PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Sede e calor

copo cheioEspecialistas dão dicas de hidratação

Os últimos dias têm sido muito quentes e a palavra de ordem no momento é hidratação. Muito além de apenas matar a sede, a ingestão de líquidos é fundamental para o bom funcionamento do organismo.

Apesar desta necessidade, muitas pessoas têm dificuldade em ingerir os 2 litros de água recomendados. Neste caso, a especialista em Nutrição Clínica Funcional Roseli Rossi, indica que o hábito seja desenvolvido de forma gradual. “Colocar folhas de hortelã, capim cidreira, gengibre, suco de limão ou rodelas de laranja na água pode ajudar”, declara.

Sobre a importância de se manter hidratado, principalmente nesta onda de calor, a nutricionista Thaís Verdi alerta que nos dias mais quentes, o corpo perde mais água e o organismo não consegue regular a hidratação apenas pela sede. A ingestão de líquidos e alimentos que contêm maior quantidade de água ajudam neste controle.

Além da recomendação diária de água, alimentos que hidratam o organismo devem ser inclusos no cardápio. Melancia, melão e água de coco, por exemplo, podem e devem ser consumidos de três a quatro vezes por dia. “Estes alimentos ajudam a atingir o valor ideal de ingestão de água mais facilmente, e ainda hidratam por meio dos sais minerais contidos neles. O ideal é consumir água ou água de coco. Sucos naturais também podem ajudar”, explica a nutricionista.

Substituir a água por outras bebidas é permitido, mas não devemos incluir os refrigerantes entre as opções. Além de ricos em açúcares, eles contêm sódio e gás, que colaboram com a desidratação. Sobre o assunto, Roseli Rossi destaca: “A água mineral é fundamental e não deve haver total substituição dela. Entretanto, pode-se complementar a hidratação com água de coco (hidratante natural), sucos, chás, vitaminas, shakes, etc”.

A vantagem do consumo de sucos é que, além de hidratar, eles são nutritivos, pois são compostos de vitaminas, minerais e substâncias benéficas ao organismo como carotenoides, com funções antioxidantes. Mas atenção: “sucos muito concentrados podem demorar mais para serem absorvidos e isto pode não ser adequado em situações específicas onde há necessidade de hidratação rápida”, complementa Roseli.

Quer opções de sucos funcionais? Os de limão, melão, melancia, carambola, abacaxi, lichia, amora, cereja, morango e uva, além de serem antioxidantes, hidratam e trazem benefícios à saúde.

O importante é a percepção de que o corpo precisa se manter hidratado para manter funções metabólicas e fisiológicas e, para isso, é necessário manter a disciplina de sempre ter uma garrafinha de água na bolsa, na mesa de trabalho, na cabeceira da cama. Vale ressaltar que os líquidos devem ser tomados ao longo do dia, desde que levantamos até a hora de ir dormir, e atentar para ingerir os líquidos sempre após as refeição e nunca durante.

Anúncios

14/02/2014 Posted by | Alimentação | Deixe um comentário

Sexo é mais quente quando o parceiro é confiável

amizade1Seu desejo de se entregar no sexo é acompanhado por uma grande onda de medo? A falta de confiança no parceiro pode ser a razão. As mulheres se entregam mais na hora H quando o parceiro é confiável.

Para 87% das mulheres, o relacionamento sexual é mais quente quando acontece com parceiros nos quais elas confiam.

A afirmação faz sentido, pois é muito mais fácil identificar os gostos do parceiro quando já há um entrosamento. Mulheres, de um modo geral, têm mais dificuldade para se soltar na cama, o que esfria o relacionamento sexual.

14/02/2014 Posted by | Sexo | Deixe um comentário

Cinco mitos sobre a sexualidade feminina derrubados

libido5Rodas de amigos, programas de TV, internet e até do namorado: Você, mulher, já deve ter lido/ouvido em algum lugar que sente menos tesão que os homens. Correto? Já deve ter visto também que a mulher que sente muito desejo sexual é considerada espécie rara. Não acredite na oposição, isso tudo não passa de mito! E para comprovar, o jornal Huffington Post publicou uma matéria com a pesquisadora Kristen Mark, especializada em sexo e relacionamento. Confira cinco mitos que foram derrubados por Kristen:

01 – As mulheres sentem menos tesão do que os homens

Mentira, mentira, mentira! Não é regra a mulher sentir menos desejo sexual do que seu sexo oposto, pelo contrário, ambos estão sujeitos, em iguais proporções a terem quedas na libido. Na minha opinião, o que pode acontecer é o fato da mulher depender de mais estímulos do que o homem para sentir vontade de transar.

02 – Para transar é preciso, primeiro, sentir desejo, depois ficar excitado e, por último, atingir o orgasmo.

Outra mentira! Quem aí já foi surpreendido pelo parceiro num dia em que o tesão estava lá embaixo? Não é preciso estar com desejo (num primeiro momento) para transar. Se o parceiro estimular e você ficar excitada, certamente o desejo vai surgir!

03 – Grande parte das mulheres sofrem de disfunção sexual

Essa afirmação surgiu em 1999, a partir de um estudo baseado em respostas “sim” ou “não”. Onde já se viu fazer uma pesquisa sobre sexo com respostas tão vazias quanto essas? Como explicar ao pesquisador que você estava com a libido baixa porque foi demitido da empresa ou porque estava em crise no casamento?

04 – É raridade encontrar mulheres com alto desejo sexual

Um estudo recente constatou que a maioria das mulheres entrevistadas eram “altamente sexuais”, ou seja, existem SIM mulheres subindo pelas paredes! Como eu disse antes, nós só precisamos de mais estímulos.

05 – Quando o assunto é tesão, as mulheres são bem diferentes dos homens

Para Kristen, a diferença de desejo entre os sexos giram mais em torno dos relacionamentos do que do próprio gênero. Não existem provas concretas de que mulheres sentem menos tesão do que os homens!

14/02/2014 Posted by | Sexo | Deixe um comentário

Sinfonia do Tabaco

avo uvezianTerno branco e chapéu panamá. Essas são as marcas do libanês Avo Uvezian, uma das mais legendárias figuras do mundo do tabaco. Vindo de uma família de músicos, Avo fez parte de um trio de jazz e compôs a música ‘Strangers in the night’, imortalizada na voz de Frank Sinatra. Sua paixão por charutos fez com que ele criasse uma marca de charutos altamente apreciada pelos aficionados.

Nascido em Beirute em 1926, Uvezian sempre foi apaixonado por música, escolhendo o piano como seu instrumento. Depois de viajar pelo Oriente Médio com seu grupo ‘The Lebanon Boys’, ele se mudou para os Estados Unidos para estudar música na Juliard, em Nova York. Seus estudos foram bruscamente interrompidos com a convocação para a Guerra da Coréia, na década de 50. Depois de ser dispensado dos serviços militares em 1952, ele mudou-se para Porto Rico, onde se tornou um grande apreciador de charutos.

Depois de uma viagem à Suíça onde não encontrou seus charutos preferidos, Uvezian decidiu criar sua própria linha de charutos. Depois de se unir ao produtos dos charutos Davidoff, Hendrick Kelner, ele criou a marca Bolero, em 1987, que era vendida em Porto Rico. Um ano depois do lançamento, começaram a ser vendidos em Nova York, na loja da Davidoff, com o nome de Avo. Bastante suaves, os charutos Avo foram bem aceitos no mercado americano e, em 10 anos mais de três milhões de unidades eram vendidas anualmente. No ano em que as vendas alcançaram 750 mil unidades, Avo Uvezian fez um acordo com a Davidoff, que comprou a marca, e ficou responsável por sua representação mundial. Ele se tornou um embaixador da boa vida, sendo o ‘garoto-propaganda’ da marca e de seu lifestyle.

Inspiradas na carreira musical de Avo, nasceram as linhas Avo XO Trio, composta pelo XO Maestoso, XO Prelúdio e Intermezzo; e Avo XO Quarteto, composta pelos charutos Presto, Allegro, Serenata e Notturno. Há também os charutos da linha Domaine Avo, mais encorpados e marcantes, lançados para agradar os aficionados que preferem baforadas mais fortes. Verdadeiros clássicos entre os apreciadores!

www.avo.com

14/02/2014 Posted by | Tabaco | Deixe um comentário

Vêneto: entre amores e vinhos

VenetoConhecer a Itália é o sonho de muitas pessoas que apreciam vinho e gastronomia, uma vez que o país é berço de excelentes rótulos e comidas excepcionais. Mas, longe da agitação italiana encontra-se o Vêneto, uma região famosa pela beleza, romantismo e vinhos.

Essa região, que está localizada no nordeste da Itália e próximo à Veneza, tem uma ligação especial com o Brasil, uma vez que de lá imigraram muitos italianos para a Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul, e ajudaram a inserir os brasileiros no mapa mundial de produção e consumo de vinhos.

Vêneto é a maior exportadora de vinhos de seu país e, também, a mais conhecida das três regiões que compõem o chamado Tre Venezie, sendo as outras duas Friuli-Venezia Giulia e Trentini-Alto Adige. E dentro da região do Vêneto se encontra uma sub-região famosa mundialmente, Verona, que foi o cenário da história de amor mais marcante até hoje: Romeu e Julieta, de William Shakespeare.

O romance, inclusive, serviu de inspiração para o recente filme Cartas para Julieta, que mostra em detalhes a pequena área que seduz os milhares de turistas que por ali passam anualmente. Além do passeio turístico pela Casa da Julieta, onde é possível pendurar cadeados com nomes de casais com o intuito de eternizar o amor, Verona é considerada a capital não-oficial dos vinhos do Vêneto.

Foi a partir da década de 1960 e 70 que Vêneto ganhou fama em grandes negócios, quando a região passou a produzir grande quantidade do vinho branco Soave e dos tintos Valpolicella e Bardolino. Além desses, o tinto Amarone e o espumante Prosecco, integram a lista dos principais vinhos da região. Vêneto também é conhecido por produzir vinhos doces, estes feitos pelo método recioto, que concentra o açúcar das uvas.

Já o Prosecco também é famoso na Itália porque é o ingrediente principal para a elaboração de um dos drinks de mais sucesso em Veneza: o Bellini. O espumante é tradicionalmente misturado com suco de pêssego para fazer este coquetel, que dizem que é divino. Outras uvas, no entanto, podem ser encontradas em excelente qualidade, como a Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot, Pinot Grigio, Corvina, Molinara, Rondinella e Negrata.

Verona: uma viagem inesquecível…
Lindo para ela e perfeito para ele, isto se ele gostar de vinhos. Os casais que vão visitar esta região, certamente, não vão se arrepender, já que o local esbanja charme e romantismo e, por isso, é um atrativo e tanto para as moçoilas. Eles não precisam se preocupar com tédio, ainda mais se gostarem de vinhos, uma vez que é ideal para os amantes da bebida.

Além disso, a parte gastronômica é fantástica, assim como em toda a Itália. Vale a pena beber vinho na tradicional Bottega del Vino, que está no centro histórico e também visitar as principais vinícolas da região, como a Novaia, que recentemente foi restaurada e renovada, tanto em estruturas e equipamentos, a bela Fratelli Zeni e a Vinícola Francesco Manzini, localizada em áreas montanhosas, o vinhedo utiliza as técnicas mais tradicionais da região. Foi assim que adaptou o famoso Rosso italiano e criou um vinho único, expressão máxima dessa região.

Mas, se quiser se aprofundar mais em seus vinhos é promovido anualmente a Vinitaly, na cidade de Verona, que junto com a Vinexpo, de Bordeaux, ocupa a liderança de sucesso das feiras mundiais de vinhos.

Se você for à Itália, vale a pena conhecer o Vêneto e suas sub-regiões. Com certeza, você vai se encantar com a história, cultura e paixão que o local transmite e, é claro, seus vinhos fantásticos.

Saúde!

14/02/2014 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário