PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Love Song

Love Song com Boney James (apresentando Philip Bailey)

30/11/2015 Posted by | Songbook | Deixe um comentário

Quem usa quem no seu relacionamento

mulher celularVocê sabe a diferença entre ferramentas e armas? Muitas vezes, especialmente no universo das relações humanas, essas duas palavras são usadas como se fossem sinônimas. E o mais perigoso é que realmente existem alguns recursos, bastante usados nos relacionamentos amorosos, que costumam ser confundidos.

Acontece que, de fato, existe uma sutil e, ao mesmo tempo, grotesca diferença entre uma e outra. As ferramentas servem para consertar, construir, transformar. Enquanto que as armas servem para machucar, destruir e aniquilar. Mas o que torna tudo isso uma grande armadilha é que a sutil diferença está no modo como cada uma é usada. Um pequeno detalhe que determina quem está usando quem.

Então, quando pergunto quem usa quem no seu relacionamento, estou falando de um dos problemas que mais têm afetado os casais nos últimos tempos: a tecnologia da comunicação. Ou seja, as redes sociais, o famoso whatsapp, instagram, facebook, entre outros meios que , aparentemente, deveriam servir como ferramentas. Servir para facilitar a vida e aproximar pessoas. A grande catástrofe, no entanto, é que muitas pessoas não têm se dado conta de que tudo isso deixa de ser ferramenta para se tornar arma quando é usado sem critério, em excesso, como muleta para questões mal resolvidas ou por vício mesmo.

Porque a internet serve, sim, para aproximar quem está longe. Mas de um jeito sorrateiro e absurdamente doloroso, serve também para afastar quem está perto! Serve para distanciar aqueles que mais amamos, especialmente, quando passamos mais tempo olhando para a tela das supostas ferramentas do que para os olhos de quem está ao nosso redor.

E você? Como anda sua relação com as ferramentas da tecnologia e da comunicação? Quem anda usando quem? Você não sai do whatsapp? A primeira e a última coisa que faz nos seus dias é apertar um botão para conferir quem está conectado? Pois se tem sido assim, sugiro de todo coração que você comece a se questionar sobre o verdadeiro significado da palavra conexão!

Para mim, conexão é sintonia de almas, é estar junto de verdade, é estar presente e por inteiro. Conexão é aproveitar o tempo disponível para conversar com quem realmente importa, com quem está junto no dia a dia, com quem é parceiro de fato.

Não estou dizendo que a troca de mensagens com amigos e amores distantes não é boa! Claro que é! É maravilhoso poder se comunicar como nunca foi possível antes  com quem está a quilômetros de distância. Também é ótimo trabalhar e resolver pendências usando as facilidades e a agilidade da internet. Mas é preciso ter bom senso, equilíbrio e respeitar a dose. Senão, o que era remédio se torna veneno. O que era ferramenta se torna arma. Fere, magoa, faz tudo perder o sentido.

E, por fim, vale sempre a reflexão: do que nos adianta evoluir tanto em termos tecnológicos se não cuidarmos de nossa educação emocional e espiritual? Porque, no final das contas, o que importa mesmo, o que nos faz feliz de verdade, o que alimenta nossa esperança e nosso desejo de viver, é o abraço apertado e o olhar acolhedor e demorado de quem a gente tem a honra de compartilhar o aqui e agora. O verdadeiro presente da vida!

30/11/2015 Posted by | Comportamento, Reflexões, Relacionamento | Deixe um comentário

Sexo News

L023Transa bem nutrida:

Sua vontade compulsiva de comer junk food tem uma explicação: falta de sexo! A pesquisa conduzida pela sexóloga americana Jena La Flamme e divulgada no site Pleasurable Weight Loss conclui que a atividade sexual e a perda de peso estão completamente conectadas. Por isso, uma vida sexual ativa ameniza a vontade de comer alimentos que não são saudáveis. Se você está privado sexualmente, seu corpo sentirá falta e irá procurar prazer em outras áreas. E é fácil preencher esse vazio com comida, diz a especialista.

Pelados e Unidos:

Uma pesquisa no Reino Unido com cerca de mil casais descobriu que pessoas que dormem desnudas são mais felizes no relacionamento. No estudo 57% dos entrevistados que iam para a cama nus disseram se sentir satisfeitos, em comparação a 48% dos que dormem de pijama. Moral da história? Dispense o vestuário. Isso também pode aumentar o número de relações sexuais, o que é ótimo para qualquer relacionamento, para o sistema imunológico e para a qualidade do sono.

Vista-se certo!

Você sabe guardar, colocar e usar camisinha corretamente? Acredite, muitos homens estão vacilando nesses quesitos. Uma análise publicada no International Journal of Sexual Health compilou cerca de 50 pesquisas sobre o uso de preservativos por homens, realizada nos últimos 17 anos e que envolveram mais de 10 mil participantes. Os resultados mostram que a principal causa para que o método de prevenção não seja eficaz é justamente o mau uso da camisinha. Colocar preservativo do lado errado foi a falta mais comum cometida pelos homens, representando 30,4% dos casos.

30/11/2015 Posted by | Sexo | Deixe um comentário

Rasga-me

L044Rasga-me, morda-me, me experimente…
Faça de mim seu corpo em ciências, estuda-me…
Introduza em mim, seus mais crescentes desejos…
Eu, todos realizarei com gosto…
Beba-me, embriague-se…
Não me devolva… Me acolha…
Tudo o que sou te pertence…
Sou lua, nua, crua…
Sou sua madrugada, seu elixir sagrado, sou seu Graal…
Encha-me… Faça-me tua…
Uma fusão de sentidos retraídos… Seu falo me pertence…
Até que caia em riste… E eu não me vou…
Pois não me canso de saciar-te o carnal, o filosofal…
Não me enjoo do teu gozo…

Fernanda Lúcia

30/11/2015 Posted by | Poesia | Deixe um comentário

Fortaleça o esqueleto

Homem-nadando-na-praia-Além de diversão, esportes de baixo impacto podem trazer grandes benefícios para o seu corpo.

O surfe, por exemplo, contribui para construir ossos duros de roer. Em estudo realizado na Austrália, praticantes da modalidade tiveram um aumento de 22% na densidade óssea dos braços, do quadril e da espinha em relação a pessoas sedentárias. Motivo:  você exige bastante dos seus músculos ao remar para passar a arrebentação e ficar em pé na prancha. Isso deixa os ossos mais espessos.

Pegar ondas não é sua praia? Outros esportes com pouco impacto também ajudam, como ciclismo e natação. Procure alterná-los com atividades de alto impacto (corrida) e musculação para ter um esqueleto forte.

30/11/2015 Posted by | Fitness | Deixe um comentário

Emoções mal resolvidas podem realmente adoecer uma pessoa?

masculinidadePor que adoecemos? O que leva o próprio corpo a gerar células malignas, como no caso do câncer, ou o pâncreas a não produzir insulina, como no diabetes? Se, quanto ao câncer, o mecanismo ainda não foi totalmente explicado, no caso da diabetes é fato que o consumo excessivo de açúcar, o sedentarismo e a obesidade podem desencadear a doença em qualquer pessoa. O mesmo acontece em indivíduos que apresentam picos de pressão: a hipertensão pode ser uma condição provocada por pressões externas, como sobrecarga de problemas e estresse. Ter dores no peito e sintomas de problemas cardíacos podem ser sinal de um ataque de ansiedade e não que o indivíduo esteja infartando. Existe até doença com denominação quase romântica, como a síndrome do coração partido, relatada pela primeira vez por médicos japoneses, na década de 1990, cujos sintomas assemelham-se ao de um ataque cardíaco. Interessante observar que a sociedade japonesa está entre as que apresentam alto índice de suicídio. Coincidência? Com toda certeza, não.

Embora ainda não ter sido cientificamente comprovado, estudos levantam a possibilidade de haver relação entre características de personalidade e o desenvolvimento de doenças físicas.  Apesar de todas as indicações da influência das emoções no aparecimento de enfermidades orgânicas, ainda não há uma perfeita compreensão do mecanismo que relacione o funcionamento de causa e efeito entre mente e corpo. É preciso levar em conta que os seres humanos não se encaixam em padrões nem respondem às influências do meio ambiente de modo semelhante. O sofrimento não é vivenciado da mesma forma e com igual intensidade, pois outros agentes devem ser levados em conta, como temperamento e grau de resiliência, além de apoio familiar e social. Isso significa que, como preconiza a terapia cognitiva, não é a situação em si mesma que determina como o indivíduo vai pensá-la e vivenciá-la, sentindo e reagindo aos eventos de acordo principalmente por sua forma de perceber a si mesmo, ao mundo e às outras pessoas. Partindo desse princípio, as emoções determinam a saúde psicológica e poderão interferir na saúde física.

Essas observações têm por objetivo refletir sobre a relação entre as emoções e o surgimento do câncer, levando-se em conta que estudos já demonstraram que uma exposição prolongada ao estresse, por exemplo, pode ocasionar a redução das defesas do corpo, tornando-o vulnerável a infecções e tumores, entre outras afecções. Se a baixa imunidade é resultado das escolhas do indivíduo, como alimentação inadequada, abuso de tabaco e álcool, inatividade física, esses maus hábitos podem ter raízes emocionais, como depressão e ansiedade. Então, o que é aparente não se trata da causa, mas da consequência. Se a maioria das doenças tem caráter multifatorial, qual seja, tanto genético quanto ambiental, biológico e comportamental, é preciso compreender o papel dos fatores psicológicos em sua gênese, e, a partir disso, priorizar o trabalho preventivo, o que evita o surgimento da patologia, em lugar do curativo, aquele de que se lança mão depois que a doença se instala.

Tratando especificamente do câncer, lembremos que ele sempre foi uma síndrome ligada, no imaginário popular, à depressão. Talvez por ser tão devastador em seus sintomas, o câncer remete à ideia de profunda tristeza e desesperança, que são alguns dos sintomas da depressão. As indicações médicas são cuidar da alimentação, praticar atividade física, enfrentar o tabagismo, evitar o abuso de álcool, desenvolver relacionamentos saudáveis e uma rede de apoio social, com isso fugindo à solidão, fazer exames periódicos, ir ao médico quando necessário, mas é preciso enfatizar também que se deve ouvir as emoções, prestar atenção às necessidades da alma. Engolir sapos, viver com o coração apertado, se acostumar com o medo, remoer frustrações e ressentimentos, sucumbir à raiva, desistir dos sonhos, aceitando menos, nunca se ver como prioridade são quase vícios, tão nocivos quanto o descuido com a alimentação, o sedentarismo, os excessos de todos os tipos e o estresse. E se trocar hábitos nocivos por outros benéficos é importante, tratar a saúde psicológica é fundamental.

É preciso adquirir não apenas ferramentas psicológicas para se fortalecer frente às circunstâncias difíceis, mas também cultivar sentimentos e pensamentos positivos, além de aprender comportamentos adaptativos. Fundamental para ter uma vida de qualidade é fortalecer a autoestima, que, além de contribuir para os cuidados com a aparência e a apresentação, alimenta a autoconfiança, tão necessária para alcançar os objetivos, quaisquer que eles sejam. Aprender a ser assertivo, o que possibilita estabelecer relações mais honestas e de igual para igual, nas quais todos sejam respeitados em seus direitos. Ter um tempo para relaxar, afastar-se um pouco das tensões, divertir-se, ou mesmo apenas parar e observar, respirar e meditar, ficar em silêncio. Afinal, enxergar o mundo com olhos mais tolerantes e coração mais leve pode significar a diferença entre saúde e doença.

Maria Cristina Ramos Britto    

 

29/11/2015 Posted by | Comportamento, Saúde | Deixe um comentário

A prevenção está na mesa

câncer-masculinoO câncer de próstata está para o homem assim com câncer de mama está para a mulher. Ambos são o segundo tipo mais comum entre homens e mulheres, respectivamente.

No caso masculino, essa é uma consequência negativa da testosterona, hormônio que estimula o crescimento da células prostáticas . Tanto que a cada ano vem se fortalecendo um movimento internacional de conscientização do homem: o Novembro Azul.

Uma das maneiras mais eficazes de se proteger é fazendo exames periódicos e cuidando da alimentação. Aqui sugerimos um cardápio diário para cuidar da sua próstata:

Café da Manhã:

Uma laranja. A pectina das frutas cítricas destrói as células do câncer de próstata. Também é uma importante forma de fibra solúvel , do tipo que se combina a hormônios como a testosterona para reduzir sua quantidade circulando no corpo, a que as células da próstata estão expostas. Estudos encontraram níveis mais baixos de antígeno prostático específico (PSA), uma proteína liberada pelas células da próstata usada para detectar o câncer da próstata, em homens cuja alimentação era rica em fibras solúveis. Pesquisadores suspeitam que a alimentação rica em fibras seja uma das razões pelas quais os vegetarianos têm probabilidade bem menor de desenvolver câncer de próstata, se comparadas aos carnívoros.

Uma xícara de chá-verde. O chá-verde contém grandes quantidades do poderoso antioxidante EGCG, que protege as células da próstata do tipo de dano biológico que pode levar ao câncer. Um estudo descobriu que os homens que bebiam três xícaras de verde do chá por dia tinham 73% menos probabilidade de desenvolver esse tipo de câncer, comparados àqueles que não bebiam o chá. De modo geral, quanto mais chá os homens bebiam e quanto mais antigo o hábito, menor o risco de desenvolverem câncer de próstata.

Almoço:

Sopa ou salada com soja verde. Os asiáticos costumam comer bastante soja, e o índice de câncer de próstata entre eles é menor do que entre os ocidentais. A soja verde (edamame), o tofu, e o leite de soja contêm hormônios vegetais chamados isoflavonas, que ajudam a reduzir os níveis de hormônios sexuas como a testosterona. Quanto menos testosterona , menos incentivo para o crescimento das células do câncer de próstata. Adicione vagens de soja a sopas e saladas, ou cozinhe-as levemente no vapor, com um pouco de sal.

Lanche:

Um punhado de amêndoas. Ao lado do óleo de germe de trigo, as amêndoas são a melhor fonte natural de vitamina E, fornecendo 7,4 mg em uma porção de 28g, que reduz o risco de câncer de próstata. Um grande estudo feito com 29 mil homens finlandeses descobriu que os que ingeriam 50UI de vitamina E (cerca de 33mg), sob a forma de suplemento, eram 32% menos propensos a desenvolver o Câncer de próstata e 41% menos propensos a morrer desse câncer em um período de cinco a oito anos, em comparação com os que não ingeriam o suplemento.

Jantar:

Salmão grelhado. O salmão é uma excelente fonte de ácidos graxos ômega-3, conhecidos pelos benefícios ao coração. Eles também têm forte ligação com o risco reduzido de câncer de próstata, Um estudo de 30 anos com 6 mil homens suecos descobriu que aqueles que comiam pouco ou nenhum peixe corriam  um risco a três vezes maior de desenvolver câncer de próstata, em comparação com os que comiam quantidades moderadas ou altas de peixes gordurosos. A sardinha é outra opção rica em ômega-3.

Brócolis com azeite. O brócolis, a couve-flor, o repolho e a couve-de-bruxelas contêm o composto anti-cancerígeno sulforafano. Um estudo descobriu que os homens que comiam três ou mais porções desses  vegetais tinham probabilidade 41% menor de desenvolver câncer de próstata em comparação com os que comiam menos de uma porção por semana. Por que com azeite de oliva? O azeite é feito principalmente de gordura monoinsaturada, benéfica, e não da gordura poli-insaturada do óleo de milho, açafrão e girassol. Estudos descobriram que os homens que tinham uma alimentação rica em gordura poli-insaturada eram mais propensos a desenvolver câncer de próstata.

Reforços para a prevenção:

Consulte o médico periodicamente para fazer os exames. O PSA é um exame de sangue que mede os níveis do antígeno prostático específico, uma proteína produzida pela células da próstata. Quanto maiores os níveis, maior a probabilidade de se ter câncer. Mas o exame não é conclusivo. Baseados em seu histórico familiar e no seu risco geral, o médico irá pedi-lo. Outro exame usado para detectar o câncer de próstata é o toque retal, feito frequentemente junto com o exame de PSA.

Aumente a ingestão de selênio. O selênio, oligomineral encontrado em grãos (sobretudo na farinha de trigo e nos grãos de cevada), castanha-do pará e muitos peixes de carne branca, está relacionado a taxas menores de  câncer de próstata. Mas, como os níveis de selênio no solo variam muito em todo o mundo, também variam muito nos alimentos que ingerimos. Um estudo feito no sudeste dos Estados Unidos, onde os níveis de selênio no solo são muito baixos, descobriu que a incidência de câncer de próstata em homens que tomavam suplementos de 200 microgramas de selênio era quase a metade da incidência nos que não tomavam. Mas suplementos só de selênio podem ser perigosos, pois podem aumentar o risco de diabetes. A quantidade presente em multivitamínicos é suficiente; se você não toma nenhum, adicione mais peixe à sua alimentação. Com um exame de sangue, o médico pode ver se seus níveis de selênio estão baixos.

Tome sol, sem protetor solar, por 10 minutos diários: Você obterá a valiosa vitamina D, que o corpo produz quando os raios solares UVB atingem a pele. Estudos mostraram que homens do Reio Unido, onde são poucos os dias ensolarados e onde a  deficiência de vitamina D é muito comum, que, com regularidade, passavam as férias em lugares de clima quente, tomavam banho de sol com frequência e eram mais expostos de um modo geral aos raios ultravioleta corriam um risco bem menor de desenvolver câncer de próstata.

Mayo Clinic

29/11/2015 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Coisas que a vida nos ensina

Scan0012Amor não se implora, não se pede, não se espera…

Amor se vive ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros para você, vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Água é um santo remédio.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.

Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.

O amor … Ah, o amor … O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças …

Não há vida decente sem amor!

E é certo, quem ama, é muito amado.

E vive a vida mais alegremente …

Artur da Távola

 

 

 

29/11/2015 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

Dieta X Final de ano: Dome seu cérebro

viver mais alguns anosO mês de dezembro é um período particularmente perigoso! Não apenas para a dieta, mas também para o cérebro. No final do ano, além das tentações à mesa, ainda é preciso resistir ao cansaço, ruptura da rotina… Com isso, fica difícil manter o foco e lidar com a dieta, não é?

É hora de respirar fundo e manter a calma. Com algumas substituições, é possível manter o corpo e mente saudáveis e começar 2016 com um novo pique.

Lembra do peru? Famosa ave que está presente em muitas mesas de natal? Que tal fazer uma ceia diferente neste ano e substituí-la por peixes, uma opção mais saudável, mais magra e que ajuda a turbinar a sua memória? Ricos em ômega 3, essa gordura poli-insaturada protege a membrana que recobre o cérebro e, dessa maneira, melhora a memória.

E as frutas secas… Apesar de práticas, elas contêm muito açúcar, que também compromete a dieta! Que tal trocá-las por frutas vermelhas frescas? Morango, cereja, amora, pitanga e melancia também possuem pigmentos antioxidantes, que combate os radicais livres e fortalecem a memória.

Outra fruta que não é vermelha, mas traz benefícios ao corpo e a mente é a banana. Ela fornece energia e eletrólitos para o cérebro, melhora as funções cognitivas, protege o cérebro de danos oxidativos, ajudam a melhorar o humor e a manter o equilíbrio.

Já as oleaginosas podem ser mantidas no cardápio. As castanhas e nozes contêm grandes quantidades de ácidos graxos insaturados, responsáveis por garantirem um bom funcionamento cerebral, já que compõem a membrana das células nervosas e potencializam a transmissão de mensagens entre elas. Ainda são deliciosas e possuem gorduras boas para o organismo.

Adotar uma dieta saudável ajuda a prevenir desde pequenos lapsos de memória até graves doenças degenerativas. Somado à isso, praticar exercícios físicos e cerebrais também devem estar incluídos no dia a dia.

Para manter o cérebro jovem, a grande dica é evitar rotinas. Que tal fazer de 2016 um ano diferente cheio de novos desafios? Isso ajuda a melhorar a saúde mental e a qualidade de vida.

Por que não aprender a tocar um instrumento diferente? Ou estudar, ir ao cinema, fazer amigos, participar de discussões e escrever? Nunca é tarde demais! Tire seu cérebro da zona de conforto, experimente novos sabores e conquiste uma vida plena e muito mais feliz

Mayo Clinic

27/11/2015 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Os homens que não sairão nunca da adolescência

spider manHomens com jeitinho de meninos podem ser muito sedutores, mas são uma completa roubada! Esses eternos meninos almejam exibir para o mundo uma estampa perfeita de sucesso e grandes conquistas, mas não são capazes de fazer muita coisa para alcançar o que desejam.

O bolo já está lá no forno há trinta minutos. De acordo com a receita, em dez minutos você deverá tirá-lo de lá; ele deverá estar pronto em dez minutos. No entanto, você está diante do visor do bendito forno e constata: o maldito bolo não cresceu nem um milímetro. De imediato instala-se uma dura conclusão em sua linda cabecinha: O BOLO ENCRUOU, SOLOU, EMBATUMOU! Tragédia anunciada. Bolo solado não presta; ninguém vai comer; e, pior, todo seu trabalho, todos os ingredientes vão parar no lixo! Ahhh… Mas poderia ser pior! Bolo solado é um acidente de percurso da categoria “leve”. Mas, o que dizer sobre a bizarra experiência de topar na vida com um “homem solado”?

Pode parecer estranho comparar bolos com homens. Mas não é! O mundo está repleto de “homens solados”. São meninos que, apesar de terem sido feitos a base dos melhores ingredientes, contarem com mãos hábeis no seu projeto e desenvolvimento, viverem num ambiente acolhedor e propício… NUNCA vão crescer!

A parte mais complicada dessa história é que essa espécie de homem não recebe nenhuma etiqueta de advertência como alguns produtos que vêm com o aviso em destaque “contém glúten” ou “esse medicamento dever ser evitado em caso de suspeita de dengue”. O que é uma pena. A ausência de um lembrete desses pode trazer consequências graves às incautas pessoas que se disponham a acolher em suas vidas esses complicados seres.

Ao contrário do bolo, o “homem solado” não tem nada de inofensivo. Uma vez tendo sido você capturada ou capturado pelo seu charme (sim! eles são muito charmosos!), custa um bocado para libertar-se deles. Esse espécime, que nem é raro, costuma atrair para sua teia pessoas amáveis, carinhosas, tolerantes e fortes. Sim, é uma combinação rara; mas não incomum. Pessoas fortes costumam acreditar que oferecer amor é uma coisa natural. Essas pessoas funcionam como as lâmpadas para as mariposas: são irresistivelmente atraentes. Os “homens solados” detectam essas pessoas de longe; e fazem qualquer coisa para conquistá-las. Mas é só a conquista que os interessa.

O que iguala bolos e homens solados é que ambos são indigestos. Em pouco tempo de convivência você será surpreendido por demonstrações explícitas de manipulação emocional. Esses eternos meninos almejam exibir para o mundo uma estampa perfeita de sucesso e grandes conquistas, mas não são capazes de fazer muita coisa para alcançar o que desejam. A grande maioria, embora já conte com mais de três décadas de vida, continua morando com os pais; tem visíveis dificuldades para criar vínculos emocionais; cultua paixões avassaladoras por brinquedos caros (que pode ser um prosaico aparelho celular ou um automóvel de luxo), e são verdadeiros buracos negros afetivos, capazes de sugar toda a sua cota de tolerância, paciência e boa vontade para suprir suas infinitas necessidades.

A verdade é que é melhor desistir de esperar que essa criatura amadureça. Essa categoria de pessoa, em geral, cresceu sendo adulado pelos pais ou responsáveis pela sua educação; contou com afagos na cabeça todas as vezes em que precisava ser devidamente enquadrado e chamado à responsabilidade; desenvolveu uma idílica paixão por si mesmo que vai durar para todo o sempre; acredita que não importa o tamanho da besteira que ele faça, tudo acabará dando certo porque sempre haverá alguém para limpar a sua sujeira; vai demorar tanto para virar adulto que corre o risco de passar da infância para a senilidade, como se fossem essas as duas únicas fases do desenvolvimento.

Nenhum de nós nasce vacinado contra encrenca e nem existe seguro que nos proteja de nos enganar,  isso é absolutamente real. No entanto, antes de embarcar numa história sem coerência e sem coesão, antes de virar protagonista ou coadjuvante num romance que não tem nada de cômico, procure fazer uma revisão em seus receptores e antenas para captar esse tipo de “mala sem alça e sem rodinha”. No fundo, a gente sempre sabe quando está diante de um garoto que se esqueceu de crescer, apesar das modificações orgânicas e dos sinais de envelhecimento externo. No fundo, a gente é capaz de perceber quanto limitadas são as nossas chances de ficar bem ao lado de alguém que nasceu e cresceu acreditando que seu lugar é sempre no pódio e que para ele só existem os aplausos.

Então, o negócio é o seguinte: esbarrar com esse “pavão-anão-sem-noção”, pode até ser inevitável. Até porque, trata-se de uma espécie que prolifera em progressão geométrica. No entanto, deixar a criatura estabelecer-se em algum canto da sua vida… Aí já é outra história, certo? Depois de ter dado espaço, fingido não ter visto o absurdo da situação, aceitado todas as manias infantis e se disposto a atender todas as necessidades que nunca serão satisfeitas, será mais difícil estabelecer um limite e marcar um ponto final. Homens infantilizados não são capazes de enxergar nada que não seja ou venha em seu próprio benefício, nunca conseguirão admitir um erro (nenhum erro), jamais entenderão que para ser promovido à categoria de gente, terão de abrir mão de suas confortáveis e adoráveis posturas egocêntricas. Portanto, dê ao “homem solado” o mesmo destino do bolo que não cresceu: DESCARTE! E arranje outra receita, meu bem! Essa já era!

Ana Macarini

21/11/2015 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário