PrimeLife (Ano VI)

Viva Bem, Viva Mais, Viva com Estilo

Existe uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos próprios problemas

FE 01Dois homens, gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.

Um deles podia sentar-se na cama durante uma hora, todas as tardes. A sua cama estava junto da única janela do quarto. O outro homem tinha que ficar sempre deitado de costas.

Os homens conversavam horas e horas. E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela.

O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cor do mundo do lado de fora da janela.

A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes, chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris.

Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os olhos e imaginava as cenas.

Dias e semanas passaram. Uma manhã, encontraram sem vida o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia.

Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse logo que sim e fez a troca. Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.

Lentamente, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela – que dava para uma parede de tijolo!

O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela. A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem poderia ver a parede. Talvez quisesse transmitir-lhe alguma coragem…

Moral da História:
Existe uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos próprios problemas.

Two men seriously ill, occupied the same hospital room.

One could sit up in bed for an hour each afternoon. His bed was next to the room’s only window. The other man had to be always on his back.

The men talked for hours and hours. And every afternoon when the man in the bed by the window could sit up, pass the time by describing to his roommate all the things he could see outside the window.

The man in the other bed began to live for those one hour periods where his world would be broadened and enlivened by all the activity and color of the world outside the window.

The window overlooked a park with a lovely lake. Ducks and swans, splashed in the water while children play with their boats. Young lovers walked arm in arm amidst flowers of every color of the rainbow.

As the man by the window described all in exquisite detail, the man on the other side of the room would close his eyes and imagine the scenes.

Days and weeks passed. One morning, they found the dead man by the window, who had died peacefully in his sleep.

As soon as it seemed appropriate, the other man asked if he could be moved next to the window. The nurse immediately said yes and made the exchange. After making sure that the man was properly installed, the nurse left the room.

Slowly, the man stood up, leaning on his elbow to look at the world outside. He strained and slowly looked at the outside of the window – that faced a brick wall!

The man asked the nurse what could have compelled his deceased roommate who had described such wonderful things outside the window. The nurse responded that the man was blind and could not see the wall. Maybe he wanted to convey to you some courage …

Moral of the story:
There is tremendous happiness in making others happy, despite their own problems.

31/05/2013 Posted by | Comportamento, Reflexões | Deixe um comentário

Subliminar

subliminarVocê acha que sabe como e por que faz suas escolhas?

As preferências políticas, a gorjeta que dá ao garçom, aquele colega de trabalho com uma cara tão amigável de quem desconfia e até a pessoa com quem o leitor se casa não são opções tão objetivas assim, segundo a obra. Por trás do pensamento consciente, age uma parte desconhecida da mente.

É disso que trata aqui Leonard Mlodinow. O livro busca ser uma viagem ao inconsciente.

Carl Jung escreveu: “Há certos eventos que não percebemos de modo consciente; eles permanecem, por assim dizer, abaixo do limite da consciência. Eles aconteceram, mas foram absorvidos de maneira subliminar.”

A palavra “subliminar” vem do latim e significa “abaixo do limite”.

Os psicólogos a empregam para se referir ao que está abaixo do limite da consciência.

Este livro é sobre efeitos subliminares nesse sentido mais amplo – os processos da parte inconsciente da mente e como eles nos influenciam.

Para entender verdadeiramente a experiência humana, precisamos compreender tanto nosso consciente quanto nosso inconsciente e como os dois interagem.

Nosso cérebro subliminar é invisível para nós, porém influencia nossa experiência consciente do mundo de um modo fundamental – a maneira como nos vemos e aos outros, o significado que atribuímos aos eventos da nossa vida cotidiana, nossa capacidade de fazer julgamentos rápidos e tomar decisões que às vezes significam a diferença entre a vida e a morte, as ações que adotamos como resultado de todas essas experiências instintivas.

Subliminal

You think you know how and why to make your choices?

Political preferences, which gives the tip the waiter, that co-worker with a guy who distrusts so friendly and even a person with whom the reader marries options are not as objective as well, according to the work. Behind the conscious thought, acts an unknown part of the mind.

That’s what comes here Leonard Mlodinow. The book aims to be a journey to the unconscious.

Carl Jung wrote: “There are certain events that do not realize consciously, they remain, so to speak, below the threshold of consciousness. They happened, but were absorbed subliminally.”

The word “subliminal” comes from Latin and means “below the threshold”.

Psychologists use to refer to what is below the threshold of consciousness.

This book is about subliminal effects in the broadest sense – the processes of the unconscious part of the mind and how they influence us.

To truly understand the human experience, we need to understand both our conscious and our unconscious and how the two interact.

Our subliminal brain is invisible to us, but influences our conscious experience of the world in a fundamental way – the way we see ourselves and others, the meaning we attach to the events of our everyday lives, our ability to make quick judgments and decisions that sometimes mean the difference between life and death, the actions we have taken as a result of all these experiences instinctive.

31/05/2013 Posted by | Livros | Deixe um comentário

Ne Me Quitte Pas

Ne Me Quitte Pas na bela voz de Mireille Mathieu.

30/05/2013 Posted by | Songbook | Deixe um comentário

Dia de Joana D´Arc

joanaJoana d’Arc (em francês: Jeanne d’Arc; Domrémy-la-Pucelle, 6 de janeiro de 1412 — Ruão, 30 de maio de 1431), por vezes chamada de donzela de Orléans, era filha de Jacques d’Arc e Isabelle Romée e é a santa padroeira da França e foi uma heroína da Guerra dos Cem Anos, durante a qual tomou partido pelos Armagnacs, na longa luta contra os borguinhões e seus aliados ingleses.

Descendente de camponeses, gente modesta e analfabeta, foi uma mártir francesa canonizada em 1920, quase cinco séculos depois de ter sido queimada viva.

Segundo a escritora Irène Kuhn, Joana d’Arc foi esquecida pela história até o século XIX, conhecido como o século do nacionalismo, o que pode confirmar as teorias de Ernest Gellner.

Irène Kuhn escreveu: Foi apenas no século XIX que a França redescobriu esta personagem trágica.

Antes aos fatos relacionados, Shakespeare tratou-a como uma bruxa; Voltaire escreveu um poema satírico, ou pseudo-ensaio histórico, que a ridicularizava, intitulado «La Pucelle d´Orléans» ou «A Donzela de Orléans»

Depois da Revolução Francesa, o partido monárquico reavivou a lembrança da boa lorena, que jamais desistiu do retorno do rei.

Joana foi recuperada pelos profetas da «França eterna», em primeiro lugar o grande historiador romântico Jules Michelet. Com o romantismo, o alemão Schiller fez dela a heroína da sua peça de teatro “Die Jungfrau von Orléans”, publicada em 1801.

Em 1870, quando a França foi derrotada pela Alemanha – que ocupou a Alsácia e a Lorena – “Jeanne, a pequena pastora de Domrémy, um pouco ingênua, tornou-se a heroína do sentimento nacional”.

Republicanos e nacionalistas exaltaram aquela que deu sua vida pela pátria.

Durante a primeira fase da Terceira República, no entanto, o culto a Joana d’Arc esteve associado à direita monarquista, da qual era um dos símbolos, como o rei Henrique IV, sendo mal vista pelos republicanos.

A Igreja Católica francesa propôs ao Papa Pio X sua beatificação, realizada em 1909, num período dominado pela exaltação da nação e ao ódio ao estrangeiro, principalmente Inglaterra e Alemanha.

O gesto do Papa inspirou-se no desejo de fazer a Igreja de França entrar em mais perfeito acordo com os dirigentes anticlericais da III República, mas só com a Primeira Guerra Mundial de 1914 a 1918, Joana deixa de ser uma heroína da Direita.

Segundo Irène Kuhn, a partir daí os “postais patrióticos” mostram Jeanne à cabeça dos exércitos e monumentos seus aparecem como cogumelos por toda a França. O Parlamento francês estabelece uma festa nacional em sua honra no 2º domingo de maio.

Em 9 de maio de 1920, cerca de 500 anos depois de sua morte, Joana d’Arc foi definitivamente reabilitada, sendo canonizada pelo Papa Bento XV – era a Santa Joana d’Arc.

A canonização traduzia o desejo da Santa Sé de estender pontes para a França republicana, laica e nacionalista.

Em 1922 foi declarada padroeira de França. Joana d´Arc permanece como testemunha de milagres que pode realizar uma pessoa, ainda que animada apenas pela energia de suas convicções, mesmo adolescente, pastora e analfabeta, de modo que seu exemplo guarda um valor universal.

Joan D´Arc

Joan D´Arc (French: Jeanne d’Arc, Domremy-la-Pucelle, January 6, 1412 – Rouen, May 30, 1431), sometimes called the maid of Orleans, was the daughter of Jacques d’Arc and Isabelle Romee and is the patron saint of France and was a heroine of the Hundred Years War, during which sided by the Armagnacs, in the long struggle against the Burgundians and their British allies.

From peasant stock, modest and illiterate people, it was a French martyr canonized in 1920, nearly five centuries after being burned alive.

According to writer Irène Kuhn, Joan of Arc was forgotten by history until the nineteenth century, known as the century of nationalism, which can confirm the theories of Ernest Gellner.

Irene Kuhn wrote: It was only in the nineteenth century that France has rediscovered this tragic character.

Before the facts related, Shakespeare treated her as a witch; satirist Voltaire wrote a poem, or pseudo-historical essay that ridiculed her, entitled “La Pucelle d’Orléans ‘and’ The Maid of Orleans”

After the French Revolution, the monarchist party revived the memory of good lorraine, who never gave up the return of the king.

Joan was recovered by the prophets of the ‘eternal France’ first great romantic historian Jules Michelet. With Romanticism, the German Schiller made her the heroine of his play “Die Jungfrau von Orleans,” published in 1801.

In 1870, when France was defeated by Germany – which occupied Alsace and Lorraine – “Jeanne, the little shepherdess of Domremy, a little naive, became the heroine of national sentiment.”

Republicans and nationalists exalted one who gave his life for his country.

During the first phase of the Third Republic, however, the cult of Joan of Arc was associated right monarchist, which was one of the symbols, as King Henry IV, being frowned upon by Republicans.

The French Catholic Church Pope Pius X proposed to his beatification, in 1909, a period dominated by the exaltation of the nation and the hatred of the foreigner, mainly England and Germany.

The gesture of the Pope was inspired by the desire to make the Church of France go into more perfect accord with the clerical leaders of the Third Republic, but only with the First World War from 1914 to 1918, Joan ceases to be a heroine of the Right.

According to Irene Kuhn, from there the “Patriotic Postcards” show Jeanne the head of their armies and monuments appear like mushrooms throughout France. The French Parliament establishes a national holiday in his honor on the 2nd Sunday of May.

On May 9, 1920, about 500 years after his death, Joan of Arc was finally rehabilitated, and canonized by Pope Benedict XV – was the St. Joan of Arc.

The canonization reflected the desire of the Holy See to extend bridges to republican France, secular and nationalist.

In 1922 he was declared patron saint of France. Joan of Arc stands as witness to miracles that can carry a person, even if only excited by the energy of their convictions, even teenagers, pastor and illiterate, so that his example saves a universal value.

30/05/2013 Posted by | Lembranças do Dia | Deixe um comentário

Falar sem pensar

montesquieujpg“A pessoa que fala sem pensar, assemelha-se ao caçador que dispara sem apontar.”

Montesquieu

Speaking without thinking

“A person who speaks without thinking, resembles the hunter who shoots without aiming.”

30/05/2013 Posted by | Pensamentos, Reflexões | Deixe um comentário

8 segredos que as mulheres confessaram

segredo mulheresConheça os 8 segredos que as mulheres confessaram e saiba algumas verdades sobre o sexo feminino.

As mulheres são poços de segredo. Por mais que sejam seres falantes, nem sempre abrem o jogo sobre tudo o que lhes passa pela cabeça.

No entanto, segundo pesquisa publicada no Men´s Health USA, verificamos alguns dos segredos que permeiam o universo feminino.

Existem 10 segredos que as mulheres confessaram. Alguns você até podia imaginar que fossem verídicos, mas, neste post, terá a comprovação que são reais:

1. As mulheres preferem quando os homens as abordam

Embora as mulheres gostem de dizer que elas podem abordar um homem tanto quanto serem abordadas, a verdade é que a maioria esmagadora delas ainda prefere uma conquista no modo tradicional, quando é o homem quem se aproxima.

2. Elas querem segurança, homens confiantes que as protejam

A mulher alcançou a sua independência financeira, mas não a emocional. Até as gatas mais bem sucedidas financeiramente preferem homens não necessariamente ricos, mas que, ao menos, possam suprir as suas necessidades. A segurança, entretanto, não é apenas econômica, mas emocional, por isso preferem homens mais fiéis e estáveis, em todos os sentidos.

3. Mulheres traem por vingança

Se você aprontar alguma coisa, não ache que vai sair ileso. A mulher vai se vingar e, geralmente, com a mesma moeda, inclusive quando você a trair.

4. O sexo oposto gosta de ser mimado

Mimar com presentes e atenção são as formas de ganhar o coração da mulher nos primeiros meses de romance. Porém, é preciso manter o mimo sempre para que a mulher permaneça feliz (além do bom sexo). Isso elas não costumam admitir, preferindo manter uma postura mais severa, indicando outros fatores mais importantes em uma relação.

5. Elas buscam uma relação duradoura

Você até pode ouvir que a mulher não quer saber de se envolver sério, não quer compromisso, mas isso é desculpa. Na real, é a forma educada de ela dizer que não quer nada com você. A maioria do sexo oposto quer, sim, um relacionamento duradouro.

6. Mulheres querem ser desejadas por outros homens

Mesmo se a mulher está satisfeita com o seu relacionamento, ela gosta quando percebe que outros homens a observam. Ela quer ser desejada e não apenas pelo seu marido.

7. Elas não gostam de iniciar uma separação

Para uma mulher, é bem difícil dizer que quer terminar e essa dificuldade é proporcional ao tempo em que ela estiver em um relacionamento. Por isso, se você quer colocar fim ao namoro ou casamento, não fique tramando para que ela tome a iniciativa – ela vai ganhar de você pelo cansaço.

8. Homens dominadores são os preferidos

Elas até podem dizer que romantismo e inteligência em um homem é mais importante, porém, muitas delas querem mesmo um homem dominador, que tome decisões e seja um ponto de apoio.

– Men´s Health USA

8 secrets that women confessed

Meet the 8 secrets that women confessed and know some truths about females.

Women are wells secret. As much as speaking beings are not always open up about everything that comes into their head.

However, according to research published in Men’s Health USA, we see some of the secrets that permeate the feminine universe.

There are 10 secrets that women confessed. Some you could even imagine that they were truthful, but in this post, have to prove that they are real:

1. Women prefer when men approach them

Although women like to say they can address a man as much as they are addressed, the truth is that the overwhelming majority of them still prefer a traditional conquest mode, when the man who approaches.

2. They want security, confident men who protect them

The woman reached your financial independence, but not emotional. Even the cats most financially successful men prefer not necessarily rich, but at least they can meet their needs. Security, however, is not just economic, but emotional, why men prefer more reliable and stable in all directions.

3. Women cheat for revenge

If you prepare something, do not think that will come out unscathed. The woman will get revenge and usually with the same currency, even when you cheat.

4. The opposite sex likes to be pampered

Pampered with gifts and attention are the ways to win a woman’s heart in the first month of romance. But we must always keep the treat so that women remain happy (besides good sex). That they do not often admit it, preferring to keep a more severe, indicating other factors most important in a relationship.

5. They seek a lasting relationship

You can even hear the woman does not want to engage seriously, do not want to compromise, but that’s no excuse. Real, is the polite way of saying she does not want anything with you. Most of the opposite sex or, rather, a long lasting relationship.

6. Women want to be desired by other men

Even if the woman is satisfied with her relationship, she likes when she realizes that other men look on. She wants to be desired and not just for her husband.

7. They do not like to start a separation

For a woman, it is very difficult to say and want to end this difficulty is proportional to the time she is in a relationship. So if you want to put an end to dating or marriage, do not be plotting to take the initiative she – she’ll beat you by fatigue.

8. Domineering men are preferred

They may even say that romanticism and intelligence in a man is more important, however, many of them want even a domineering man, to take decisions and be a support point.

21/05/2013 Posted by | Comportamento | 2 Comentários

11 dicas práticas para acelerar o metabolismo

metabolismo11 dicas práticas para acelerar o metabolismo

Saiba quais alimentos e hábitos podem ajudar no processamento das calorias

O metabolismo nada mais é do que a forma como nosso organismo processa as calorias que ingerimos. Enquanto se é jovem, o metabolismo é rápido. Por isso, na adolescência, muitos comem sem parar e continuam magros, mesmo depois de um pacote inteiro de bolacha recheada, por exemplo.

Depois dos 30, entretanto, a coisa pega. Principalmente nas mulheres, cujo organismo tem mais tecido gorduroso e esse é o grande problema: as células de gordura queimam menos caloria que as de músculo, a conhecida massa magra. Para não deixar o metabolismo ficar lerdo, as dicas são muitas, da alimentação à prática de exercícios. Vamos lá?

Alimentos que aceleram o metabolismo

Conhecidos como termogênicos, uma vez que são capazes de aumentar a temperatura corporal e acelerar a queima de gordura, eles ajudam no controle do peso e no emagrecimento. Então, tenha sempre à mesa:

1. Pimenta vermelha: bastam três gramas ao dia como tempero de pratos quentes e saladas pra aumentar o metabolismo em até 15%. Mas tem que ser a vermelha, pimenta-do-reino não tem esse efeito, certo?

2. Chá verde: também favorece a utilização da gordura corporal e atua como fonte de energia, com função de estímulo metabólico. É preciso beber quatro xícaras do chá ao dia. Só não vale adoçar com açúcar: tome puro ou use algumas gotas de adoçante.

3. Canela: tem alto teor de cálcio, essencial para aumentar o metabolismo basal. Salpique um pouco em pratos quentes, molhos e até saladas. Também vale colocar na sobremesa, mas não pode exagerar nos doces.

4. Gengibre: pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. Para consumir, use-o como tempero de carnes, aves e peixes. Vale colocar na sopa de legumes e no chá.

5. Ômega 3: encontrada em peixes como salmão, sardinha e atum, essa substância aumenta o metabolismo basal e faz com que o organismo não retenha tanto líquido. Opte por colocar uma porção de alguns desses citados no prato principal da sua refeição. Também vale fazer um lanche natural de atum ou usá-lo como mais um ingrediente da salda à noite.

6. Fibras naturais: por serem indigeríveis, elas mantêm a saciedade por mais tempo, agindo no metabolismo basal. No intestino, melhoram a microflora intestinal. Além disso, são fundamentais para uma ótima absorção de nutrientes, que também ativarão o metabolismo.

Hábitos que aceleram o metabolismo

1. Não ficar grandes intervalos sem comer: depois do café da manhã, almoço e jantar, coma frutas e faça lanches rápidos e leves. Sucos naturais, barrinhas de cereais e frutas são as melhores opções. Desse jeito, o metabolismo fica ativo durante o dia todo.

2. Combinar exercícios aeróbicos com ginástica localizada ou musculação: a prática regular produz uma ação metabólica contínua, acelerando o metabolismo. Ganhar massa magra (músculos) também é ótimo, já que esta gasta mais energia que o tecido de gordura.

3. Beber muita água: ela é fundamental para transportar vitaminas, minerais e hormônios, para eliminar toxinas e para o bom funcionamento dos intestinos. Beba de oito a 10 copos de água por dia, pelo menos. A água gelada acelera um pouco mais o metabolismo, já que nosso corpo trabalha (ou seja, queima energia) para deixá-la na temperatura normal.

O que retarda o metabolismo?

1. Estresse: ele diminui o seu metabolismo por colocar o seu organismo em estado de tensão. Além disso, muitas pessoas tendem a comer mais quando estão estressadas.

2. Falta de sono: isso faz com que você não acorde com a energia necessária para mais um dia, os músculos do corpo não estarão a 100% e o seu sistema metabólico ficará ressentido.

Se você cumpre tudo isso certinho e, mesmo assim, não vê resultado, marque uma consulta médica. Às vezes, algum padrão rotineiro pode estar atrapalhando todo o processo.

– Daniela Hueb

11 practical tips to speed up metabolism

Learn which foods and habits can help in processing the calories

Metabolism is nothing more than the way our body processes the calories you eat. While you are young, your metabolism is fast. Therefore, in adolescence, many eat lean away and continue even after an entire packet of biscuits stuffed, for example.

After 30, however, the thing gets. Especially in women whose body has more fat tissue and this is the big problem: the fat cells burn fewer calories than the muscle, the known mass. To not allow the metabolism to become sluggish, the tips are many, from food to exercise. Come on?

Foods that speed up metabolism

Known as thermogenic since they are capable of increasing the body temperature and accelerate the burning of fat, they assist in weight control and weight loss. So, keep the table:

1. Red pepper: just three grams a day as a seasoning for salads and hot dishes to boost metabolism by up to 15%. But it has to be red, black pepper kingdom does not have this effect, right?

2. Green tea: also favors the use of body fat and acts as an energy source, with metabolic stimulus function. You need to drink four cups of tea a day. Just not worth sweeten with sugar: take pure or use a few drops of sweetener.

3. Cinnamon: is high in calcium, essential to increase basal metabolism. Sprinkle in a little hot dishes, salads and even sauces. Also worth putting in the dessert, but you can not overdo it on sweets.

4. Ginger: may increase energy expenditure by more than 10%. To consume, use it as a seasoning for meats, poultry and fish. Worth putting in vegetable soup and tea.

5. Omega 3: found in fish like salmon, sardines and tuna, this substance increases basal metabolism and causes the body does not hold much liquid. Choose to put a portion of some of those cited in the main course of your meal. Also worth a snack natural tuna or use it as an additional ingredient of output at night.

6. Natural fibers: for being indigestible, they maintain satiety for longer acting basal metabolism. In the intestine, improving the intestinal microflora. Moreover, they are essential for optimal absorption of nutrients, which also activate the metabolism.

Habits that speed up metabolism

1. Do not get big without eating intervals: after breakfast, lunch and dinner, eat fruits and make snacks and light. Juices, cereal bars and fruit are the best options. That way, the metabolism is active during the day.

2. Combine aerobic exercise with fitness or bodybuilding located: regular practice produces a continuous metabolic action, accelerating metabolism. Gain lean mass (muscle) is also great, as this uses more energy than fat tissue.

3. Drinking plenty of water: it is essential to carry vitamins, minerals and hormones to eliminate toxins and to the proper functioning of the intestines. Drink eight to 10 glasses of water a day at least. Cold water accelerates the metabolism a little more, since our body works (ie, burns energy) to leave it at normal temperature.

What slows down metabolism?

1. Stress: it slows down your metabolism by putting your body in a state of tension. Also, many people tend to eat more when they are stressed.

2. Lack of sleep: it makes you not wake up with the energy needed for another day, the muscles of the body will not be at 100% and your metabolic system will be resentful.

If you meet all this just right, and even then, do not see results, schedule a doctor’s appointment. Sometimes a standard routine may be disturbing the process.

20/05/2013 Posted by | Bem Estar, Saúde | Deixe um comentário

Seu Cavalo pode voar

cavaloUm poderoso rei condenou um humilde súdito à morte.
O homem, prestes a ser executado, propôs e teve a concordância do rei, permiti-lo ensinar o cavalo real a voar. Caso não conseguisse, no prazo de um ano, então sua sentença seria cumprida.

Por que adiar o inevitável? Perguntou-lhe um amigo. Não é inevitável, ele respondeu: as chances são quatro a um a meu favor. Dentro de um ano: o rei pode perder o trono; eu posso fugir; o cavalo pode fugir e eu posso ensinar o cavalo a voar.

Frequentemente nos vemos diante de obstáculos difíceis e aparentemente impossíveis de transpor. Por mais que busquemos soluções, elas parecem não existir. O primeiro impulso nos convida a desistir, mas é preciso que jamais esqueçamos que para quem crê em Deus todas as coisas são possíveis!

Há alguns séculos costumava-se dizer que, o homem jamais poderia voar. “Se Deus quisesse que o homem voasse, teria lhe dado asas.” Porém, hoje, em poucas horas o homem atravessa um oceano e vai para outro continente!

Assim como o súdito de nossa estória, aprendamos a olhar a situação com otimismo. Para cada possibilidade adversa, muitas favoráveis poderão ser encontradas, e, com muita fé e determinação, o que parecia impossível poderá se tornar realidade.

Não esmoreça nunca! Mesmo que tudo indique o contrário, creia: o seu cavalo pode voar!

Your horse can fly

A powerful king sentenced a humble subject to death.
The man about to be executed, and had proposed the agreement of the king, let him teach the horse real flying. If he could not, within one year, then his sentence would be fulfilled.

Why delay the inevitable? Asked a friend. Is not inevitable, he said, the odds are four to one in my favor. Within one year: the king may lose the throne, I can get away, the horse can run and I can teach the horse to fly.

Often we find ourselves in difficult and seemingly impossible obstacles to overcome. As much as we seek solutions, they do not seem to exist. The first impulse invites us to give up, but we must never forget that for those who believe in God all things are possible!

Centuries ago they used to say that man could never fly. “If God had wanted man to fly, he would have given him wings.” But today, in a few hours the man crosses an ocean and going to another continent!

As the subject of our story, we learn to look at the situation optimistically. For each possible adverse many favorable may be found, and, with faith and determination, the impossible can become reality.

Do not ever be discouraged! Even if everything indicates otherwise, believe: your horse can fly!

20/05/2013 Posted by | Fábulas, Reflexões | Deixe um comentário

A coragem de Angelina

angelinaEstrela de cinema. Musa de Hollywood. Sex symbol. Estes rótulos parecem não repercutir em Angelina Jolie. A mulher faz questão de marcar sua vida com atos e atitudes que vão muito além de posar para paparazzi em carpetes vermelhos antes de cerimônias de entrega de Oscars.

Casada com Brad Pitt, considerado um dos homens mais charmosos de Hollywood, Angelina Jolie está na contra-mão da badalação fútil do mundo do entretenimento. Em vez de ficar comprando roupas na Sunset Drive, em Los Angeles, ou ir a Paris somente para assistir a desfiles de moda, ela prefere ser filmada sem maquiagem enquanto percorre vilarejos pobres da África subsaariana, seja para fazer um documentário denunciando as críticas condições de vida daqueles seres humanos esquecidos pelas sociedades opulentas, seja atuando como voluntária em defesa da prevenção da Aids em países onde comer duas vezes por dia é um luxo.

Corajosa, passou do discurso à ação. Adotou três crianças de países subdesenvolvidos: os meninos Maddox, do Cambodja, e Pax Thien, do Vietnã, e a menina Zahara Marley, da Etiópia. Eles convivem harmoniosamente com os filhos naturais do casal Brad Pitt e Angelina Jolie – as meninas Shiloh Nouvel e Vivienne Marcheline e o menino Knox León –, numa demonstração de total desprendimento e aceitação das diferenças étnicas e raciais que predomina no lar de um dos casais mais badalados do mundo do cinema atualmente.

Os direitos das primeiras imagens de Knox León e Vivienne Marcheline foram vendidos por US$14 milhões para as revistas People e Hello. O dinheiro arrecadado foi destinado para a Jolie-Pitt Foundation, que se dedica a ajudar os menos favorecidos e sobretudo à luta contra a Aids nos países subdesenvolvidos. Antes, o casal já havia comercializado direitos de imagens de Shiloh Nouvel e até mesmo de Maddox, com os fundos revertendo para instituições de caridade que cuidam de crianças africanas.

Agora, ela soltou outra bomba. No dia 16 de fevereiro deste ano, Angelina Jolie, com apenas 37 anos de idade, submeteu-se a uma dupla mastectomia depois de ter descoberto que possuía 87% de possibilidades de desenvolver câncer de mama. Ela possui o gene defeituoso BRCA1, que se traduz num risco aumentado de se desenvolver câncer de mama e de ovário. O histórico familiar de Jolie de possuir o BRCA foi garantido pelo teste genético de mutação. Sua mãe, a atriz Marcheline Bertrand, tinha câncer de mama e morreu de câncer no ovário aos 56 anos, enquanto sua avó materna teve a mesma doença e morreu aos 45 anos. A mastectomia de Angelina Jolie reduziu suas possibilidades de desenvolver câncer de mama para menos de 5 por cento. O teste do tecido da mama removida não mostrou sinais de células cancerosas. Ela divulgou ainda a intenção de fazer uma oophorectomia preventiva, uma vez que tem 50% de probabilidade de desenvolver câncer ovariano.

A intérprete da heroína Lara Croft manteve a notícia sobre sua mastectomia sob sigilo até que tivesse completado o processo, submetendo-se à cirurgia reconstrutiva, que envolveu implantes e aloenxertos em 27 de abril.

Doloroso e frustrante como deve ter sido este procedimento, a atriz poderia ter guardado para si e para os parentes o que ocorreu, obrigando ainda a equipe médica a assinar um contrato de confidencialidade para que nada disto fosse revelado. Afinal, isto poderia afetar sua carreira, os contratos publicitários e sobretudo sua imagem como sex symbol.

Angelina Jolie, no entanto, gosta de desafiar o senso comum. Demonstrando muito destemor, ela própria escreveu um artigo intitulado “My Medical Choice” (Minha escolha médica), publicado na edição de 14 de maio do The New York Times, onde detalhou sua jornada. Ela explicou sua decisão de tornar pública sua história, ao declarar que espera ver outras mulheres beneficiando-se de sua experiência. “Câncer ainda é uma palavra que desperta temores nos corações das pessoas, produzindo um profundo senso de impotência. Mas hoje é possível descobrir através de exame de sangue se você é ou não altamente suscetível a contrair câncer de mama e de ovário, e tomar as medidas necessárias”.

Logicamente, a revelação chocou o mundo do entretenimento. Mas, passada a surpresa, começaram a ser ouvidos elogios à sua bravura. Tanto por submeter-se a um tratamento tão radical como pela divulgação de sua atitude no sentido de conscientizar outras mulheres que podem estar sujeitas ao mesmo problema enfrentado por ela.

Autoridades médicas, do mundo político e social parabenizaram a atriz por sua coragem e muitos disseram que Angelina serve como inspiração para muitas mulheres de todo o mundo. Ou seja, ela vem mostrando ser possível fazer a diferença numa sociedade com seus atos. E este foi mais um deles.

O mais importante de tudo, particularmente para ela, foi a aprovação de seu companheiro. Brad Pitt resumiu tudo em uma só frase: “Angelina Jolie foi muito corajosa”. Alguém discorda?

Angelina´s Courage

Movie star. Musa Hollywood. Sex symbol. These labels do not seem to reverberate Angelina Jolie. The woman is keen to mark his life with actions and attitudes that go beyond posing for paparazzi on red carpet ceremonies before delivery Oscars.

Married to Brad Pitt, considered one of the most charming men in Hollywood, Angelina Jolie is counter to the hype futile entertainment world. Instead of buying clothes stay on Sunset Drive in Los Angeles, or go to Paris just to attend fashion shows, she prefers to be filmed without makeup while driving on poor villages of sub-Saharan Africa, is to make a documentary denouncing the critical conditions lives of those forgotten by humans affluent societies, is working as a volunteer in support of AIDS prevention in countries where eating twice a day is a luxury.

Courageous, passed from words to action. Adopted three children from underdeveloped countries: the boys Maddox, from Cambodia and Pax Thien, Vietnam, and the girl Zahara Marley, from Ethiopia. They live harmoniously with the natural children of the couple Brad Pitt and Angelina Jolie – Girls Shiloh Nouvel and Vivienne Marcheline and Knox Leon boy – in a show of utter detachment and acceptance of ethnic and racial differences that predominates in the home of one of the hottest couples the world of cinema today.

The rights of the first images of Knox Leon and Vivienne Marcheline were sold for $ 14 million to People and Hello magazines. The money was intended for the Jolie-Pitt Foundation, which is dedicated to helping the less fortunate and especially the fight against AIDS in developing countries. Earlier, the couple had sold rights to the images of Shiloh Nouvel and even Maddox, with the funds accruing to charities that care for African children.

Now, she dropped another bomb. On 16 February this year, Angelina Jolie, only 37 years old, underwent a double mastectomy after discovering that he had 87% chance of developing breast cancer. She has the faulty BRCA1 gene, which results in an increased risk of developing breast cancer and ovarian cancer. Family history of owning Jolie was guaranteed by the BRCA gene mutation testing. His mother, actress Marcheline Bertrand, had breast cancer and died of ovarian cancer at age 56, while his maternal grandmother had the same disease and died at age 45. Mastectomy Angelina Jolie reduced their chances of developing breast cancer to less than 5 percent. The test breast tissue removed showed no signs of cancer cells. It further disclosed the intention of making a preventive oophorectomia, since it has a 50% chance of developing ovarian cancer.

The interpreter of the heroine Lara Croft kept the news about her mastectomy under wraps until he had completed the process, undergoing reconstructive surgery involving implants and allografts on April 27.

Painful and frustrating it must have been this, the actress could have saved for themselves and relatives what happened, even obliging the medical staff to sign a confidentiality agreement so that none of this was revealed. After all, this could affect your career, the endorsement and especially its image as a symbol fri.

Angelina Jolie, however, likes to defy common sense. Showing very fearlessness itself wrote an article entitled “My Medical Choice” (My Choice Medical), published on May 14 in The New York Times, which detailed his journey. She explained her decision to make public his story, stating he hopes to see other women benefiting from their experience. “Cancer is a word that has raised fears in people’s hearts, producing a deep sense of helplessness. But today you can find out through blood test or if you are not highly susceptible to getting breast cancer and ovarian cancer, and take the necessary measures. ”

Logically, the revelation shocked the entertainment world. But the last surprise, began to be heard praise for their bravura.Tanto to undergo a treatment as radical as the disclosure of his attitude towards awareness among other women who may be subject to the same problem faced by it.

Medical authorities and the political and social congratulated actress for her courage and many said that Angelina serves as inspiration for many women around the world. That is, it has shown to be possible to make a difference in society with their acts. And this was one of them.

The most important of all, especially for her, was the approval of his companion. Brad Pitt summed it up in one sentence: “Angelina Jolie was very brave.” Does anyone disagree?

19/05/2013 Posted by | Comportamento | 2 Comentários

Porta dos fundos

sexo anal 1Aqui vão quatro considerações importantes sobre o sempre polêmico sexo anal.

Já foi um tabu, mas agora popularizou. Mesmo que seja no dia de aniversário, de namoro ou casamento, uma hora uma tentativa vai acontecer. A maioria dos homens deseja ardentemente, há mulheres que se entregam sem reservas e adoram, outras só de vez em quando, e tem algumas que não gostam. Em comparação com a vagina, o ânus não é anatomicamente, digamos assim, feito para o sexo. Mas a boca também tem função de alimentação e a gente faz uma porção de coisas com ela. Por isso, atente para estes quatro pontos importantes:

1. Introduza o assunto. A não ser que a sua parceira seja fissurada na prática, será necessário um certo grau de intimidade sexual para que a mulher se sinta segura e confie em você. Portanto, não tenha pressa. Explore a região anal dela durante as transas e vá observando se ela aproveita e relaxa. Nada de ir colocando o dedo de supetão. Com calma, você pode, durante o sexo oral, passar a língua por lá ou a ponta do dedo só na parte externa.

2. Arrisque na hora certa. Nada de tentar durante aquelas relações rápidas. Menos ainda quando vocês estiverem em alto estado etílico. Perceba que há dias e dias: quando a digestão dela não está boa pode ser muito desconfortável para ela. Tem que ser naquele dia em que a mulher está muito cheia de tesão. Fale com sutilidade e delicadeza sobre a sua intenção, e avalie se o “não” dela tem potencial para virar um “sim”. Passe a glande na entrada, sem penetrar, só para brincar. Faça uma penetração vaginal e vá brincando lá na porta dos fundos com o dedo. Tenha por perto camisinha, lubrificante e anestésico.

3. Prepare o terreno. Como o ânus não tem lubrificação natural, é imprescindível o uso de lubrificante à base de água, pois os muito oleosos podem prejudicar a integridade do látex da camisinha. Aliás, seu uso também é fundamental: a prática do sexo anal sem preservativo não é aconselhável.

4. Vá fundo, mas devagar. Quando perceber o nível de excitação, massageie o ânus da parceira com um dedo já com lubrificante. Vá devagar. Ao sentir que ela está relaxada, insira um dedo. Faça movimentos de vaivém lentamente. Coloque a camisinha em seu pênis e introduza-o vagarosamente. Para iniciar, evite a posição “de quatro”. Ela permite penetração mais profunda mas isso só quando vocês já tiverem algum tempo de prática. Procure usar, pelo menos incialmente, anestésicos. Isto vai ajudar bastante. A velha e boa papai e mamãe ou a “de colher” (de ladinho) podem ser bem melhores. Procure relaxar a mulher. O relaxamento é importante para que a relação se processe naturalmente, com prazer e sem dor. Geralmente a glande entra, mas em seguida você sente a resistência. Tenha paciência para aguardar o relaxamento e continuar a penetração. Não seja vigoroso: você pode machucá-la. Se ela pedir para retirar o pênis antes mesmo que vocês tenham gozado, atenda. Uma próxima vez, quem sabe, vocês poderão ir até o final. Colocar um vibrador, ou utilizar os dedos, para massagear o clitóris dela é muito importante.

5. Lembre-se sempre que a relação tem que ser bom para os dois. O sexo anal pode ser prazeroso quando há consenso de ambos, muita excitação e prática segura, com preservativo.

Backdoor

Here are four important considerations about the ever-controversial anal sex.

It has been a taboo, but now popularized. Even if it is on birthday or marriage dating an hour an attempt will happen. Most men longs, there are women who themselves unreservedly and love, others only from time to time, and has some dislikes. Compared with the vagina, the anus is not anatomically, so to speak, made for sex. But the mouth also has power function and we do a lot of things with it. So watch out for these four important points:

1. Enter the subject. Unless your partner is fissured in practice will require a certain degree of sexual intimacy for women to feel safe and trust you. So do not rush. Explore the region during her anal fucks and go if she enjoys watching and relaxing. Nothing to go putting your finger abruptly. Calmly, you can, during oral sex, flick his tongue over there or just your fingertip on the outside.

2. Risk at the right time. No more trying to fast during those relationships. Even less when you’re drunk. Note that for days and days: when digestion is not good it can be very uncomfortable for her. It has to be that day when the woman is very horny. Talk with subtlety and delicacy of its intention, and evaluate if the “no” it has the potential to turn a “yes.” Pass the glans at the entrance, without penetrating, just to play. Do vaginal penetration and go playing there at the back door with your finger. Has around condoms, lubricant and anesthetic.

3. Prepare the ground. As the anus has no natural lubrication, it is essential to use water-based lubricant, because the very oily may affect the integrity of latex condoms. In fact, its use is also key: the practice of anal sex without a condom is not advisable.

4. Go deep, but slowly. When you realize the level of arousal, massage your partner’s anus with a finger filled with lubricant. Go slow. To feel that she is relaxed, insert one finger. Write fro movements slowly. Put the condom on your penis and insert it slowly. To start, avoid the “four”. It allows deeper penetration but this only when you already have some practice time. Try to use at least initially, anesthetics. This will help a lot. Good old Mom and Dad or “spoon” (Side Saddle) can be much better. Try to relax the woman. Relaxation is important for the relationship takes place naturally and painlessly. Usually enters the glans, but then you feel resistance. Have patience to wait for the relaxation and further penetration. There is strong: you can hurt her. If she asks to withdraw the penis even before you have enjoyed, meets. Next time, who knows, you may go to the end. Place a vibrator, or use your fingers to massage her clitoris is very important. When removing the penis, hold the condom so she would not escape.

5. Always remember that the relationship has to be good for both. Anal sex can be pleasurable for both when there is consensus, a lot of excitement and practice safe with condoms.

17/05/2013 Posted by | Sexo | Deixe um comentário