PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Nutrição News

nutriçãoDrible o diabetes:

De acordo com um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, comer ovos blinda seu organismo da doença. No trabalho científico, homens que devoraram quatro ovos médios por semana apresentaram 37% menos risco de desenvolver diabetes tipo 2, em comparação a quem consumiu um ovo, Segundo os pesquisadores, os carotenoides, antioxidantes presentes na gema, podem combater a inflamação crônica associada ao diabetes, Crie o hábito de comer ovo mexido no café da manhã. Estudos comprovam que isso contribui para controlar a fome ao longo do dia e evitar sobrepeso (o diabetes também está ligado à obesidade).

Vá às compras de tanque cheio:

Faça uma refeição saudável antes de partir para o supermercado. Dessa maneira você tende a comprar até 25% mais frutas e vegetais do que se estivesse empurrando o carrinho com o estômago roncando de fome. Motivo: de acordo com pesquisadores da Universidade de Cornell (EUA), consumir alimentos bons para a saúde antes de adquirir produtos para abastecer a despensa evita impulsos e faz com que você escolha melhor o que vai levar para a casa.

Ponto para a Linhaça:

Além de ser rica em fibras, que contribuem para o bom funcionamento do intestino, a semente ajuda a manter a pressão sanguínea sob controle, descobriram cientistas australianos. No estudo, pessoas que comeram diariamente de 2 a 4 colheres (sopa) de grãos inteiros ou em farelo diariamente viram a pressão sistólica (número maior) cair cerca de quatro pontos. Isso é o bastante para diminuir em 10% o risco de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). O ácido alfalinolênico presente na linhaça é capaz de reduzir parte dos produtos àcidos da gordural corporal que vão para sua corrente sanguínea, prevenindo o estreitamento de artérias. Você pode incluir a linhaça em sopas, iogurtes, salada de frutas, etc

Anúncios

03/12/2015 Posted by | Nutrição | Deixe um comentário

Nutrição News

Vermelho: a cor que emagrece

Você já deve ter ouvido alguém dizer que roupas pretas deixam as pessoas com aspecto mais magro. Pois saiba que existe uma cor que é realmente efetiva para secar o shape. 

Cientistas iranianos descobriram que alimentos avermelhados ajudam a reduzir os dígitos na balança.

Na pesquisa, pessoas que comeram melancia, cebola roxa, uva e tomate tiveram maior redução de gordura abdominal do que as que devoraram comidas de coloração verde, amarela ou branca.

Os pesquisadores acreditam que a grande variedade de nutrientes encontrada nos produtos vermelhos (como licopeno, potássio e carotenoides) contribui para a perda de gordura.

Vida Longa:

De acordo com pesquisa da Coreia do Sul, homens que comem cerca de 38g de fibra por dia têm risco 27% menor de morrer nos próximos 11 anos do que quem consome pouco nutriente.

Motivo: No processo de digestão das fibras, formam-se ácidos graxos que combatem inflamações no organismo causadoras de diabetes, infarto e outros problemas. As principais fontes de fibra são: Linhaça, Farelo de Aveia, Edamame (soja verde), Ameixa Seca, Feijão, Pão 100% Integral, Brocólis, Kiwi, Maça e Banana.

Copo Cheio, Barriga Vazia!

Em estudo publicado na revista científica Obesity (EUA), pessoas que beberam dois copos (500ml) de água aproximadamente 30 minutos antes de cada refeição emagreceram 1,3kg a mais, comparadas a quem não tomou nada. Os cientistas explicam que o líquido enche o estômago proporcionado saciedade. Isso permite a você fazer escolhas mais saudáveis e se servir com porções menores na hora de montar o prato. “Se combinada com atividade física regular (ao menos três vezes por semana) e uma alimentação equilibrada, essa tática pode ajudar as pessoas a perder peso de forma saudável”, acredita Helen Parretti, médica do Instituto Nacional de Pesquisas sobre Saúde (Inglaterra)

14/10/2015 Posted by | Nutrição | Deixe um comentário

Nutrição | News

nutriçãoUMA RASTEIRA NA HIPERTENSÃO

Um nitrato natural de beterraba auxilia no combate à pressão alta, de acordo com um estudo britânico.

Pessoas com essa doença crônica que beberam cerca de um copo de suco de beterraba diariamente, durante um mês, perceberam a melhora no quadro clínico.

Mais: a função endotelial (habilidade dos vasos sanguíneos de se dilatarem e contraírem) aumento em 20%. O nitrato é convertido em óxido nítrico durante a digestão, que causa da pressão arterial em poucas horas. Não curte tomar o suco? Basta comer duas beterrabas raladas cruas para conseguir o mesmo benefício.

O MAR ESTÁ PARA PEIXE

Dê chances oceânicas à sua dieta. Um estudo chinês constatou que pescados ajudam a prevenir o câncer de fígado: que consumia o alimento teve 18% menos risco de desenvolver a doença. O Ômega 3 da carne mantém o sistema imunológico ativo, sem quedas, o que evita possíveis infecções. Para cada refeição servida com peixe por semana, sua saúde ganha 6% mais chances de combater o mal.

ESTÔMAGO BLINDADO

Uma pesquisa italiana revelou que pessoas que comem duas cebolas por semana têm até 41% menos disco de desenvolver câncer de estômago. O benefício vem dos organossulfurados, compostos ricos em enxofre que combatem bactérias e fungos. Todos os alimentos da família Allium têm essas substâncias: alho, alho-poró ou chalota. Refogados, servem de acompanhamento ao seu bife grelhado.

SAÚDE ENGARRAFADA

Em um estudo holandês, cientistas testaram oito variedade de sucos pasteurizados e integrais. A missão? Descobrir qual deles tem a maior quantidade de antioxidantes fenólicos (substâncias que previnem os efeitos dos radicais livres) por litro de composição. Abasteça a geladeira!

Suco de Mirtilo (Blueberry): 1,524 fenólicos (mg); Suco de Beterraba: 1,243 fenólicos (mg); Suco de Frutas Vermelhas: 1,029 fenólicos (mg); Suco de Cranberry: 882 fenólicos (mg); Suco de Laranja: 470 fenólicos (mg) e Suco de Maça: 400 fenólicos (mg)

P.S. 433 é o número de calorias extras que um homem consome nos dias em que ingere bebidas alcoólicas, segundo pesquisa publicada no The American Journal of Clinical Nutrition.

05/08/2015 Posted by | Nutrição | Deixe um comentário

Aqueça seu cardápio no inverno

frioOs alimentos certos para combater os vilões da estação: ressecamento da pele, ganho de peso, falta de energia e resfriados:

1 – Nozes

Bom para manter a pele hidratada. Não deixe o ar seco detonar sua pele. Ricas em ômega 3 e ácido fólico (vitaminas do complexo B), as nozes dão um reforço para a pele contra a desidratação e o ressecamento. Comer algumas castanhas por dia também evita a degeneração do colágeno (proteína que dá o tônus).

2 – Abóbora

Bom para evitar ganho de peso. O fruto tem fibras solúveis, que aumentam o volume do estômago e dão saciedade por mais tempo. Um estudo da Universidade Bastyr (USA) descobriu que pessoas que têm o hábito de comer fibras são menos propensas a ter excesso de peso.

3 – Alho

Bom para prevenir resfriados. Cientistas do Instituto de Pesquisa Garlic Center (Inglaterra) descobriram que a planta pode diminuir o risco de contrair a doença, pois estimula a produção dos glóbulos brancos no organismo (células que blindam a imunidade). Um dente carrega uma grande dose de alicina, substância com ação anti-inflamatória e antibacteriana. O alho deve ser comido cru. O calor, por exemplo, elimina todos os princípios ativos do tempero.

4 – Mel

Bom para ganhar energia. Isso porque ele é composto principalmente por frutose e glicose (dois tipos de açúcar) que dão bastante gás. O mel puro também contém niacina, vitamina que está envolvida em cerca de 60 processos de produção de energia para o corpo. Além disso, é fonte de ferro, um mineral que transporta o oxigênio dos pulmões para os músculos, produz enzimas nas células musculares e garante mais pique durante os exercícios.

por Amanda Gatte, nutricionista

07/09/2014 Posted by | Nutrição | Deixe um comentário