PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Favourites

L’Andana
Em uma cenária de contos de fadas na Toscana, com caminhos de cipestres, sol descansando sobre as colinas e a típica paisagem da região, se esconde o charmoso L’Andana, hotel preferido do renomado chef francês Alain Ducasse. O hotel antes era propriedade de caça do Grão-Duque Leopoldo II, e conserva todo esse clima bucólico em 32 apartamentos e suítes espalhados pela antiga vila e pela casa da fazenda. Todos foram decorados pelo editor italiano da revista Architectural Digest, Ettore Mochetti, e são sofisticados, evitando clichês rurais e rústicos em favor de um visual mais urbano, com todas as novidades tecnológicas, lençóis de algodão egípcio e amenities de banho de uma marca local. Uma enorme piscina (com equipe super atenciosa à disposição para realizar qualquer vontade dos hóspedes), campo de golfe e quadra de squash são algumas das atividades do hotel, que tem mais de 400 hectares para serem explorados. O restaurante La Villa, especializado em gastronomia local e culinária mediterrânea é aconchegante e romântico, com uma lareira e uma enorme varanda com vista para o campo.

Site: www.andana.it

Metrópole
O clássico hotel Metrópole, em Monte Carlo, é o preferido do estrelado chef Joel Robuchon. A mansão inspirada na Bélle Époque passou por uma reforma recentemente, comandada pelo famoso designer francês Jacques Garcia, combinando elegância clássica e toques modernos no novo décor. Todos os quartos têm uma decoração opulenta e tradicional, com tecidos sofisticados, móveis antigos e banheiras de mármore. Passar o dia na piscina ou aproveitar um dia de tratamentos incríveis no Metrópole Hotel (que é membro da Leading Spas of the World) são as melhores pedidas para o dia, se preparando para um noite de muita badalação na região. Na gastronomia, diversas opções para os hóspedes, incluindo um restô de gastronomia mediterrânea comandado pelo próprio Robüchon; o Yoshi, restaurante fusion que mistura influências orientais à gastronomia contemporânea; e o bar do lobby, perfeito para um drink antes de aproveitar os famoso cassinos.

Site: www.metropole.com

Remota (Chile)
Preferido da badalada chef carioca Roberta Sudbrack, o Remota fica em uma antiga cidade pesqueira da Patagônia, Puerto Natales, no Chile. O hotel é o último projeto do arquiteto e ecologista chileno Germán Del Sol e é uma verdadeira obra arquitetônica com curvas orgânicas e charmosas imperfeições. São 72 acomodações, todas decoradas com objetos artesanais garimpados pelo Chile e com a madeira tradicional da região, o carvalho da terra do fogo, que confere um aroma rústico para todos os ambientes do hotel. Com janelas diagonais, o sol banha todos os quartos pela manhã, convidando para um dia de exploração da exótica região, com guias que levam os hóspedes para caminhadas, passeios de bicicleta e visitas a pontos turísticos, montanhas, lagos, e lugares onde vivem comunidades nativas ancestrais. Destaque para a gastronomia, que valoriza os produtos locais e serve deliciosas especialidades como Carpaccio de Guanaco e ouriço do mar. Tudo de frente para a deslumbrante vista dos picos nevados!

Site: www.remota.cl

Anúncios

30/11/2011 Posted by | On The Road | Deixe um comentário

25 Atitudes Masculinas Que Fazem a Diferença

Cada vez mais as pessoas percebem que um rostinho bonito e o carro do ano, não bastam para que você seja considerado um bom partido. Aliás, essas características não são nem o começo. Tem se provado cada dia mais que atitude é uma das características que mais contam na hora da conquista.

Estar presente, saber o que quer, não fazer joguinhos – são alternativas muito mais valiosas do que dotes físicos e carteira recheada. Pensando nisso, montamos uma lista de atitudes masculinas que contam ponto, que dão credibilidade, que fazem a diferença:

1. Perceber que você não tem vergonha de demonstrar sentimentos, e abraça, beija e faz carinho mesmo na frente de outras pessoas.

2. Quando você, em vez de ficar com ciúme daquele vestido que a deixa gostosa, tem orgulho da mulher que tem ao seu lado.

3. Quando você aprova e motiva suas ideias inovadoras que a farão crescer, em vez de incentivá-la e ficar sempre no que é mais seguro e garantido.

4. Quando ela dorme antes e você vem com cuidado e a cobre.

5. Saber que você se esforça tanto quanto ela para terem prazer no sexo.

6. Você estar sempre presente, mostrando que quando está com ela é porque realmente quer estar com ela.

7. Você não ter vergonha de dizer pra quem for que encontrou a mulher da sua vida.

8. Perceber que você valoriza o dinheiro para ir em busca de experiências em vez de ficar somente colecionando coisas materiais.

9. Saber que você busca sempre soluções em vez de arrumar desculpas.

10. Você ser parceiro, com todos os benefícios de ter um amigo de verdade com quem se pode fazer sexo.

11. Você não pedir telefone se não vai ligar mesmo.

12. Você ser educado, mas não só com ela (essa parte é fácil) – e sim também com o frentista, com a faxineira, com o síndico.

13. Você ter o poder de deixá-la suspirando apenas com um beijinho na testa.

14. Você reconhecer que ela não é a mulher mais gostosa de todas, mas que é a mulher que, de todas, consegue deixar o seu mundo mais gostoso.

15. Quando você fala: “Relaxa que hoje quem vai fazer o jantar sou eu. Vai uma taça de vinho, aí?”

16. Você ficar tão ocupado em fazê-la feliz, porque valoriza a mulher que tem, que nem sobre tempo para pensar em outras.

17. Você gostar de bichos, porque tem sensibilidade pra perceber a forma única de amor que eles oferecem.

18. Você pagar porque quer fazer uma gentileza, e não porque acha que ela não tem condições. E aceitar que ela seja gentil também, retribuindo numa próxima vez.

19. Você nunca deixar de tentar demonstrar o quanto ela é importante para você , mesmo que já a tenha conquistado.

20. Você não se importar quando ela quer ouvir e cantar a mesma música 37 vezes na sequência numa viagem.

21. Você se esforçar para fazer a vida valer a pena, em vez de só fazer peso no mundo.

22. Você levar cupcakes no fim do dia.

23. Você gostar mais de ouvir do que falar de si mesmo.

24. Quando você diz o que pensa, mesmo se a verdade for magoá-la.

25. Você terminar o relacionamento antes de começar a procurar outra pessoa.

29/11/2011 Posted by | Comportamento | 2 Comentários

George Harrison – In Memoriam

Nesta data, em 2001, falecia George Harrison foi um artista inglês, cuja carreira abrangeu diversas áreas. Guitarrista, cantor, compositor, ator e produtor de cinema, Harrison atingiu fama internacional como guitarrista dos Beatles.

Por vezes referido como “o Beatle quieto”, Harrison, com o passar do tempo, tornou-se um admirador do misticismo indiano, introduzindo-o aos Beatles, assim como aos seus fãs do Ocidente. Após a dissolução da banda, ele teve uma bem-sucedida carreira solo; posteriormente, também obteve sucesso como membro do Traveling Wilburys e como produtor de cinema e musical. Harrison ocupa a 21ª posição da lista “Os 100 Maiores Guitarristas de Todos os Tempos”, da revista Rolling Stone.

Ainda que a maioria das músicas dos Beatles tenham sido compostas por Lennon e McCartney, os álbuns do grupo, a partir de With the Beatles (1963), geralmente incluíam uma ou duas músicas de autoria de Harrison. Suas últimas composições com o grupo incluíram “Here Comes the Sun”, “Something” e “While My Guitar Gently Weeps”. À época do fim da banda, Harrison havia acumulado uma grande quantidade de material, lançado em seu aclamado álbum triplo All Things Must Pass, de 1970, do qual saíria o single “My Sweet Lord”. Em complemento à sua carreira solo, Harrison co-escreveu, junto de Ringo Starr, duas músicas de sucesso, assim como músicas para os Traveling Wilburys — o supergrupo formado por ele, Bob Dylan, Tom Petty, Jeff Lynne e Roy Orbison, em 1988.

Vamos recordar um dos seus sucessos: My Sweet Lord: http://youtu.be/9qdKZBXMX5E

 

29/11/2011 Posted by | Lembranças do Dia | Deixe um comentário

Dia Nacional de Combate ao Câncer

Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Câncer que foi criado em 1988 para ampliar o conhecimento da população sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

Veja as principais dicas dos especialistas:

01 – Faça exame periódicos;
02 – Cuidado com substâncias químicas potencialmente danosas;
03 – Não fume;
04 – Não consuma bebidas alcoólicas em excesso;
05 – Mantenha-se na faixa de peso ideal;
06 – Leve uma alimentação rica em nutrientes e pobre em calorias;
07 – Use suplementos nutricionais;
08 – Pratique exercícios físicos regularmente;
09 – Aprenda a lidar com o estresse, e
10 – Tenha uma atitude positiva.

Cuide-se. Você é importante.

27/11/2011 Posted by | Lembranças do Dia | Deixe um comentário

Beaujolais

Beaujolais é o nome de um popular vinho tinto francês produzido nesse distrito ao sul da Borgonha exclusivamente com uva Gamay.
Quase toda a área produtiva está no departamento do Rhône, embora uma pequena seção setentrional esteja no departamento de Saône-et-Loire.
Por suas qualidades de maturação precoce, o Beaujolais se tornou o vinho ideal tanto para o produtor quanto para o consumidor, pois sendo feito para ser consumido durante seu primeiro ano antes de perder as qualidades de frescor e frutosidade, seu giro é rápido.
Como alguns vinhos tintos leves, deve ser servido ligeiramente gelado.

Um dos estilos mais conhecidos desse vinho é o Beaujolais Nouveau, ou vin de l´année – destinado para consumo imediato e que há mais de cinquenta anos se tornou um fenômeno mundial.
Por uma tradição até hoje respeitada, anualmente as garrafas somente devem ser abertas e o vinho consumido a partir do primeiro minuto da terceira quinta-feira de novembro.
O Beaujolais Nouveau é apreciado com mais prazer nos seus primeiros meses de lançamento, porém os melhores, produzidos mais ao norte com a denominação Beaujolais Villages Nouveau ainda mantém o frescor frutado por um período maior.

Bem menos conhecido é o Beaujolais Blanc produzido principalmente com uva Chardonnay.
Representando menos de 5% dos tintos é pouco exportado com esse nome.
Como a maioria vem da região setentrional de Beaujolais já na Borgonha, muitos produtores se aproveitavam dessa condição favorável para rotular seus vinhos como Bourgogne Blanc pelas vantagens de uma denominação bem mais reconhecida. Achando que isso ameaçava sua reputação, depois de muita disputa os produtores de Côte d´Or, Mâcon e Côte Chalonnaise recentemente conseguiram que a INAO (Institut National de l´Origine et de la Qualité) proibisse que Beaujolais brancos pudessem ser rotulados como AOC Bourgogne Blanc.
É bem provável que muita gente tenha bebido Beaujolais Blanc achando que era um branco da Borgonha, inclusive pagando mais por isso.

Os melhores Beaujolais, entretanto, nem mesmo são vendidos como Beaujolais e, sim, com o nome de vinhedos como na Borgonha.
Cada um representa uma área excepcional dentro da apelação Beaujolais Villages, as quais produzem os vinhos mais finos, mais completos e mais caros da região.
São dez os crus de Beaujolais: Broully, Côte de Broully, Chénas, Chirouble, Fleurie, Juliénas, Morgon, Moulin-à-vent, Régnié e Saint Amour.
Ao contrario dos Beaujolais comuns, os vinhos desses crus melhoram com a idade, mas envelhecem mais rapidamente que a maioria dos outros tintos da Borgonha.
A região de Beaujolais como um todo é um dos distritos vinícolas mais produtivos da França. Seus 17.000ha de vinhedos produzem quase 10 milhões de caixas de vinho anualmente, sendo que os grands crus representam aproximadamente 10% do total.

25/11/2011 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário

Dia de Ação de Graças

Ação de Graças e gratidão fazem parte dos sentimentos e atitudes mais nobres cultivados ao longo de toda a história da humanidade.

São também sentimentos e atitudes centrais presentes na orientação básica de todas as religiões.

Quem ainda não fez a experiência de sentir-se grato por alguma coisa? Constantemente as pessoas agradecem pelo Dom da vida, pelo alimento recebido, por algum evento bem sucedido, por um presente recebido, por apoios e ajudas, por vitórias alcançadas ou por dificuldades e doenças superadas.

Trata-se de um sentimento e de uma atitude que mobilizam permanentemente homens, mulheres, jovens, crianças, idosos e adultos, em todas as sociedades e em todas as culturas.

Expressões de gratidão e de ação de graças à divindade ou às forças do alto estão presentes em todas as religiões ou tradições religiosas e fazem parte do seu cotidiano.

O “Dia Nacional de Ação de Graças” é uma tradição nascida nos Estados Unidos, com uma grande festa de gratidão a Deus, promovida pelos colonos fundadores de Plymouth, no estado de Massachusetts.

Depois de dois anos de grandes tribulações sofridas, eles viram a sua situação melhorar em 1621 e, em função disso, por iniciativa do governador local, decidiram agradecer com uma grande festa.

Para os peregrinos puritanos, que haviam chegado ao continente americano, fugindo da perseguição religiosa em sua terra natal, as novas condições tinham sido muito adversas e os que conseguiram sobreviver, tinham realmente todos os motivos para agradecer.

O “Thanksgiving Day”, ou dia de ação de graças, tornou-se mais tarde, o Dia Nacional de Ação de Graças, consagrando-se, para tal, a quinta-feira da quarta semana de do mês de novembro de cada ano.

No Brasil, a instituição do Dia Nacional de Ação de Graças deve-se ao embaixador brasileiro Joaquim Nabuco que ao participar em Washington (Estados Unidos), da celebração desta festividade, assim se expressou: “Eu quisera que toda a humanidade se unisse, num mesmo dia, para um universal agradecimento a Deus”.

O desejo do embaixador de então começou a efetivar-se no Brasil, com a aprovação pelo Congresso Nacional, da Lei 781, no governo do Presidente Eurico Dutra, estabelecendo a última quinta-feira do mês de novembro como o Dia Nacional de Ação de Graças, posteriormente alterado para a quinta-feira da quarta semana do mês de novembro de cada ano, coincidindo assim com a data celebrada em outros países.

Independentemente dessa festa e da grande força simbólica que reside no desejo de congregar toda humanidade numa mesma data, mobilizada pelos mesmos sentimentos e atitudes, ao menos, lendo este artigo possamos agradecer e sentir que a esperança é a força motriz da mudança.

Além disso, é sempre bom olharmos para trás e vermos que caminhamos, talvez nos mesmos caminhos…

Mas tudo bem, a terra é redonda e o céu é sempre novo a cada dia, a cada instante, ele é sempre o mesmo ainda que outro. O labirinto mais perigoso é a linha reta.

Portanto, revisar é importante. Mirar as estrelas, os sóis de todo o dia. Mas não seguir em linha reta. Tudo o que é vivo não é reto.

Desviar, circundar, dar a volta, contornar, contemplar. Velocidade não combina com sensibilidade e lentidão não é defeito, é jeito de estar e sentir o mundo.

A utopia está no horizonte. Caminhamos dois passos e o horizonte fica dez passos mais distante. Então para que serve a utopia? Para isso, serve para caminhar.

Vivendo esta utopia, caminhando rumo a um horizonte, vendo, julgando, agindo e celebrando, semeando a esperança e agradecendo.

Por isto me Deus eu lhe agradeço por tudo o que sou, por tudo o que tenho, e por tudo que serei, e por tudo que terei.

23/11/2011 Posted by | Artigos | Deixe um comentário

Como você se comporta nas redes sociais?

As redes sociais são uma vitrine. As pessoas se expõem, expõem os outros e, se não tomam cuidado, desvalorizam o produto que, nesse caso, são elas mesmas. Os benefícios ainda são aqueles que a internet dissemina desde os primórdios: conhecer gente nova, reencontrar velhos amigos, iniciar relacionamentos e, até mesmo, fazer negócios ou arrumar um trabalho. Mas tanta interação pode fazer você se dar mal. As eficazes ferramentas de popularidade podem depor contra você. Portanto, primeira regra: evite excessos. Vale a pena tomar alguns cuidados com o seu comportamento e ler as dicas abaixo para evitar gafes.

Manual da Etiqueta Virtual

1. CONVITES
Segundo Célia Pereira Leão, consultora de etiqueta, a maneira como uma pessoa se comporta na vida real deve ser a mesma na virtual. Você aceita todos os convites que fazem para você pessoalmente? Com certeza, não. “Você só aceita convites e pessoas se tiver vontade”, diz. Porém, alguns contatos serão um pouco difíceis de serem evitados, como o convite do chefe e dos colegas mais próximos do trabalho, por exemplo. Se te adicionarem, é de bom tom aceitar.

2. NO MURAL
Afinal, existe um número de posts considerado correto para disparar nas suas redes sociais por dia? Não. “O que importa é compartilhar informações relevantes, notícias e novidades”, diz Carolina Lima, analista de redes sociais e autora de “Como Acabar Com Sua Empresa em 140 Caracteres” (Ed. Novatec). Falar sobre assuntos que têm alguma relação com sua profissão também é válido, mas tenha em mente que você deve publicar essas informações com cautela, para que não atrapalhe o seu trabalho. Gafe maior é seu colega achar que você não faz nada e vive para postar amenidades nas redes sociais. “Não pega nada bem passar o dia combinando a bebedeira do final de semana com os amigos”, afirma Carolina.

3. NÃO SEJA PEDANTE
“Sua inveja faz a minha fama”, “Falar é fácil, difícil é ser eu” e outros bordões poderiam ser evitados só por serem muito batidos. Mas, além disso, ofendem gratuitamente as pessoas e passam uma imagem ruim de você. A consultora de etiqueta Célia Leão diz que o elegante respeita a diferença. “Conviver com as divergências é a grande lição da vida”. Por isso, postura pedante, piadas preconceituosas, discussões por comentários, insinuações e falar mal dos outros são péssimos para sua imagem virtual. Evite.

4. NÃO SEJA CHATO
Não ser inconveniente é uma postura importante, segundo André Pantalião, fundador da Vizir, agência de monitoramento de redes sociais. “Virar o repassador de correntes, promoções ou posts frequentes que ninguém acha útil ou engraçado está fora de questão”, diz. “Assim como postar besteiras a cada segundo ou ficar falando o que você está fazendo o tempo todo (a não ser que você seja famoso) e se meter nas conversas alheias tornam você um chato na internet”, afirma Carolina Lima, analista de redes sociais.

5. ENTENDA AS REDES
É preciso prestar atenção ao que cada rede social pode oferecer e qual é sua finalidade. André aconselha: “identifique qual o objetivo de cada rede. Algumas se diferenciam pelo tipo de mídia que armazenam: são bem claros como Youtube, para vídeos, e o Picasa para fotos. Outras se diferenciam pelo tipo de informação que publicam: Twitter para atualizações curtas, LinkedIn para informações profissionais e Facebook para amigos, por exemplo”. Em suma: muita gente está no seu Facebook por obrigação – porque vocês se conhecem ou são familiares -, no LinkedIn apenas por causa de trabalho, e no Twitter, eles estão seguindo você porque querem. Use a sabedoria para o que postar em cada uma delas. E evite compartilhar a mesma coisa em todas as redes. Isso é cansativo!

6. FOTOS
Fotos da época que você ganhou o título de Miss Verão 1995 são propaganda enganosa. Claro que vale você colocá-las em um álbum em sua rede -afinal, nossa história é formada por fotos antigas, também-, mas deixando claro que não é a sua foto atual. Marcar seus amigos nas fotos vexaminosas da formatura de 1987 também não é legal, pois queima o filme deles. Ainda mais se ele, alguma vez, já desmarcou uma outra foto que você assinalou. Se já o fez, jamais repita.

23/11/2011 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário

Dia Internacional do Homem

Hoje é o Dia Internacional do Homem
As comemorações foram iniciadas em 1999 pelo Dr. Jerome Teelucksingh em Trinidad e Tobago, apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), e vários grupos de defesa dos direitos masculinos em todo o mundo.

Os objetivos principais do Dia Internacional do Homem é melhorar a saúde dos homens, é melhorar a relação e a igualdade entre os gêneros e destacar os papéis positivos dos homens.

É uma ocasião em que homens devem fazer uma reflexão para combater o sexismo e, ao mesmo tempo, celebrar suas conquistas e contribuições na comunidade, na famílias e no casamento, e na criação dos filhos.

Afinal:
Quem se veste como pingüim no dia do casamento? O humilde homem!
Quem é que, apesar do cansaço e do stress, jamais poderá fingir um orgasmo? O sincero homem.
Quem é encarregado de matar as baratas? O valente homem!
Quem é que toma banho e se veste em menos de vinte minutos? O ágil homem!
Quem tem que passar por TPM calado, todo mês? O calmo homem!
Etc, etc

Por tudo isso e muito mais há de se criar o Dia Internacional do Homem, com honras.

19/11/2011 Posted by | Uncategorized | 2 Comentários

Transforme a crise numa oportunidade para a sua vida

crise mundial

Precisamos desesperadamente tentar restaurar a ordem nas nossas vidas, e reverter o caos que parece prevalecer.

No entanto, se aprendermos a reformular a forma como vemos a crise, podemos realmente tirar proveito dela. Não quero transmitir a ideia de que as crises são bem vindas, ou que não deixam marcas e feridas abertas, levando a momentos de sofrimento extremo. Quero passar a mensagem de que depois do abalo, da derrocada e do impacto negativo que sentimos, que existe o potencial para podermos olhar a crise por outra perspectiva.

Em psicologia a quem consegue superar de forma positiva as crises de elevado impacto, aplica-se o termo: Crescimento Pós Traumático.

Este crescimento pós traumático advém de uma mudança sísmica que nos impele à reestruturação do significado dos acontecimentos gerados pela própria crise. Este processo é tanto mais facilitado quanto mais noção ganharmos que deveremos aprender a parar de resistir à alteração indesejada. Quais são as formas que o crescimento pós-traumático toma?

O crescimento pós traumático tende a ocorrer em cinco áreas gerais:

• Às vezes, as pessoas que enfrentam crises importantes na sua vida desenvolvem um sentimento de que novas oportunidades surgiram a partir da luta, abrindo possibilidades que não estavam presentes anteriormente.

• A segunda área é uma mudança nas relações com os outros. Algumas pessoas experimentam relações mais estreitas com algumas pessoas específicas, podendo experimentar um aumento da sensação de conexão com outros que também sofrem ou sofreram.

• Uma terceira área de possível mudança é um aumento da sensação das próprias forças: “se eu vivi isto, eu posso enfrentar qualquer coisa“.

• Um quarto aspeto do crescimento pós-traumático vivido por algumas pessoas é um maior apreço pela vida em geral.

• A quinta área envolve o domínio espiritual ou religioso. Alguns indivíduos experimentam um aprofundamento da sua vida espiritual, no entanto, este aprofundamento pode também envolver uma mudança significativa no nosso sistema de crenças.

A crise pode ser de natureza financeira, no relacionamento, saúde ou espiritual. Aquelas crises que emergem internamente tendem a ser de ordem relacional, psicológica ou emocional. Normalmente, tentamos evitar esses transtornos da melhor maneira possível. No entanto, as perturbações são, por vezes impostas em cima de nós pela natureza ou força das circunstâncias e não originadas por nós. Podemos sentir-nos como vítimas das circunstâncias, à medida que lutamos para agarrar a vida como a conhecemos.

Normalmente, a mudança e desenvolvimento pessoal requer a nossa motivação e intenção que nos serve como catalisador para a transição desejada. A crise, por outro lado, elimina a exigência de auto motivação, uma vez que nos coloca claramente fora da nossa zona familiar (fora da nossa zona de conforto) . A crise, literalmente remove as fronteiras que nos têm circunscrito.

É como que um tornado que varreu tudo ao seu redor, e quando abrimos os nossos olhos, tudo mudou. O turbilhão coloca-nos bem além dos limites do conhecido. Perante este tipo de acontecimento, nós normalmente queremos desesperadamente voltar para dentro da nossa zona de conforto. Mas, a crise impede essa opção. Não há como voltar atrás. Mas, é aí que reside a oportunidade.

É importante esclarecer e reforçar a ideia da resignificação de crenças acerca da vida e relativamente a um conjunto de atitudes, pensamentos e conceitos que refletem o lado trabalhoso, mas possível do desenvolvimento e crescimento pessoal, assim como da felicidade e bem-estar.

Liberte-se

O crescimento e consequentes níveis de mudança só tendem a ocorrer quando estamos fora da nossa zona de conforto. Podemos referir-nos a isso como um abalo no equilíbrio emocional, onde a segurança e a previsibilidade já não reinam de forma suprema. Então podemos olhar a crise como uma bênção disfarçada, embora não seja desejada

Steve Jobs podia ter-se sentido derrotado e auto vitimado, depois de ter sido demitido da Apple há muitos anos. Ele escolheu o contrário. Após a sua demissão, ele agarrou a crise pelos chifres, vendo oportunidade onde outros não conseguiram enxergar. Ele passou a liderar uma pequena empresa de animação e transformou-a numa bem sucedida e conhecida marca: a Pixar. Quando a Walt Disney comprou a Pixar em 2006, Jobs tornou-se imediatamente o maior acionista da Disney.

Moral da história: As mudança indesejadas acontecem. Olhe para além disso e abrace o desconforto.

A crise pode despoletar-se num momento instantâneo, e é algo que preferimos evitar. Mas, para alcançar uma auto capacitação requer a capacidade de conseguirmos olhar para lá desse instante perturbador e tentar visionar que porta é que se pode ter aberto para nós, ou que atitude positiva queremos tomar face ao sucedido. No entanto, em algumas alturas da nossa vida se essa porta não se abrir, temos de ser nós a abri-la, temos de ser nós a criar a oportunidade, temos de ser nós a preparar o caminho que queremos percorrer.

A pessoa cujo cônjuge a deixou por outra pessoa, pode sentir-se traída e talvez de coração despedaçado. Depois passado algum tempo, porém, a pessoa pode de fato sentir-se liberta desse relacionamento desajustado e indigno. Isto é particularmente verdadeiro, se a pessoa evoluir através da perda para um novo relacionamento mais saudável e proveitoso.

Eu, acredito determinantemente que toda a crise apresenta uma nova oportunidade. Crise e oportunidade são apenas diferentes aspectos do processo de crescimento e desenvolvimento. Vamos focar-nos na crise e paralisar de medo, ou tentar perceber que oportunidades podem surgir ou emergir?

Clarificando a crise

As crises tendem a apresentar-se como circunstâncias agudas ou crônicas. Por exemplo, estamos a atravessar uma revolução econômica que está levando os Estados Unidos e a economia mundial a perturbações altamente voláteis, com a riqueza e empregos, literalmente, a desaparecer. Na vida da maioria das pessoas, esta é uma crise externa que está caindo sobre elas, normalmente, não tendo qualquer influência na sua própria criação. No entanto, através destas perdas, muitas pessoas têm vindo a refletir sobre os seus valores e escolhas e estão fazendo ajustes, devido à crise, tentado sair beneficiados desse fato.

Muitas são as pessoas que perdem tudo, e ficam temporariamente num estado de pânico. No entanto, muitos são também os que reagem, e agem fazendo coisas no sentido de restabeleceram a sua situação, criando trabalhos alternativos e saindo-se muito bem, depois de terem sido afetados por um terrível abalo na forma de olhar a vida.

Um problema de saúde inesperado ou a morte de um ente querido pode trazer ansiedade e/ou sentimento de perda. Por mais doloroso e estressante que estes desafios e perdas possam ser, a oportunidade de estar no momento e valorizar a vida de uma perspectiva diferente pode prevalecer.

As crises crônicas são mais pessoais, como se elas se manifestassem recorrentemente ao longo da vida. Lutas consecutivas no relacionamento ou batalhas com a auto estima ou depressão tendem a recorrer ao longo da vida. Estes padrões comportamentais são repetidos nas mini crises, aguardando uma resolução mais eficaz. Aprender a olhar para os padrões comportamentais insatisfatórios, ajudará a desenvolver um ponto de vantagem a partir do qual você pode quebrar isso, e esforçar-se por implementar uma atitude positiva que lhe permite chegar a soluções que lhe sirvam. Por outras palavras, quais são as histórias recorrentes da sua vida? Qual é a sua participação nesta história? Que asneiras tem feito e repetido, que o impedem de chegar onde pretende?

Da mesma forma, dificuldades de relacionamento tendem a auto perpetuar-se, até que um ponto de inflexão é atingido. Muitas vezes, a crise de relacionamento lança o casal num novo território, saem da sua zona de conforto onde o crescimento pode finalmente ser alcançado. Suportar a dor durante a crise pode realmente permitir alguns ganhos. Por exemplo, a infidelidade pode ser uma experiência horrível, mas também pode abrir a porta para um exame mais autêntico do casamento e a possibilidade de uma resolução de esperança. O casal pode tomar consciência de um conjunto de questões sobre as quais nunca se tinham debruçado, e daí emergir um melhor e maior entendimento, transformando o relacionamento de uma forma saudável.

Onde paira a oportunidade?

Vamos embrenhar-nos um pouco mais fundo na oportunidade que prevalece através destas dificuldades. A crise pode ser definida como um ponto de viragem. Podemos então considerar o seguinte: “Um ponto de viragem face a quê?” É numa contemplação não reativa que podemos optar por buscar a oportunidade. Esta potencialidade torna-se obscura quando estamos atolados na perda daquilo que nos é familiar em oposição a aventurar-nos no novo. Este ponto de inflexão é precisamente onde ocorre a transformação.

Vamos olhar para o potencial da mudança, ou vamos focar-nos naquilo que perdemos? A sua resposta revela o seu relacionamento entre perda e oportunidade. Em última análise, a questão que importa responder é se escolhemos paralisar-nos pelo pânico do desconhecido ou procurarmos a oportunidade que pode emergir da exploração do território novo que se está revelando para nós? O estado de paralisia representa o aparecimento da ansiedade e do evitar, a procura da oportunidade representa o crescimento.

Dica: Liberte o seu apego à perda e abrace o seu relacionamento com a oportunidade.

A única constante no universo é o fluxo, é a mudança. O que chamamos de crise é simplesmente a ocorrência da mudança. Nós não somos os mestres da mudança, se nos desapegarmos da nossa necessidade de controlá-la, podemos surfar as suas ondas e, muitas vezes transformá-la em oportunidade.

Como George Harrison cantava, “O nascer do sol não dura toda a manhã.” A mudança acontece. Prepara-se para isso.

18/11/2011 Posted by | Autoconhecimento, Motivação | 2 Comentários

Dia de Qualidade

A inspiração é um meio eficiente para recompormos nossos ânimos e nos mantermos mais dispostos e energizados no que fazemos.

Uma pessoa inspirada é mais criativa, otimista, positiva, confiante e tem mais disposição física e mental.

Como idéia de fonte de inspiração, a leitura de um bom livro, a admiração por alguém, uma viagem, um passeio, um esporte, uma atividade física ou um hobby, enfim, dicas não faltam para tentarmos nos sentir mais dispostos e com nossas energias recuperadas (ou recarregadas).

No entanto, a inspiração é algo muito particular, e deve vir do nosso íntimo, naquilo que gostamos ou em que acreditamos.

Você pode melhorar o seu dia, a sua semana, o seu mês, o seu ano e a sua vida estando constantemente inspirado por você mesmo e por aquilo que desenvolve e desempenha com convicção. Esta inspiração vem do planejamento e da forma pela qual nos esforçamos para melhorar nossa conduta pessoal e profissional.

Aqui vão algumas dicas de motivação e inspiração para serem aplicadas no que chamo de Dia de Qualidade:

Ao acordar, se espreguice.
Ao acordar pela manhã, reserve alguns rápidos minutos para esta tarefa tão simples e pessoal que, certamente, irá oferecer bem-estar e satisfação ao seu físico. Evite levantar-se de forma brusca, violenta ou apressada.

Alongue-se
Alongue-se! Projete seu corpo e sua postura. Mantenha uma postura ereta no decorrer do seu dia, e cuidado para não pendê-la. Tenha postura de sucesso. Um corpo bem projetado tem o poder de valorizar nossa indumentária, além de expressar nossa personalidade, passando confiança e segurança aos outros em situações profissionais e sociais. O alongar deve ser feito pela manhã, ao despertarmos, antes e depois da prática de exercícios físicos.

Agradeça sempre, por tudo
Ainda na sua intimidade, no seu momento de reflexão, até mesmo antes de sair da cama, agradeça ao seu Deus pelas suas conquistas, lutas e vitórias. Agradeça e abençoe sua família, seu trabalho, seus amigos e as realizações de sua vida.

Tome banho com prazer
Faça do seu banho um ritual de prazer e alegria, e não somente um costume de higiene pessoal. Cante embaixo do chuveiro, e lembre-se: a água tem o poder de limpar o nosso corpo e de recuperar as nossas energias. Um banho pela manhã para despertar e um banho à noite para relaxar o corpo se assim desejar.

Escolha a sua roupa com cuidado
Em vez de abrir o armário e pegar a roupa que estiver diante de seus olhos, aprenda a escolher. Veja-se vestido, sinta-se bem e à vontade no traje que escolher, pois ele está relacionado com o seu estado de espírito naquele dia.

Tome café da manhã sem pressa
Mesmo que você não tenha o hábito de se sentar à mesa para fazer uma refeição matinal com calma, o momento do simples cafezinho poderá ajuda-lo a fazer uma reflexão sobre o seu dia.

Leia mensagens positivas todos os dias
Uma mensagem de otimismo sempre dá ânimo e motivação. Substitua a leitura pesada do jornal, logo pela manhã. Tenha gosto pela leitura e mantenha-se sempre bem informado, mas seja seletivo com o que lê. Uma mensagem positiva, por exemplo, tem o poder de transformar o seu dia.

Faça afirmações para você mesmo
Diante do espelho, olhe para você. A sua fisionomia é o seu instrumento de encantamento, magia e carisma. Vá além de sua expressão fisionômica e olhe para o seu interior, para o seu íntimo. Deseje à você mesmo um “excelente dia”. Diga para você mesmo coisas como “bom dia” e “boa sorte” com entusiasmo. Imagine-se coberto por uma luz que tem a finalidade de protegê-lo. As palavras possuem um mantra sagrado e, quando ditas com verdade e convicção, podem conspirar com o universo a nosso favor. “Eu quero”, “eu posso”, “eu mereço” e “eu consigo” são sinais de vibração e otimismo da sua auto afirmação.

Goste de você
Uma pessoa não está bem vestida se não está bem arrumada. Pare diante do espelho e se olhe de corpo inteiro, de lado, de perfil e até mesmo de costas. Corrija a sua postura, dê um retoque especial na sua roupa, se admire por alguns minutos e saiba que a aparência tem forte poder de influência nos relacionamentos sociais e profissionais.

Varie o seu percurso
Aprenda a variar, se possível, o trajeto que percorre todos os dias. Mas se não há solução para o problema, o jeito é relaxar. No caminho, ouça uma música instrumental, mentalize seu dia, programe-se.

Chegue feliz ao seu local de trabalho
Superstição ou não, entre na empresa com o pé direito. Cumprimente o segurança, a recepcionista, o office-boy, a copeira e todos aqueles que cruzarem o seu caminho. Sorria mais e reclame menos.

Renove as suas energias no meio do dia
Quando sentir que o sono e o cansaço estão consumindo sua disposição:, vá até o toalete e lave o rosto. Recarregue suas energias e tente terminar o dia com o mesmo entusiasmo que tinha pela manhã.

Agradeça pelas suas realizações
Diga sempre “Obrigado(a)” por tudo o que a vida e a natureza proporcionam. A gratidão é um sentimento de reconhecimento que nos ajuda a melhorar como seres humanos e a recarregar nossas energias. Agradeça, também, pelas pessoas que, direta ou indiretamente, prestaram a você alguma gentileza ou favor.

16/11/2011 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário