he wants to do in you. Caress his hair, scratch your back, kiss his ear, neck and even the nipples. Use and abuse of words and moans: “His mouth on my body makes me crazy.” He’ll get into his rhythm.

It does not stimulate your clitoris (or touches him in a way that gives no pleasure). Big problem, huh!

There is another way besides teaching the sex for dummies. “If a man knows a woman masturbating, learned from another woman.” Lead him by the hand clitoris, like showing how the movements are made and exact pressure of each. Or masturbate in front of him, it’s exciting and it works!

He only makes short movements back and forth and does not bother to various positions. What boredom!

If he is the one above, try to control the speed and depth of penetration clutching his hip with his hands. Switch position nicely, turning aside, stirring legs. Take the opportunity to say “Come on, hand it over, it feels so good!”

He is not expected hasty you reach orgasm. What’s worse, just when I was so close …

Easy, even for this have solution! If you notice that he’s getting there, reduce the movement, give him a kiss, make love and whisper: “Wait just a little longer, I am almost there and I’m crazy when I get to orgasm with you.”

He skips the foreplay and goes straight penetration

You take the reins of the preliminaries, taking over and driving him crazy, waiting for penetration. Make a delicious massage it, sell your eyes, give kisses on her body and show you how it delights. Combine that next time it is he who does!

It does not stimulate your G-spot (maybe not even know where it is)

“If you know your body and know where he is happy, it is easier to specify the partner who is well lost if the subject is the point G.” Try some positions while asking him “How do you think tastes better , one way or another? “Then suggest:” Now we do otherwise? ”

Not come in oral sex (or does a nice way)

Appeal to his willingness to be the guru of sex and open the game: how you talk reaches orgasm easier with oral sex. If he’s kissing your body, try to lead, slightly, his head down. Try an erotic game of I-do-if-you-do!

He does not speak a word during sex, do not say you are enjoying it and that is important to you. And now?

The trick is to threaten the partner in sexy tone. Talk things like “Are you enjoying?” Oh, I think not, I’ll stop … “When he ask to continue, fold down:” So say you’re good, call me sexy, convinces me to stay here. ”

He turns to the side and sleep after sex. Whew, that annoying thing!

Sexologists explain why this: “After the sexual relationship, the man relaxes in earnest. Since the woman is connected. This is quite common “But you can hold your partner awake a little longer: Put a song, praise his performance, ask (nicely) a caress Tell how you enjoy getting embraceding …

He does not accept erotic toys and gives no chance for fantasies in bed

Prepare the ground. In a relaxed moment, tell a friend that bought a toy and is loving it. Watch his reaction. “Avoid surprises there. He may be shy or feel that the performance is bad. ”

Extra advice: Talk very little way!

That’s right: if we do not talk, he’ll never know. But the way he says is the great secret to avoid suspicions and insecurities of him. Always use positive words to encourage him and avoid criticism. Instead of releasing a “you can´t play right,” prefers a “your touch drives me crazy, especially when it’s right here,” indicating your area of ​​pleasure. Nicely, go!

23/11/2012 Posted by | Relacionamento, Sexo | Deixe um comentário

Feliz dia do músico!

Feliz dia do músico!

Àqueles que traduzem a alma humana, o amor e a dor, a natureza e a vida com seus encantos e desencantos através das notas musicais e da poesia rítmica e melodiosa!

Músicos e poetas: o mundo é mais belo através de suas mãos e olhares.

Haroldo Wittitz, amante de música

Happy day of the musician!

Those who translate the human soul, love and pain, nature and life with her ​​charms and disenchantment through musical notes and rhythmic poetry and melodious!

Musicians and poets: the world is more beautiful through his hands and looks.

22/11/2012 Posted by | Lembranças do Dia | Deixe um comentário