PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

O preço de ir direto ao ponto

um casal pertoPesquisa revela que o sexo no primeiro encontro pode complicar as coisas no seu relacionamento mais tarde

Se você pretende investir num relacionamento duradouro, vale a pena pensar duas vezes antes de ir “com muita sede ao pote”. Mesmo com a melhor das intenções, transar no primeiro encontro pode prejudicar relacionamentos no longo prazo, sugere um novo estudo.

O trabalho reuniu 11 mil pessoas que se encontravam em relação estável para investigar o nível de satisfação com os parceiros, a comunicação do casal e a estabilidade do relacionamento.

Aqueles que fizeram sexo antes ou durante as primeiras semanas de “enrosco” apresentaram níveis mais baixos de satisfação, comunicação e estabilidade na vida a dois do que os participantes que esperaram mais para transar, ou se abstiveram de sexo.

O padrão se manteve mesmo depois que os cientistas levaram em conta fatores que poderiam ter afetado os resultados, como etnia, educação, número de parceiros sexuais e frequência religiosa.

A descoberta coincide com outra novidade sobre o comportamento dos casados: estudos anteriores mostraram que quanto mais os indivíduos toleram seus hormônios e não partem para o ataque, maior a satisfação no casamento.

Mas isso ainda não é suficiente para provar o vínculo entre a postergação do prazer e bons resultados no relacionamento. Pode ser que os casais que transam desde cedo tenham grande expectativa quanto à frequência sexual e o interesse do outro no futuro — elementos que tendem a diminuir com o tempo.

“O descompasso entre as expectativas sexuais individuais e recompensas reais pode minar o processo de formação dos casais”, alertaram pesquisadores no Journal of Sex Research.

Mas outros profissionais não são tão catastróficos. “Em termos de satisfação e comunicação, a diferença entre os que transaram de cara e os que esperaram foi de apenas um décimo numa escala de cinco pontos”, salienta Justin Lehmiller, psicólogo da Universidade de Harvard especialista em relacionamentos. Ele afirma que isso “é pouco para representar uma ameaça”, e sugere que o problema talvez nem tenha muito a ver com sexo. “Pode haver diferenças de personalidade entre os que iniciam um relacionamento direto na cama e os que esperam tudo acontecer”, conclui o cientista.

E você, prefere mergulhar de cabeça de uma vez só ou guardar o melhor para depois?

Anúncios

13/03/2015 - Posted by | Relacionamento

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: