PrimeLife (Ano VII)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

O silêncio e a tolerância

Pensar antes de reagir é uma das ferramentas mais nobres do ser humano nas relações interpessoais.

Nos primeiros trinta segundos de tensão, cometemos os maiores erros de nossas vidas, falamos palavras e temos gestos diante das pessoas que amamos que jamais deveríamos expressar.

Nesse rápido intervalo de tempo, somos controlados pelas zonas de conflitos, impedindo o acesso de informações que nos subsidiariam a serenidade, a coerência intelectual, o raciocínio crítico.

Um médico pode ser muito paciente com as queixas de seus pacientes, mas muitíssimo impaciente com as reclamações de seus filhos.

Pensa antes de reagir diante de estranhos, mas não diante de quem ama.

Não sabe fazer a oração dos sábios, nos focos de tensão, o silêncio.

Se vivermos debaixo da ditadura da resposta, da necessidade compulsiva de reagir quando pressionados, cometeremos erros, alguns muito graves.

Só o silêncio preserva a sabedoria quando somos ameaçados, criticados, injustiçados.

Cada vez as pessoas estão perdendo o prazer de silenciar, de se interiorizar, refletir, meditar.

O dito popular de contar até dez antes de reagir é imaturo, não funciona.

O silêncio não é se aguentar para não explodir, o silêncio é o respeito pela própria inteligência.

Quem faz a oração dos sábios não é escravo do binômio do bateu-levou.

Quem bate no peito e diz que não leva desaforo para casa, não pensa nas consequências de seus atos.

Quem se orgulha de vomitar para fora tudo que pensa, machuca quem mais deveria ser amado, não conhece a linguagem do auto controle.

Decepções fazem parte do cardápio das melhores relações.

Nesse cardápio precisamos do tempero do silêncio para preparar o molho da tolerância.

Para conviver com máquinas não precisamos de silêncio nem da tolerância, mas com seres humanos elas são fundamentais.

Ambos são frutos nobres da arte de pensar antes de reagir. Preserva a saúde psíquica, a consciência, a tranquilidade.

O silêncio e a tolerância são o vinho dos fortes, a reação impulsiva é a embriaguez dos fracos.

O silêncio e a tolerância são as armas de quem pensa, a reação instintiva é a arma de quem não pensa.

É muito melhor ser lento no pensar do que rápido em machucar, é preferível conviver com uma pessoa simples, sem cultura acadêmica, mas tolerante, do que com um ser humano de ilibada cultura saturada de radicalismo, egocentrismo, estrelismo.

Sabedoria e tolerância não se aprendem nos bancos de uma escola, mas no traçado da existência.

Ninguém é digno de maturidade se não usar suas incoerências para produzi-la.

Todo ser humano passa por turbulências na vida. Para alguns falta o pão na mesa; a outros a alegria na alma. Uns lutam para sobreviver, outros são ricos e abastados, mas mendigam o pão da tranquilidade e da felicidade.

Os milionários quiseram comprar a felicidade com seu dinheiro, os políticos quiseram conquistá-la com seu poder, as celebridades quiseram seduzi-la com sua fama, mas ela não se deixou achar.

Balbuciando aos ouvidos de todos, disse: “…Eu me escondo nas coisas simples e anônimas…”.

Todos fecham os seus olhos quando morrem, mas nem todos enxergam quando estão vivos.

Anúncios

13/12/2017 Posted by | Comportamento, Desenvolvimento Pessoal, Reflexões | Deixe um comentário

Frases inteligentes que vão mudar seu modo de pensar

Muitas vezes procuramos entender os dilemas da vida e achar respostas para questões que parecem impossíveis. Outras vezes, gostaríamos apenas de encontrar a frase ideal para descrevermos uma situação, um sentimento ou um acontecimento. Felizmente, podemos olhar para trás e aprender um pouco com filósofos, escritores e sábios, desde a Grécia Antiga até os tempos modernos. Os filósofos Kierkegaard e Nietzsche nos ensinam a enxergar a vida de outro ângulo. O escritor romano Sêneca nos resume, em sábios versos simples, abordagens práticas sobre vários aspectos da vida cotidiana.

Aquilo que somos contribui muito mais para a felicidade do que aquilo que temos ou representamos.

(Schopenhauer, Aforismos para a sabedoria de vida)

A vida é divida em três períodos: o passado, o presente e o futuro. Destes, o presente é breve, o futuro, duvidoso, e o passado, imutável.

(Sêneca, De brevitate vitae)

Poucas coisas são impossíveis para a persistência e para a habilidade.

(Samuel Johnson, The Works of Samuel Johnson).

Coragem é a resistência ao medo, domínio do medo, e não a ausência do medo.

(Mark Twain, Pudd’nhead Wilson, 1923)

É fácil viver no mundo conforme a opinião das pessoas. É fácil, na solidão, viver do jeito que se quer. Mas o grande homem é aquele que, no meio da multidão, mantém com perfeita doçura a independência da solidão.

(Ralph Waldo Emerson, Self-Reliance, 1808)

Na Escola Bélica da Vida — O que não me faz morrer me torna mais forte.

(Friedrich Nietzsche, O Crepúsculo dos Ídolos)

Age de modo que consideres a humanidade tanto na tua pessoa quanto na de qualquer outro, e sempre como objetivo, nunca como simples meio.

(Immanuel Kant, Kritik der praktischen Vernunft‎)

A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.

(Adam Smith, Uma Investigação Sobre a Natureza e a Causa da Riqueza das Nações)

A beleza não é uma qualidade inerente às coisas. Ela existe apenas na mente de quem as contempla.

(David Hume, Essays and treatises on several subjects)

Quando o coração pode falar, não há necessidade de preparar o discurso.

(Gotthold Lessing, Mina von Barnhelm)

Quem quer algo de grande, como diz Goethe, deve saber limitar-se. Quem, pelo contrário, tudo quer, nada, em verdade, quer e nada consegue.

(Hegel, Enciclopédia das Ciências Filosóficas)

 A maioria dos homens persegue o prazer com tanta impetuosidade que passa por ele sem vê-lo.

(Soren Kierkegaard, Parables of Kierkegaard)

A medicina cura as doenças do corpo. A sabedoria liberta a alma das paixões.

(Demócrito, tr. Freeman)

A esperança nos dá asas mas não nos ensina a voar.

(Leonid Sukhorukov, The Human-Aphorism)

Não detesto as opiniões contrárias as minhas. Estou muito distante de me assustar ao ver discordâncias entre meus julgamentos e os dos outros e não me torna incompatível com a sociedade por terem outra opinião e partido que não o meu.

(Michel de Montaigne, Ensaios, livro 2)

Como diz o adágio: “Uma boa frase é como um diamante na mão de um sábio e como um cascalho na mão de um tolo.“.

28/11/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Paciência

Não, Não somos obrigados a aguentar tudo.

Paciência tem limites e a vida é para ser vivida, não suportada.

18/09/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Aprendi

Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência, para que a vida faça o resto.

06/09/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Caráter 

Pessoas com boas intenções fazem promessas. As com caráter cumprem.

01/09/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Estou de passagem 

Um viajante chegou a uma humilde cabana, onde se dirigiu pedindo água e pousada. 

Quando chegou, foi recebido por um monge que lhe ofereceu acolhimento. 

Ao reparar na simplicidade da casa e, sobretudo, na ausência de mobília, curioso indagou:

– Onde estão os teus móveis?

– Onde estão os teus? – devolveu o monge.

– Estou aqui só de passagem – respondeu o andarilho

– Eu também…”

31/08/2017 Posted by | Provérbios, Reflexões | 2 Comentários

Mente x Vida

Uma mente negativa nunca te dará uma vida positiva.

31/08/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Ser você mesmo

Um dos maiores desafios da vida é ser você mesmo em mundo que tenta fazê-lo igual a todos os outros.

Seja você mesmo e a pessoas certas vão amar quem você é de verdade.

19/08/2017 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

Consciência x Reputação

Um mestre do Oriente viu quando uma cobra estava morrendo queimada e decidiu tirá-la do fogo, mas quando o fez, a cobra o picou.

Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo no fogo e estava se queimando de novo.

O mestre tentou tirá-la novamente e novamente a cobra o picou.

Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:

— Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-la do fogo ela irá picá-lo?

O mestre respondeu:

— A natureza da cobra é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.

Então, com a ajuda de um pedaço de ferro o mestre tirou a cobra do fogo e salvou sua vida.

Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal, não perca sua essência; apenas tome precauções.

Alguns perseguem a felicidade, outros a criam.

Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação.

Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você.

E o que os outros pensam, não é problema nosso… é problema deles.

15/08/2017 Posted by | Reflexões | 2 Comentários

Maturidade

Maturidade é viver em paz com aquilo que não se pode mudar

24/07/2017 Posted by | Reflexões | 2 Comentários