PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

O poder do beijo na boca

beijo 2Um beijo na boca bem dado é a chave do paraíso nas mãos.

Um senhor beijo, esse deveria se o pulo do gato de qualquer receita de relacionamento, se houvesse uma receita de relacionamento, é claro…Teste drive de qualquer futura possibilidade, o beijo na boca não pode ser dado de qualquer maneira.

Um beijo não merece ser meia boca, sem vontade, parecendo obrigação. Tem que ser um convite irrecusável de entrega, um mergulho no espaço do outro (a), uma ousada permissão de envolver-se pelas sensações que o contato vai acendendo devagar no resto do corpo.

A fusão ritmada dos lábios dá a temperatura da “coisa toda” antes de a “coisa toda” acontecer.

É no roçar das bocas que o mercúrio do termômetro mostra o grau da febre que vai se alastrar pela pele.

É no toque dos lábios molhados que se experimenta o outro, que os corpos iniciam uma conversa que pode durar horas, é onde se diz a verdade do desejo sentido.

Não cabem mentiras num beijo na boca. Sou da opinião de que o beijo é de suma importância em qualquer relacionamento. Podem reparar que ele é a primeira coisa que esfria quando algo não vai bem. E quando tudo vai bem, um beijo cheio de tesão soa como uma afronta ao resto do mundo, arranca suspiros e invejas alheios, enche a boca d´àgua e o coração de um gosto de também quero. Um beijo na boca bem dado nos deixa surdos aos ruídos supérfluos, rouba os ponteiros dos relógios, nos coloca em órbita elíptica ao redor de um corpo em ebulição, onde passamos a experimentar um louco e gostoso periastro.

Um beijo longo, demorado, suculento, curtido e sentido, chamado de Suavium pelos antigos romanos, é o maior presente que se pode dar a quem se ama e deseja. A pressa rouba o prazer do beijo, deixa morrer a paixão e nubla a fascinação. Um beijo na boca bem dado é um vem cá, um chega mais, um tem que ser agora, um não vejo a hora, um não dá para esperar. Jean Rostand, pensador francês, disse que um beijo é um segredo que se diz na boca do outro (a) e não no ouvido.

Como não concordar?

Anúncios

22/05/2015 - Posted by | Atitudes

2 Comentários »

  1. Sensacional!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    Comentário por sheyla | 25/05/2015 | Responder

    • Sheyla, Que bom que você gostou. Grato pelo acompanhamento. Bjs.

      Curtir

      Comentário por HWBlog | 17/06/2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: