PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Existe um Mago dentro de todos nós.

Esse Mago tudo vê e tudo sabe.
O Mago está além dos opostos da luz e das trevas, do bem e do mal, do prazer e da dor.
Tudo que o Mago vê tem suas raízes no mundo invisível.
A natureza reflete o estado de alma do Mago.
O corpo e a mente podem adormecer, mas o mago está sempre desperto.
O Mago possui o segredo da imortalidade.
A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.
A essência do Mago é a transformação.
A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.
A essência do Mago é a transformação.

Quem sou eu?

É a única pergunta que vale a pena ser feita e a única que jamais é respondida. É seu destino desempenhar uma infinidade de papéis, mas esses papéis não são você.O espírito não é localizado, mas deixa atrás de si uma impressão digital que chamamos de corpo.

Um Mago não acredita ser um evento localizado que sonha com um mundo maior. Um Mago é um mundo que sonha com eventos localizados.

Os Magos não acreditam na morte. À luz da consciência, tudo está vivo! Não existem inícios ou fins. Para o Mago, eles não passam de elaborações mentais. Para viver mais plenamente, é preciso morrer para o passado. As moléculas se dissolvem e se extinguem, mas a consciência sobrevive à morte da matéria na qual ela viaja.

A consciência do Mago é um campo que existe em toda a parte. As correntes de conhecimento contidas no campo são eternas e circulam eternamente. Séculos de conhecimento estão comprimidos em momentos reveladores. Vivemos como ondulações de energia no vasto oceano de energia.

Quando o ego é posto de lado, temos acesso à totalidade da memória. Quando as portas da percepção forem purificadas, você começará a enxergar o mundo invisível: o mundo do Mago.

Existe dentro de você um manancial de vida onde você pode purificar-se e transformar-se. Purificar-se consiste em livrar-se das toxinas da sua vida: emoções tóxicas, pensamentos tóxicos e relacionamentos tóxicos. Todos os corpos vivos, físicos e sutis, são feixes de energia que podem ser diretamente percebidos.

O Mago vive num estado de conhecimento. Esse conhecimento dirige sua própria realização. O campo da consciência se organiza ao redor das nossas intenções. O conhecimento e a intenção são forças. O que você pretende muda o campo ao seu favor. As intenções comprimidas em palavras envolvem o poder mágico.

O Mago não tenta solucionar o mistério da vida. Ele está aqui para vivê-lo.

Todos possuímos um eu-sombra que é a parte da nossa realidade total. A sombra não está presente para magoá-lo e sim para mostrar-lhe onde você está incompleto. Quando a sombra é abraçada, ela pode ser curada. Quando ela é curada, ela se transforma em amor. Quando você puder viver com todas as suas qualidades opostas, você estará vivendo seu eu total como o Mago.

O Mago é o mestre da alquimia. A alquimia é a transformação. É através da alquimia que você começa a busca da perfeição. Você é o mundo. Quando você se transforma, o mundo em que você vive também será transformado.

As metas da busca – o heroísmo, a esperança, a graça e o amor – são a herança do intemporal.

Para invocar a ajuda do Mago, você precisa ser forte na verdade, sem ser teimoso no julgamento.

A sabedoria está viva e é, portanto, sempre imprevisível. A ordem é outra face do caos, o caos é outra face da ordem. A incerteza que você sente interiormente é a porta de entrada para a sabedoria. A insegurança sempre estará com o que busca: ele continua a tropeçar, mas nunca tomba.

A ordem humana é feita de regras. A ordem do Mago não tem regras: ela flui com a natureza da vida.

A realidade da sua experiência é uma imagem especular das suas expectativas. Se você projetar as mesmas imagens todos os dias, sua realidade será a mesma todos os dias. Quando a atenção é perfeita, ela cria ordem e clareza a partir do caos e da confusão.

Os Magos não lamentam a perda, porque a única coisa que pode ser perdida é o irreal. Mesmo que você perca tudo, o real permanecerá. No cascalho da devastação e do desastre estão enterrados tesouros ocultos. Quando você examinar as cinzas, examine bem!

Na medida em que você conhece o amor, você se torna o amor. O amor é mais do que uma emoção. Ele é uma força da natureza e, portanto, tem que conter a verdade. Quando você pronuncia a palavra amor, você pode captar o sentimento, mas a essência não pode ser proferida. O amor mais puro situa-se onde é menos esperado: no desapego.

Além de andar, sonhar e dormir, existem infinitas esferas de consciência. O Mago existe simultaneamente em todas as épocas. O Mago enxerga infinitas versões de cada evento. As linhas retas do tempo são na verdade fios de uma teia que se estende em direção ao infinito.

Os buscadores nunca se perdem, porque o espírito está sempre acenando para eles. Os buscadores recebem continuamente pistas do mundo do espírito. As pessoas comuns chamam essas pistas de coincidências. Não existem coincidências para o Mago. Cada evento existe para expor outra camada da alma.

O espírito deseja conhecê-lo. Para aceitar esse convite, você precisa deixar cair suas defesas. Comece a procurar em seu coração. A gruta do coração é o lar da verdade.

A imortalidade pode ser vivida em meio à mortalidade. O tempo e o intemporal não são opostos. Por abarcar tudo, o intemporal não tem opostos.

No nível do ego, nos esforçamos para resolver nossos problemas. O espírito percebe que o problema é o esforço. O Mago tem consciência da batalha entre o ego e o espírito, mas compreende que ambos são imortais e não podem morrer. Cada aspecto seu é imortal, até mesmo as partes que você julga com mais severidade.

Os Magos jamais condenam o desejo. Foi seguindo seus desejos que eles se tornaram Magos. Todo desejo é criado por algum desejo passado. A cadeia do desejo nunca acaba. Ela é a própria vida. Não considere nenhum desejo inútil ou errado: um dia cada um deles será realizado. Os desejos são sementes que esperam o momento propício para germinar. A partir de uma única semente de desejo, florestas inteiras se desenvolvem. Acalente cada desejo do seu coração, por mais trivial que ele possa parecer. Um dia esses desejos triviais o conduzirão a Deus.
O maior bem que você pode fazer ao mundo é tornar-se um Mago!

– Deepak Chopra

There is a wizard in all of us.
This wizard sees and knows everything. The wizard is beyond opposites of light and darkness, good and evil, pleasure and pain.
Everything the Magician sees has its roots in the unseen world. Nature reflects the mood of the Magician. The body and the mind may sleep, but the wizard is always awake.
The wizard possesses the secret of immortality. The return of magic can only happen with the return of innocence. The essence is the transformation of the Magician.
The return of magic can only happen with the return of innocence. The essence is the transformation of the Magician. Who am I am? It’s the only question worth being made and the one that is never answered. It is your destiny to play a multitude of roles, but these roles are not você.O spirit is not located, but leaves behind a fingerprint we call body. A Mage not believed to be a localized event that dreams of a bigger world. A wizard is a world dreaming of localized events. Wizards do not believe in death. In light of consciousness, everything is alive! There are no beginnings or endings. For the Mage, they are nothing more than mental elaborations. To live more fully, we must die to the past. The molecules dissolve and become extinct, but consciousness survives death matter where she travels. The Magician’s consciousness is a field that exists everywhere. The chains of knowledge contained in the field are eternal and eternally moving. Centuries of knowledge are compressed in revelatory moments. We live as ripples of energy in the vast ocean of energy. When the ego is put aside, we have access to all memory. When the doors of perception are cleansed, you will begin to see the invisible world: the world of Mage. There is within you a wealth of life where you can be purified and transformed. Purify yourself is to get rid of toxins in your life: toxic emotions, toxic thoughts and toxic relationships. All living bodies, physical and subtle, are bundles of energy that can be directly perceived. The Magician lives in a state of knowledge. This knowledge drives his own achievement. The field of consciousness is organized around our intentions. The knowledge and intention are forces. What do you want to change the field in their favor. Intentions compressed into words involve magical power. The wizard does not attempt to solve the mystery of life. He’s here to live it. All I own a shadow that is part of our total reality. The shadow is not here to hurt you but to show you where you are incomplete. When the shadow is embraced, it can be cured. When she is healed, she turns into love. When you can live with all your opposite qualities, you’ll be living your whole self as the Magician. The Magician is the master of alchemy. Alchemy is transformation. It is through alchemy you get the quest for perfection. You are the world. When you become, the world in which you live will also be transformed. The goals of the search – the heroism, hope, grace and love – are the legacy of timeless. To invoke the help of the Wizard, you must be strong indeed, without being stubborn at trial. Wisdom is alive and therefore always unpredictable. The order is another face of chaos, chaos is another face of the order. The uncertainty you feel inside is the gateway to wisdom. Insecurity will always be with the seeker: he continues to stumble, but never falls. The human order is made rules. The order of the Mage has no rules: it flows with the nature of life. The reality of your experience is a mirror image of your expectations. If you project the same images every day, their reality will be the same every day. When attention is perfect, it creates order and clarity out of chaos and confusion. Wizards do not mourn the loss, because the only thing that can be lost is unreal. Even if you lose everything, the real remains. On gravel the devastation and disaster are buried hidden treasures. When you examine the ashes, examine well! To the extent that you know love, you become love. Love is more than an emotion. He is a force of nature, and therefore must contain the truth. When you say the word love, you can capture the feeling, but the essence can not be rendered. The purest love lies where it is least expected: in detachment. Besides walking, dreaming and sleeping, there are endless realms of consciousness. The Magician exists simultaneously in all ages. The Magician sees endless versions of each event. The straight lines of time are actually strands of a web that stretches toward infinity. The seekers never get lost, because the spirit is always waving at them. Search engines continually receive clues from the spirit world. Ordinary people call these clues coincidences. There are no coincidences for the Mage. Each event is to expose another layer of soul. The spirit wants to meet you. To accept this invitation, you need to drop your defenses. Start looking in your heart. The cave is home to the heart of truth. Immortality can be lived in the midst of death. The time and the timeless are not opposites. By encompassing all the timeless has no opposite. At the level of the ego, we strive to solve our problems. The spirit realizes that the problem is the effort. The Magician is aware of the battle between ego and spirit, but understands that both are immortal and can not die. Every aspect of her is immortal, even the parts that you judge more harshly. The Wizards never condemn the desire. It was following his wishes that they became Magi. Every desire is created by some past desire. The chain of desire never ends. It is life itself. Do not consider any desire useless or wrong: one day each will be held. Desires are seeds waiting for the right conditions to germinate. From a single seed of desire, entire forests are developed. Cherish every desire of his heart, however trivial it may seem. One day these petty desires will lead you to God. The greatest good you can do for the world is becoming a Magician!

Anúncios

27/12/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | 2 Comentários

A surpreendente ciência da motivação

Daniel PinkAnalista de carreira Dan Pink examina o quebra-cabeça da motivação, começando pelo fato que cientistas sociais sabem mas a maioria dos gerentes não: recompensas tradicionais não são tão eficientes quanto pensamos.

Escute histórias iluminadoras — e talvez, um caminho a trilhar.

http://embed.ted.com/talks/lang/pt-br/dan_pink_on_motivation.html

– Dan Pink

Career analyst Dan Pink examines the puzzle of motivation, starting with the fact that social scientists know but most managers do not: Traditional rewards are not as effective as we think.

Listen illuminating stories – and maybe, a way to go.

26/12/2012 Posted by | Artigos, Autoconhecimento, Videobook | Deixe um comentário

Jesus

Jesus CristoNesta data, há 2012 anos nascia Jesus, também chamado de Jesus de Nazaré, é a figura central do cristianismo.

Para a maioria dos cristãos Jesus é Cristo, a encarnação de Deus e o “Filho de Deus”, que teria sido enviado ao mundo para salvar a humanidade.

Acreditam que foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos, mas muitos estudiosos acreditam que depois de morto, Jesus foi ao paraíso, pois foi o que Ele disse em Lucas 23: 43 e ressuscitou no terceiro dia (na Páscoa).

Para os adeptos do islamismo, Jesus é conhecido no idioma árabe como Isa (عيسى, transl. Īsā), Ibn Maryam (“Jesus, filho de Maria”).

Os muçulmanos tratam-no como um grande profeta e aguardam seu retorno antes do Juízo Final.

Alguns segmentos do judaísmo o consideram um profeta, outros um apóstata. Para os cristãos os quatro evangelhos canónicos são a principal fonte de informação sobre Jesus.

Embora tenha pregado apenas em regiões próximas de onde nasceu, a província romana da Judeia, sua influência difundiu-se enormemente ao longo dos séculos após a sua morte, ajudando a delinear o rumo da civilização ocidental.

Feliz Aniversário Jesus.

http://www.youtube.com/embed/fNEVOlxEQDk

Jesus

On this day, 2012 years ago Jesus was born, also called Jesus of Nazareth, is the central figure of Christianity.

For most Christians is Jesus Christ, the incarnation of God and the “Son of God”, that would have been sent into the world to save mankind.

They believe that he was crucified, dead and buried, He descended to the dead, but many scholars believe that after death, Jesus went to heaven, because that’s what He said in Luke 23: 43 and rose on the third day (Easter).

For the followers of Islam, Jesus is known in Arabic as Isa (عيسى, transl. Isa), Ibn Maryam (“Jesus, son of Mary”).

Muslims treat it as a great prophet and await his return before Judgment.

Some segments of Judaism consider him a prophet, an apostate others. For Christians the four canonical gospels are the major source of information about Jesus.

Although he preached only in regions near the birthplace of the Roman province of Judea, their influence has spread widely over the centuries after his death, helping to shape the course of Western civilization.

Happy Birthday Jesus.

25/12/2012 Posted by | Espiritualidade, Lembranças do Dia | Deixe um comentário

The Spirit of Merry Christmas Past

EnyaDo meu songbook, The Spirit of Merry Christmas Past, na bela voz de Enya.

http://www.youtube.com/embed/DSDBhle4rWQ

24/12/2012 Posted by | Songbook | Deixe um comentário

Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender

10 coisas que custei1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reuniões”.

8. Há uma linha muito tênue entre “hobby” e “doença mental”.

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

– Luís Fernando Veríssimo

Ten Things That Took Years To Learn

1. A person who is nice to you but rude to the waiter, can´t be a good person.

2. People who want to share their religious views with you almost never want you to share yours with them.

3. Nobody cares if you can´t dance. Get up and dance.

4. The most destructive force in the universe is gossip.

5. Do not confuse your career with your never living.

6. Never, under any circumstances, take a sleeping pill and a laxative on the same night.

7. If you had to identify, in one word, the reason why the human race has not achieved (and never reach) its full potential, that word would be “meetings.”

8. There is a fine line between “hobby” and “mental illness.”

9. Your real friends love you anyway.

10. Never be afraid to try something new. Remember that a lone amateur built the ark. A large group of professionals built the Titanic.

23/12/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

Desejos de Natal e Ano Novo

7 dicas para fecharFesteje o ano que está acabando não apenas como dias que passaram, e sim como mais um trecho percorrido na estrada da sua vida.

Festeje a alegria que lhe extasiou, e a dor que lhe fez crescer!

Festeje pelo bem que foi capaz de fazer, e pelo mal que foi capaz de superar.

Abra os braços e o coração para receber os sonhos e expectativas do ano novo.

Jogue fora o medo, sinta a vida.

Sonhe, busque, espere …, ame.

Deixe sua alma voar alto

Mentalize seus desejos mais íntimos e acredite: eles chegarão ao céu.

Irão se misturar as estrelas, irão penetrar no Universo e voltarão cheios de energia para tornarem-se reais.

Basta você querer, ter fé e nunca, nunca desistir deles.

Acredite nos seus sonhos …

Feliz Natal, Feliz Ano Novo

– Haroldo Wittitz

2012/2013

Christmas and New Year Wishes

Celebrate the year that is ending not only as the days passed, but as a further distance covered on the road of your life.

Celebrate the joy that enraptured him, and the pain that made him grow!

Celebrate the good that was able to do, and the evil he was able to overcome.

Open arms and hearts to receive the dreams and expectations of the new year.

Throw away the fear, feel the life

Dream on, look, wait …, love

Let your soul soar

Look your innermost desires and believe: they will reach the sky

Will blur the stars, will penetrate the Universe and back full of energy to become real.

Just want you to have faith and never, never give up on them

Believe in your dreams …

Merry Christmas, Happy New Year

23/12/2012 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

Tente algo novo por 30 dias

Matt CuttsExiste algo que você sempre pensou em fazer, quis fazer, mas simplesmente… não fez?

Matt Cutts sugere: tente fazê-lo por 30 dias.

Esta curta e divertida apresentação oferece uma boa forma de pensar sobre como traçar e atingir objetivos.

http://embed.ted.com/talks/lang/pt-br/matt_cutts_try_something_new_for_30_days.html

– Matt Cutts

Is there something you’ve always thought about doing, I wanted to do, but just … not done?

Matt Cutts suggests: try it for 30 days.

This short and entertaining presentation provides a good way of thinking about how to draw and achieve goals.

22/12/2012 Posted by | Artigos, Autoconhecimento, Videobook | Deixe um comentário

Bistrô: o requinte do simples

bistrôUm bistrô francês no Brasil é diferente de um “bistrot” realmente francês. Para começar, o nome – a palavra “bistrô” vem da pronúncia da palavra francesa “bistrot”, que teve origem na Segunda Guerra Mundial, quando a Rússia invadiu a França. Os russos costumavam gritar “bystro, bystro!” que significava “rápido!”. Por isso, os franceses colocaram o nome de “bistrot” em pequenos restaurantes de bairro, que servem comidas mais rápidas.

Na França, um bistrô é um lugarzinho comum e gostoso, onde os franceses param para almoçar no seu horário de trabalho ou no meio do dia, quando estão na rua e bate uma fome repentina. Eles não são considerados chiques, com exceção daqueles na Champs-Élysées que foram feitos essencialmente para agradar os turistas e se transformaram em verdadeiros restaurantes requintados. Os bistrôs originais (a maioria deles, espalhados pelas ruas de Paris) são pequenos, simples e baratos. Mas não perdem seu estilo antigo e aconchegante, que nós imaginamos tão bem ao pensar em um bistrô.

O que se serve em um bistrô, no Brasil? Voilà, comida francesa, claro! A França, e especificamente Paris, tem sua fama de ser elegante e glamourosa. Logo, nos bistrôs franceses reproduzidos aqui, vamos encontrar os pratos franceses que ficaram mais famosos: esgargot, pato (ou melhor, canard), coxas de rã. De sobremesa, obviamente, petit gâteau, um creme brûlée ou um crêpe suzette. Sim, pratos sofisticados. Se alguém falar para um francês que comeu foie gras num bistrô, ele vai achar muito estranho, pois é uma comida especial, que eles só comem em festas como o Natal, Ano Novo ou casamentos. Seria como alguém te falar que comeu bacalhau ao azeite, peru assado e panetone no restaurantezinho da esquina.

O Brasil juntou a culinária francesa famosa com o “estilo” do bistrô de Paris, mas não necessariamente com sua culinária original e comum. Se visitássemos um restaurante brasileiro, na Europa, qual seria o cardápio? Feijoada! Pois é, nada do prato típico do nosso dia-a-dia, nada de arroz, ovo, carne e salada. Atire uma pedra o brasileiro que come feijoada mais do que uma vez por semana (e olhe lá!).

E aí chegamos ao ponto alto do bistrô: a carta de vinhos.

Na França, o vinho não é uma bebida elitizada. Apesar da enorme variedade e dos muitos vinhos raros e especiais que também são produzidos, o vinho é uma bebida que faz parte do cotidiano do francês. Terminar um almoço sem um vinho e um pedacinho de queijo seria como se ficássemos sem o “cafezinho” que tanto apreciamos no Brasil. O vinho é tão presente no dia-a-dia que até em restaurantes universitários (aqueles que o aluno paga menos pela refeição, oferecida pela universidade), há a opção de pegar uma garrafinha de vinho para acompanhar o almoço. A diversidade de vinhos na França é enorme, e eles são vendidos a preços mais populares, por conta da quantidade produzida e da própria cultura.

No Brasil, o vinho já não é uma bebida tão comum. Isso faz com que seu valor seja maior, diminuindo também a variedade. Os vinhos franceses que chegam ao nosso país restringem as cartas de vinhos, que acabam não tendo tantas opções.

Nos bistrôs franceses brasileiros, portanto, a carta de vinhos geralmente possui bebidas de várias nacionalidades, e não apenas francesas. Isso ocorre para que o preço também possa ser mais acessível: vinhos chilenos, argentinos e nacionais, de ótima qualidade, geralmente são mais baratos por não terem altos custos de importação. O número de vinhos franceses acaba não sendo tão grande, mas não significa que eles não sejam fáceis de achar. Um Cabernet Sauvignon ou um Merlot, feitos na cidade francesa de Bordeaux, ou um Chardonnay de Borgonha também podem ser encontrados, mas por preços maiores.

– Fernanda Braite

Bistro: the refinement of simple

A French bistro in Brazil is different from a “bistrot” really French. For starters, the name – the word “bistro” comes from the French pronunciation of the word “bistro”, which originated in World War II, when Russia invaded France. The Russians used to yell “bystro, bystro!” Meaning “quick.” Therefore, the French put the name “bistrot” in small neighborhood restaurants that serve food faster.

In France, a bistro is a small place common and tasty, where the French stop for lunch at their working hours or in the middle of the day when they are on the street and hits a sudden hunger. They are not considered chic, except those on the Champs-Élysées that were made primarily to please tourists and became true fine dining. The bistros originals (most of them scattered through the streets of Paris) are small, simple and inexpensive. But do not lose your old style and warm, which we imagine as well to think of a bistro.

What is served in a bistro in Brazil? Voilà, French food, of course! France, and especially Paris, has a reputation for being stylish and glamorous. Thus, in French bistros reproduced here, we find French dishes that have become more famous: esgargot, duck (or rather canard), frog legs. For dessert, obviously, petit gateau, a crème brûlée or a crêpe suzette. Yes, sophisticated dishes. If someone speaks to a Frenchman who ate foie gras in a bistro, he will find it very strange because it is a special food that they eat only at festivals such as Christmas, New Year or weddings. Would someone like to tell you that ate cod olive oil, roast turkey and fruitcake in the corner diner.

Brazil has joined the famous French cuisine with the “style” of the Paris bistro, but not necessarily with their original and common cooking. Of visiting a Brazilian restaurant in Europe, which would be the menu? Feijoada! Well, nothing’s typical dish from our day-to-day, no rice, egg, meat and salad. Throw a rock the Brazilian feijoada eating more than once a week (and look there).

And then we reached the high point of the bistro: the wine list.

In France, wine is not a drink elitist. Despite the huge variety and many rare and special wines that are also produced, wine is a drink that is part of everyday French. Finishing a lunch without wine and a piece of cheese would be like if we were without the “coffee” they both appreciate in Brazil. The wine is so present in the day-to-day that even in university restaurants (those that the student pays less for the meal, offered by the university), there is the option of picking up a bottle of wine with lunch. The diversity of wine in France is enormous, and they are sold at prices more popular, due to the quantity produced and the culture itself.

In Brazil, the wine is no longer as common a drink. This makes its value is higher, decreasing the variety. French wines that come to our country restrict wine lists that end up not having so many options.

In French bistros Brazilians, so the wine list usually has drinks of various nationalities, not just French. This is so that the price can also be more accessible: Chilean wines, Argentine and domestic, of excellent quality, are generally cheaper because they have high import costs. The number of French wines ends up not being so great, but that does not mean they are not easy to find. A Cabernet Sauvignon or Merlot, made in the French city of Bordeaux or a Burgundy Chardonnay can also be found, but for higher prices.

21/12/2012 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário

O Dinheiro

dinheiro sacoEle pode comprar uma casa, mas não um lar.

Ele pode comprar uma cama, mas não o sono.

Ele pode comprar um relógio, mas não o tempo.

Ele pode comprar um livro, mas não o conhecimento.

Ele pode comprar um título, mas não o respeito.

Ele pode comprar um médico, mas não a saúde.

Ele pode comprar o sangue, mas não a vida.

Ele pode comprar o sexo, mas não o amor.

– Provérbio Chinês

Money

He can buy a house but not a home.

It can buy a bed but not sleep.

It can buy a clock, but not time.

He can buy a book but not knowledge.

He can buy a title, but not respect.

It can buy a doctor but not health.

He can buy blood but not life.

He can buy sex but not love.

19/12/2012 Posted by | Pensamentos, Provérbios, Reflexões | Deixe um comentário

O poder da vulnerabilidade.

brene BrownBrene Brown estuda conexão humana – nossa habilidade de sentir empatia, pertencer, amar.

Em uma palestra comovente e divertida no TEDxHouston, ela compartilha uma percepção profunda de sua pesquisa, que a levou a uma busca pessoal para conhecer a si mesma e entender a humanidade.

http://embed.ted.com/talks/lang/pt-br/brene_brown_on_vulnerability.html

– Brene Brown

Brene Brown studies human connection – our ability to empathize, belong, love.

In a poignant and entertaining lecture on TEDxHouston, she shares a deep insight from her research, which led to a personal quest to know herself and understand humanity.

19/12/2012 Posted by | Artigos, Autoconhecimento, Comportamento, Videobook | Deixe um comentário