PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Como você cuida de si mesmo?

BB 23Para conquistar reconhecimento dos outros, comece a se reconhecer. Para ser amado, comece a se amar. Assim, estará cuidando de você. Com frequência, ao serem questionadas sobre como têm se dedicado a si próprias, muitas pessoas rapidamente recorrem ao fator tempo para chegar a uma resposta. Esse raciocínio é automático e faz parte da nossa cultura. Mas, na verdade, o tempo é apenas um aspecto a ser considerado.

Dedicar-se a você está ligado diretamente a “como” está se alimentando em todas as áreas da sua vida. Da mesma forma que você precisa comer com critérios de qualidade e quantidade para se manter vivo, necessita também de critérios para se preencher.

O que alimenta você emocionalmente? É importante que seja algo gostoso e saudável. O que o alimenta intelectualmente? Do que você gosta? Gosta de ler? Que tipo de livros? De ir ao cinema, ao teatro? Gosta de jogar videogames? O que faz sua cabeça ficar esperta, ou seja, obter prazer e estar motivada? Como alimenta seus relacionamentos? Que tipo de comida vai dar a eles? Tudo aquilo que der equivale à qualidade do relacionamento que terá.

Comece por você

É muito comum encontrar pessoas que ficam sentadas esperando que os outros a amem, respeitem, considerem e, para isso, usam alguns recursos: compram presentes, são boazinhas, mandam cartões, lembram do aniversário. Tem também aqueles que, quando obtêm sucesso profissional, por exemplo, correm para contar a todos porque necessitam do reconhecimento. Alimentar-se significa fazer tudo isso, mas, antes, para si mesmo.

Você quer reconhecimento dos outros? Comece a se reconhecer. Você quer o amor dos outros? Comece a se amar. Isso, para mim, é cuidar de si. É perceber: “o que eu desejo dos outros? O que é necessário para eu ser feliz?”. Hipoteticamente, imagine o que deveria acontecer para você ser bem feliz e pergunte-se: o que você está fazendo para que isso aconteça?

Saiba que tudo se realiza, inicialmente, dentro de nós. Então, primeiro eu preciso ser rico (a) dentro de mim, primeiro preciso ser amoroso (a) dentro de mim, ser reconhecido (a) dentro de mim, respeitoso (a) dentro de mim… Tudo isso é alimento. É o que estou colocando dentro de mim para ser a usina geradora da minha própria felicidade. O que eu gerar é o que eu vou atrair.

Assim, se você tem amor por si, atrairá o amor. Aliás, como é mesmo que se desenvolve amor por si? Olhe como é que você desenvolve amor pelas pessoas. Não é prestando atenção a elas, vendo o que fazem e que você gosta, tudo o que lhe faz bem? Não é admirando o comportamento delas, achando que são bacanas?

Pois é, mas tem muita gente que não se olha, não é mesmo? E, se não se olha, como pode gostar de si? Só podemos gostar do que conhecemos. Há pessoas que dizem: “Tenho uma relação muito complicada com meu corpo. Não gosto dele, nem olho para não ver como é feio, torto, tem celulite…” Então, como a pessoa não se vê, nunca vai gostar de si. Em nosso organismo, o olho é voltado para fora. Não ficamos observando nosso interior e, sim, olhando o tempo todo para o outro. Claro que vamos gostar mais do outro do que de nós mesmos se não nos olharmos!

Olhar interior

É por isso que defendo tanto a importância do autoconhecimento. É preciso, primeiro, se conhecer para depois gostar de você mesmo. Dedicar-se a si próprio não significa o quanto de tempo tem para um lazer, um hobby, um estudo. Tudo isso é consequência desse olhar para seu interior.

Quando você se reconhece e se ama, presenteia-se, cuida da mente, do corpo, das emoções e do espírito de forma saudável. Faz por e para você, primeiramente, para se voltar e dar ao outro o que existe de mais precioso em você.

Toda e qualquer ferramenta que sirva de apoio nessa trajetória de transformação certamente será bem-vinda, afinal, para se questionar com imparcialidade, você precisa de ajuda. Um dos mais fortes trabalhos mundiais que propiciam essa oportunidade é o Processo Hoffman, um programa de autoconhecimento reconhecido pela Universidade Harvard que oferece o meio para que você se faça essas perguntas e obtenha as respostas – as suas respostas.

Esse treinamento oferece a oportunidade de rever toda a sua história, numa didática que possibilita visualizar, questionar e transformar suas verdades. Com isso, a proposta é possibilitar que você una diferentes dimensões de suas inteligências para aprender, de dentro para fora, a sua maior verdade.

Comece hoje com uma mudança de olhar sobre si mesmo, questione-se, promova um diálogo interno sem julgamento. Este exercício é um dos primeiros passos.

Eu desejo que você encontre suas reais respostas.

 

Anúncios

21/01/2015 - Posted by | Autoconhecimento

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: