PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

“Viagra” feminino poderá ser aprovado nos Estados Unidos

wellnessblueO desejo sexual das mulheres é considerado um tabu e um mistério para muitas pessoas, inclusive para algumas delas!

Enquanto os problemas sexuais masculinos se resumem a problemas de ereção, os tipos de disfunção sexual feminina são mais complexos, pois em geral mexem com o desejo sexual, que normalmente se reduz com a idade.

Por mais que o desejo seja algo ligado à mente, cientistas acreditam que existem mecanismos cerebrais envolvidos, inclusive os mecanismos de recompensa.

Uma prova disso é a eficiência do antidepressivo Flibanserina nesse tipo de tratamento, o chamado “viagra feminino”.

Usado inicialmente apenas para a depressão, algumas pacientes dos testes clínicos começaram a sentir um efeito colateral bem agradável: o aumento do interesse por sexo.

Foi demonstrado um modesto aumento no desejo sexual dessas mulheres, apesar de isso ser algo difícil de medir. Testes específicos para essa finalidade do medicamento foram conduzidos em 2011 e mostraram que as mulheres usando o medicamento relataram uma média de 2,5 relações sexuais satisfatórias por semana no período de 28 dias, enquanto as outras mulheres com disfunção sexual feminina tinham uma média de 1,5 relações sexuais semanais neste mesmo intervalo de tempo.

Agora, o Food and Drug Administration (FDA), órgão regulatório de alimentos e remédios nos Estados Unidos, fará uma comissão consultiva para avaliar se esse medicamento deve ou não ser aprovado para o tratamento de falta de libido em mulheres. A comissão ocorrerá nos dias 3 e 4 de junho.

Não é a primeira vez que esse medicamento é avaliado pela FDA. Em 2010 ele já foi reprovado. No Brasil o medicamento também não foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, mas uma aceitação na FDA costuma servir como referência para órgãos regulatórios no mundo todo.

O questionamento envolve, principalmente, os efeitos colaterais decorrentes desse tipo de medicamento, como náusea, tonturas e sonolência, e o fato de que muitas vezes esses problemas podem ser solucionados com terapia ou remédios hormonais, por exemplo.

 

Anúncios

29/05/2015 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Ela era tempestade

L012Ela era tempestade.

Era Sol, era ventania.

Era a mais bonita nuvem carregada.

Era o Céu nublado em dia de verão.

Ela era o trovão mais barulhento,

o raio mais claro e torto.

por Bruna Malagodi

 

29/05/2015 Posted by | Poesia | Deixe um comentário

Alentejo: onde as tágides tomam vinho

AlentejoA maior região portuguesa, e segunda maior região de vinhos do país, tem um nome que já diz bastante sobre ela.

Alentejo, literalmente formado pelas palavras “além Tejo”, é o lugar que fica ao sul das margens de um dos principais rios do país: o Tejo, que banha Lisboa e desemboca no Atlântico, que foi personagem de tantos poemas e lar das famosas tágides (ninfas idealizadas por Camões, para quem pediu inspiração para escrever “Os Lusíadas”).

As terras que ficam abaixo desse rio tão importante são um dos mais tradicionais berços do vinho.

O Alentejo atual compreende os distritos de Portalegre, Évora, Beja e partes do distrito de Setúbal e Santarém. Mas tradicionalmente, o Alentejo é dividido por duas províncias, o Alto e o Baixo Alentejo. O Alto Alentejo integra os distritos de Évora e de Portalegre inteiros. O Baixo Alentejo fica com a área do distrito de Setúbal e todo o distrito de Beja.

O que faz da região do Alentejo uma das principais regiões vitivinícolas é a tradição. Os vinhos portugueses são resultado de diversas civilizações que o instauraram no país, entre eles os fenícios, os cartagineses e os gregos. Mas, no Alentejo, foram os romanos que trouxeram a cultura do vinho, durante a época da fundação de Beja (cerca de 31 a.C.).

O Alentejo possui cerca de 22.000 hectares de vinhas, o que corresponde a cerca de 10% do total da área vinícola do país. É uma região quente e seca, responsável por uvas maduras e bem características. O processo de produção do vinho remonta à herança romana, com a fermentação em talhas de barro. A partir dos anos 80, o setor ganhou investimentos e modernização, fazendo com que os vinhos da região ficassem conhecidos internacionalmente.

Os vinhos tintos do Alentejo são encorpados, ricos em taninos e com aromas característicos de frutas silvestres. As principais castas são a Trincadeira, a Aragonez, a Castelão e a Alicante Bouschet. Já os vinhos brancos são bem suaves e trazem aromas mais voltados a frutos tropicais. As castas mais comuns são a Roupeiro, a Antão Vaz e a Arinto.

Mas não basta apenas saber sobre essa região tradicional do povo que trouxe tanto da sua cultura para a história do nosso país. A melhor forma de reverenciar o lar de Camões, Pessoa e Eça de Queirós é provando os vinhos de Portugal, e brindando às tágides e à tradição romana.

Saúde!

 

29/05/2015 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário

O “pão na chapa” italiano

bruschettaA bruschetta é a mais pensada para entradas italianas! Esse mundo da gastronomia reserva muito mais que pão!

Quer ganhar uma aposta facilmente? Peça para alguém pensar em uma entrada italiana e diga que vai adivinhar. Em 99,9% dos casos, a pessoa vai pensar nas bruschettas.

 As famosas “torradas” de pão italiano com antepastos têm origem na parte central da Itália. Ela se espalhou tão rapidamente pelas cidades ao redor que não se sabe dizer ao certo se nasceu na região do Abruzzo ou do Lazio.

Como em toda a Itália, os grandes pães rústicos (que aqui chamamos de pães italianos) sempre fizeram parte do dia a dia das pequenas comunas locais. Com a dificuldade de transporte que tinham no passado, por serem áreas mais isoladas, os pães ficavam guardados em caixas de madeira por vários dias a fio.

Quem já comeu o pão do dia seguinte sabe qual o que acontece: fica duro… Será que é por isso que os pães italianos são sempre duros por aqui? Mas isso não vem ao caso. Para amolecê-los, o único jeito era cortar em fatias e levar ao forno, onde ganha também em crocância. É daí que vem o nome bruschetta – “bruscare” em italiano significa “torrar”.

Um algo a mais:

Todo mundo gosta de torrada, mas não é verdade que elas ganham um toque especial se forem grelhadas com um pouco de manteiga? Em vez da nossa manteiga, os italianos esfregaram alho cru nas fatias, e o hábito se popularizou.

E por que não incrementar ainda mais? Certo dia alguém jogou uns tomates picados. Eles aqueceram, ganharam certa doçura e espalharam pelo pão um sabor que casou muito bem. Não demorou para surgir uma receita e uma tradição.

A verdadeira bruschetta italiana tem tomate, manjericão e azeite. Outras versões que já se tornaram muito típicas na Itália são as de berinjela e pimentões. Nenhuma das duas, porém, leva temperos, pimentas, queijos e outras famosas invencionices do mundo moderno.

Saiba como não errar:

Confira os ingredientes ideais de uma boa bruschetta:

– Pão: tipo italiano, sem sal (daqueles rústicos, de fermentação natural). A fatia tem em média 8 cm de diâmetro (espaço entre os dedos indicador e polegar esticados) e 1,5 cm de espessura (um pouco mais que um celular).

– Alho para “untar” o pão: deve ser cru e cortado ao meio. Você pode esfrega-lo no pão antes ou depois de torrá-lo, mas resista à tentação e não coloque o alho na bruschetta.

– Tomate: de preferência tomates italianos bem maduros, cortados em cubinhos sem pele e sementes.

– Azeite: azeite de oliva extra virgem da melhor qualidade. Encha um pote sem dó, pois será usado para banhar os tomates e, depois, para finalizar a bruschetta.

– Sal: Só uma pitada, o mais simples possível.

– Manjericão: somente as folhas, sem os talos – escolha as mais frescas, de cor verde escura.

Bom apetite!

 

26/05/2015 Posted by | Gastronomia, Receitas | Deixe um comentário

O tesouro do leste europeu

tesouros do leste europeuA Eslovênia não é apenas a nação dos Alpes montanhosos e das florestas primitivas. É dos vinhos!

 

Esse país, que conquistou sua independência da antiga Iugoslávia apenas em 1991, possui vinhedos que fornecem bebidas tradicionalmente magistrais.

Cerca de 24.500 hectares de vinhedos formam as paisagens da Eslovênia, com vinícolas de ótima qualidade. Os Celtas levaram os vinhos para a região, bem antes dela se tornar parte do Império Romano, há mais de 2.500 anos. Hoje em dia, o país produz 20 variedades de vinhos brancos e 12 de vinhos tintos, e está dividido em três regiões que um amante de vinhos precisa conhecer.

 A primeira região a ser conhecida é Primorje (ou Primorska), que significa literalmente “ao lado do mar”. Ela é banhada pelas águas azuis do Mediterrâneo, e produz tanto vinhos brancos como tintos. As uvas mais cultivadas são as Merlot, Refosco e Cabernet, para os tintos, e as Ribolla, Malvasia, Pinot Gris, Chardonnay e Friulano, para as brancas. Essa região divide-se em quatro áreas vinícolas: Brda, continuação das conhecidas Collio Italianas, que são rodeadas por vinhedos; Vipava, o vale de clima ideal para os vinhos brancos da região; Kras, onde a safra de Refosco é plantada em terra roxa e resulta no famoso vinho Teran; e Koper, onde outra safra de Refosco produz vinhos com um destacado sabor de framboesa.

 A segunda região é Posavje, que fica a sudeste. Seu nome significa “ao lado do rio Sava”. O forte dessa área são os vinhos cortados, mas os ice wines também são bem apreciados (vinhos feitos com uvas congeladas naturalmente, no inverno). Aqui, o destaque vai para os vinhos com Beli Pinot, Chadonnay, Riesling e Sauvignon, com os famosos espumantes fermentados na garrafa. Também temos o notável Cyicek, um vinho cortado com quatro cepas, bem fresco, leve e ácido.

 A terceira e última região vinícola é Podravje (ou Posavje), que por sua vez significa “ao lado do Rio Drava”. Ela está situada aos pés dos Alpes eslovenos, e é a maior região vitivinícola do país. O clima bem frio é um ótimo terroir para a produção dos brancos com acidez bem destacada. A área de Maribor, dentro de Podravje, é conhecida por ser a melhor região para os vinhos brancos, além de ter a vinha mais antiga de toda a Europa, com 400 anos! Nas outras áreas de Podravje, também são produzidos outros vinhos brancos muito bons, tanto secos quanto doces nobres, além dos vinhos de colheita tardia e outros tipos de ice wines.

 É fato que os nomes das regiões não são simples de lembrar, mas provavelmente os gostos dos vinhos serão. Então, nada melhor do que começar conhecendo a Eslovênia pela melhor parte.

 Boa degustação!

 

26/05/2015 Posted by | Vinhos | Deixe um comentário

A sorte é de quem possui coragem

B 04Ainda que neste momento haja algo que incomoda ou preocupa você, não deve abater-se.

Aproveite a circunstância e transforme a dificuldade em um estímulo para ir adiante.

Tenha confiança no destino que muda sempre, transformando o mal em bem.

A sorte é de quem possui coragem.

 

26/05/2015 Posted by | Reflexões | Deixe um comentário

O poder do beijo na boca

beijo 2Um beijo na boca bem dado é a chave do paraíso nas mãos.

Um senhor beijo, esse deveria se o pulo do gato de qualquer receita de relacionamento, se houvesse uma receita de relacionamento, é claro…Teste drive de qualquer futura possibilidade, o beijo na boca não pode ser dado de qualquer maneira.

Um beijo não merece ser meia boca, sem vontade, parecendo obrigação. Tem que ser um convite irrecusável de entrega, um mergulho no espaço do outro (a), uma ousada permissão de envolver-se pelas sensações que o contato vai acendendo devagar no resto do corpo.

A fusão ritmada dos lábios dá a temperatura da “coisa toda” antes de a “coisa toda” acontecer.

É no roçar das bocas que o mercúrio do termômetro mostra o grau da febre que vai se alastrar pela pele.

É no toque dos lábios molhados que se experimenta o outro, que os corpos iniciam uma conversa que pode durar horas, é onde se diz a verdade do desejo sentido.

Não cabem mentiras num beijo na boca. Sou da opinião de que o beijo é de suma importância em qualquer relacionamento. Podem reparar que ele é a primeira coisa que esfria quando algo não vai bem. E quando tudo vai bem, um beijo cheio de tesão soa como uma afronta ao resto do mundo, arranca suspiros e invejas alheios, enche a boca d´àgua e o coração de um gosto de também quero. Um beijo na boca bem dado nos deixa surdos aos ruídos supérfluos, rouba os ponteiros dos relógios, nos coloca em órbita elíptica ao redor de um corpo em ebulição, onde passamos a experimentar um louco e gostoso periastro.

Um beijo longo, demorado, suculento, curtido e sentido, chamado de Suavium pelos antigos romanos, é o maior presente que se pode dar a quem se ama e deseja. A pressa rouba o prazer do beijo, deixa morrer a paixão e nubla a fascinação. Um beijo na boca bem dado é um vem cá, um chega mais, um tem que ser agora, um não vejo a hora, um não dá para esperar. Jean Rostand, pensador francês, disse que um beijo é um segredo que se diz na boca do outro (a) e não no ouvido.

Como não concordar?

22/05/2015 Posted by | Atitudes | 2 Comentários

Tenha o sono dos justos!

Ainsônia1qui, dicas para você não ter de contar mais carneirinhos e fazer as pazes com o travesseiro

Escute Melhor

Além do silêncio, ruídos como o som da batida do coração ou da chuva diminuem as ondas rápidas da atividade cerebral, deixando-o mais relaxado, explica Adriane Zonato otorrinolaringologista em Curitiba.

Atitude certa: Para celulares com sistema IOS, busque pelo aplicativo Sleep Pilow. Para Androids, baixe o app Ruído Branco: Relaxar e Dormir.

Ambos são gratuitos, e reproduzem sons de tempestade, ondas do mar e lareira, por exemplo. Dá para programar o tempo de uso, sem se preocupar com a bateria.

Sinta o Perfume

Pesquisa da Universidade de Wesleyan (EUA) concluiu que pessoas que inalam essência de lavanda antes de deitar alcançam mais facilmente o sono profundo.

A planta tem propriedades ansiolíticas, diminuindo a tensão e a ansiedade, descreve Marcia Assis, neurologista em Curitiba e integrante da Associação Brasileira do Sono.

Atitude certa: Compre a essência em loja de produtos naturais e pingue duas gostas na fronha do travesseiro a cada noite.

Jante Moderadamente

Lance mão de alimentos ricos em triptofano (aminoácido precursor da serotonina, neurotransmissor ligado à sensação de bem estar), como leite quente.

O triptofano também se converte em melatonina (homônimo do sono), revela Adriane.

Atitude Certa: Evite cafeína, álcool e doces até quatro horas antes de dormir. Eles são estimulantes e deixam você ligado.

Malhe mais cedo

Atividades físicas podem deixar você mais pilhado. Porém, exercícios de respiração melhoram a oxigenação do corpo e aliviam a tensão.

Atitude certa: Vinte minutos antes de ir para a cama repita esta sequência: leve a língua para o céu da boca (atrás dos dentes) e solte o ar até esvaziar os pulmões. Feche a boca e inspire pelo nariz, contando até quatro. Aí, segure a respiração enquanto conta até sete. Por último, solte o ar contando até oito. Faça isto deitado com a barriga para cima. Essa posição solta os múscilos das pernas, braços e do abdome, regiões muito utilizadas na malhação, diz Marcia.

 

22/05/2015 Posted by | Saúde | Deixe um comentário

Alegria de viver: Muda que a vida muda

borboleta 2

Muitas vezes sabemos que precisamos mudar, percebemos os sinais a nossa volta, entendemos as mensagens que nos chegam e até mesmo compreendemos que toda e qualquer mudança depende de cada um de nós, no entanto existe ainda uma questão que persiste em nossa mente: Como fazer isso?

 Quando lemos a respeito, ou ouvimos alguém falando sobre o que é preciso ser feito para que as mudanças ocorram, entendemos perfeitamente o que é exposto, tudo parece muito claro e de certa forma até mesmo fácil de ser colocado em prática, mas é na hora que nos encontramos a sós, naquele momento único em que nos vemos frente a frente com nossa consciência e que requer de nós uma atitude, um ponta pé inicial, que nos sentimos impotentes, incapazes e sozinhos nos sentimos sem direção. Não sabemos ao certo por onde começar, como começar e muitas vezes já nem temos mais a certeza de que mudar é preciso.

 Mas como mudar? Como sair da posição que nos encontramos e assumir uma atitude diferente diante da vida, dos outros e de nós mesmos? O Primeiro passo (e eu acredito o mais importante) é aceitar que cada um tem seu próprio tempo. Não adianta querer correr quando mal estamos prontos para caminhar. Dar passos pequenos, mas seguros e conscientes é fundamental para que esse caminho ao ser percorrido possa de fato ser transformador. Aceite suas limitações, sejam físicas, emocionais, psicológicas ou materiais, e trabalhe dentro delas de forma que aos poucos você possa expandir essa barreira ou ultrapassá-la.

 E por onde eu começo? Devemos sempre começar olhando para dentro de nós mesmos, iniciando um processo de redescobrir a nós mesmos. Muitas vezes diante das circunstâncias que a vida nos apresenta, ou mesmo pelas escolhas que fizemos, nós nos afastamos de nós mesmos, esquecemos o que nos faz sorrir, o que alegra nosso coração, nos deixamos perdidos ao longo do caminho e então precisamos fazer esse reencontro com o nosso próprio “eu”, olhar no espelho e enxergar a nós mesmos dentro de nosso olhar.

 Comece lentamente, se observe, gaste um pouco de tempo olhando para si mesmo com ternura, fazendo algo que te agrade, gaste alguns minutinhos todos os dias para dedicar-se a si mesmo. Aprecie-se! Aos poucos você vai perceber que a alegria voltará para sua vida e essa alegria vai te impulsionar a querer cada dia ser mais alegre, perceberá que a tristeza e o desânimo já não mais te comprazem, e que você merece algo melhor e mais feliz.

 Quando você redescobrir a força e o poder de um sorriso sentirá prazer em sua própria companhia, vai perceber que estar consigo mesmo pode ser muito agradável, e que ainda que você esteja sozinho você pode ser feliz, pois estará em sintonia com a vida. Quando isso acontecer você terá removido as barreiras que te limitavam, o que os outros dizem ou pensam já não importará mais, os problemas já não serão tão grandes quanto pareciam, as dores ainda irão doer mas de uma forma que não possam mais te ferir. Tudo aquilo que não estiver em sintonia com esse “novo você” não servirá para sua vida e precisará ser reciclado, renovado e transformado, pois você terá se reerguido diante da vida, reassumido o seu papel e estará pronto para promover as mudanças que tanto queria, desejava ou precisava.

 Abra-se para a vida, ame-se e sintonize-se com a alegria de viver e então a vida te responderá com motivos para sorrir.

21/05/2015 Posted by | Comportamento | Deixe um comentário

Tudo por você

L011Por você eu busquei e encontrei forças que jamais achei que teria, eu chorei lágrimas que pareciam não acabar, eu amei como sempre quis ser amada achei que você também me amaria, eu sorri só pra te ver sorrindo também, eu te segurei quando minha vontade era de cair junto com você, eu lutei e persisti mesmo sabendo que me restava pouca força, eu caí mil vezes e levantei por saber que precisaria de mim, eu achei que havia enlouquecido por manter apenas você no pensamento.

Por você eu acreditei que meu mundo girava em torno de apenas uma pessoa, eu acreditei em contos de fadas e pensei que voaríamos juntos, com você construí história de amor daquelas de cinema, por você eu aprendi a ser alguém, cresci e tirei os pés do chão.

Por você eu tive vontade incansável de sair por aí ao teu encontro só pra ganhar um beijo, eu pensei em morrer só pra te ter em mais de uma vida.

Pena que amei sozinha, sonhei com um amor que nunca existiu.

Dei forças a quem só queria me destruir.

Dei minha vida a quem não valorizou nenhuma das minhas lágrimas de luta.

por Elenita Ramos

 

20/05/2015 Posted by | Poesia | Deixe um comentário